Blogger Widgets

Lançamentos da editoras - muitas novidades!!



Aurora, de Julie Bertagna, 304 páginas. Lançamento: Junho
Já se passaram 16 anos na trama. Mara, a jovem heroína criada pela autora, já não é mais uma menina. Agora ela é mãe de Lily – uma adolescente tão espirituosa quanto a protagonista foi no passado. De olhar curioso e de natureza atrevida, ela se torna peça importante neste terceiro livro. Os pais de Lily revelaram toda a trajetória de nagevações e batalhas por uma terra segura no mundo, como se fosse uma antiga lenda contada ao pé da fogueira. Ao descobrir que aquela jornada petrificante foi vivida, de fato, por sua mãe e tantos outros moradores de Candlewood, Lily se emociona e se vê ainda mais impulsionada em saber a verdade sobre vidas que existem para além do lugar onde vive. Ela quer fazer algo grande e corajoso, algo que vai sobreviver aos anos. Mas nada é tão simples. Não nesta conclusão da saga. Em sua própria aventura, Lily vai se deparar com revelações inimagináveis, viverá situações inesperadas com pessoas e outros seres não exatamente humanos, que antes não passavam de criaturas da imaginação.
Sussuros Ao Luar, de C.C. Hunter, 384 páginas. Lançamento: 28 de maio. 
Uma nova ameaça agita o acampamento, mudando para sempre a vida de Kylie, de um jeito que ela nunca imaginou. Kylie tem que enfrentar uma gangue de marginais que querem vê-la morta e um avô misterioso que deixa bem claro o quanto desconfia de Shadow Falls. Ao mesmo tempo, ela luta para desvendar os segredos da sua identidade e decifrar os seus sentimentos por Derek e Lucas. Num mundo em constante tumulto, para Kylie só existe uma certeza: a mudança é inevitável e tudo um dia chega ao fim, até mesmo o seu tempo em Shadow Falls.

Quantic Love, de Sonia Fernández-Vidal, 256 páginas. Lançamento: 21 de maio.
Laila terminou o ensino médio e, enquanto decide que carreira seguir, consegue um emprego como garçonete no CERN, um dos centros de pesquisa nucelar mais avançados do mundo. Cercada de “nerds” por todos os lados, a protagonista de Quantic Love – O romance que resolve a equação do amor vai descobrir que a ciência pode ser sexy e que o amor é a energia mais poderosa do universo. Uma das mais importantes escritoras de divulgação da ciência em língua espanhola e bestseller em seu país, Sonia Fernández-Vidal constrói uma história de amor para jovens que mostra o lado humano da ciência.
A Gramática do Amor, de Rocio Carmona, 264 páginas. Lançamento: 21 de maio.
Romance de estreia de Rocío Carmona, que é também vocalista de uma banda indie de Barcelona, “A Gramática do Amor” é um convite à intertextualidade. O livro, que conquistou público e crítica na Espanha, vem ganhando traduções em diversos países ao contar a história de Irene, uma menina que vive sua primeira desilusão amorosa e que encontra em clássicos como García Márquez, Tolstói, Jane Austen e Murakami o entendimento para as suas emoções e a força para escrever a sua própria "gramática do amor". Um comovente romance juvenil sobre a descoberta do amor, relacionamentos e o poder da literatura.

Minha Irmã Mora Numa Prateleira, de Annabel Pitcher, 232 páginas. Lançamento: Junho.
Jamie Matthews tem 10 anos de idade e uma família desintegrada por uma tragédia: aos cinco, sua irmã gêmea foi morta num ataque terrorista em Londres. De lá pra cá, sua mãe saiu de casa, seu pai bebe cada vez mais, sua irmã mais velha se transformou numa típica adolescente rebelde. Em meio ao luto e ao clima de ódio e ressentimento que Jamie sequer entende muito bem, ele encontra numa amiga de origem islâmica a companhia e o afeto de que precisa. Livro de estreia de Annabel Pitcher, Minha irmã mora numa prateleira recebeu resenhas elogiosas de publicações de prestígio na Grã-Bretanha como o Guardian e o Telegraph.
O Homem do Engano, de Chris Morgan Jones, 344 páginas. Lançamento: 17 de maio.
Pouco tempo depois do colapso da União Soviética, dois jovens ocidentais se mudam para Moscou, atraídos pelas oportunidades profissionais que se abrem com a perspectiva de redemocratização do país. Um deles é jornalista e logo se desilude ao observar, no dia a dia da nação formada a partir dos escombros do regime comunista, um vaivém de expectativas e frustrações que parece não ter fim. O outro, um advogado medíocre, deixa-se seduzir pela opulência em que vivem alguns dos antigos membros da nomenclatura soviética e põe-se a serviço de um deles, emprestando seu nome para camuflar um esquema de corrupção que está por trás do maior conglomerado privado do setor petrolífero russo.

Deixa Comigo, de Mario Levrero, 160 páginas. Lançamento: 17 de maio.
Um escritor em apuros financeiros encarna um detetive atrapalhado ao receber uma missão pitoresca: viajar ao interior do Uruguai à procura de um certo Juan Pérez, que enviara dias antes, sem endereço de remetente, o manuscrito de um romance genial a uma editora. 
Asco, de Horacio Castellanos Moya, 112 páginas. Lançamento: 17 de maio.
Dois amigos de infância se encontram num bar em San Salvador, América Central. O primeiro deles acaba de retornar à cidade, para o velório da mãe, após anos de autoexílio, e diante de seu interlocutor silencioso dispara toda a cólera e indignação com o lugar onde nasceu, reveladas por meio de um monólogo de crueza perturbadora. Foi com essa novela singular que o hondurenho Horácio Castellanos Moya conquistou reconhecimento internacional, e é com ela que enfim estreia no Brasil. Ao lado de Deixa comigo, de Mario Levrero, “Asco” integra a primeira fornada de lançamentos da coleção de literatura hispano-americana Otra Língua, organizada por Joca Terron.

Guerra Mundial Z, de Max Brooks, 368 páginas. Lançamento: 29 de maio.
Com Guerra Mundial Z, o norte-americano Max Brooks faz uma paródia dos guias de sobrevivência convencionais e expõe a paranoia coletiva que tomou conta do mundo, em especial dos Estados Unidos, na era Bush. No livro, que dá continuidade ao bem-sucedido O guia de sobrevivência aos zumbis, o autor adota um tom científico nas pretensas entrevistas que conduziu com os sobreviventes do ataque que quase extinguiu a humanidade. O narrador de Brooks é um integrante da comissão da ONU encarregado de elaborar o relatório sobre o assustador conflito que quase aniquilou o planeta. Da identificação do paciente zero, contaminado nas ruínas de Dachang, na China, até Mary Jô Miller, a arquiteta de elite que pode pagar para se proteger, passando pelo depoimento de um soldado da infantaria que lutou no conflito, nada escapa à verve do autor. Irônico, Brooks destaca ainda o quanto os homens são ingênuos em achar que podem se defender de pragas e criaturas alienígenas. Governos corruptos e com interesses eleitoreiros podem destruir qualquer Departamento de Defesa, ou conduzi-lo para o front errado. O autor mostra ainda como as sociedades desmoronaram e foram forçadas a se reorganizar após o colapso das instituições que as mantinham, levando as pessoas a atos extremos de heroísmo e altruísmo, bem como de egoísmo e mesquinhez. Além de recorrer ao fantástico para traçar um painel das reações humanas diante de crises e tragédias inexplicáveis, Brooks tece comentários ácidos sobre temas diversos como o autoritarismo na China e na União Soviética; a falsificação de relatórios de inteligência por parte do governo dos Estados Unidos para justificar a invasão ao Iraque em 2003; o impacto social e ambiental de grandes empreendimentos como a represa de Três Gargantas, na China; a opressão imposta por regimes fundamentalistas, como o talibã no Afeganistão e o tráfico internacional de órgãos, envolvendo países como o Brasil. 
Nocaute, de Catherine Coulter, 406 páginas. Lançamento: 20 de maio
Quando Autumn Backman, de 7 anos, pede ajuda ao famoso agente Dillon Savich, ela sabe que sua vida está correndo um grande perigo. É meia-noite, e tudo o que pode fazer é tentar entrar em contato com o oficial do FBI, mas não precisa do telefone para isso. A menina tem poderes telepáticos e está fugindo de um bandido perigoso: seu tio, Abençoado Backman, que pode hipnotizar qualquer pessoas apenas com um olhar. Mas, antes de ajudar a pequena Autumn, Savich precisa se livrar de outra ameaça – uma adolescente com sede de vingança que não vai medir esforços para conseguir o que quer, mesmo que para isso seja necessário um derramamento de sangue.

Nada, de Janne Teller, 128 páginas. Lançamento: 17 de maio.
Nada importa. Você começa a morrer no instante em que nasce. Pierre Anthon está no sétimo ano e tem certeza de que nada importa na vida. Por isso, passa os dias sobre os galhos de uma ameixeira, tentando convencer seus companheiros de classe a pensar do mesmo modo. No entanto, diante da recusa do menino de descer da árvore, seus colegas decidem fazer uma pilha de objetos dotados de significado, e com isso esperam persuadi-lo de que está errado. Mas aos poucos a pilha se torna um monumento mórbido, colocando em xeque a fé e a inocência da juventude.
O Projeto Rosie, Graeme Simsion, 320 páginas. Lançamento: 25 de maio.
Perto de completar 40 anos, o peculiar professor de genética Don Tillman havia desistido do amor. Para acompanhar sua rotina severamente cronometrada, com esquema de refeições padronizadas, um cronograma para a execução de cada compromisso (inclusive para a prática de exercícios físicos antes de dormir) e lidar com sua falta de habilidade social, só mesmo a mulher perfeita. E ele já sabe como encontra-la. Ou pelo menos acha que sabe. Ele desenvolve o projeto Esposa Perfeita, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a selecionar candidatas adequadas a seu estilo de vida. Mas quando Don conhece a jovem Rosie ele descobre que nem tudo na vida pode ser programado... e que o amor pode, de repente, vir a seu encontro.

E Então Paulette..., de Barbara Constantine, 224 páginas. Lançamento: 22 de maio.
Ferdinand está sozinho. Após ficar viúvo e depois de seu filho mais novo se mudar com a mulher e os dois filhos para a cidade, a fazenda em que vive produz apenas saudade e memórias. Sua vida pacata e solitária, no entanto, está prestes a ser transformada. Após uma grande tempestade, Ferdinand descobre que a casa de sua vizinha está condenada e praticamente inabitável. Incentivado pelos netos, Ludo e Luzinho, convida Marceline – e sua cadela, seu burro e seu gato – para morar com ele. Pouco tempo depois, seu amigo Guy perde a companheira tão amada, Gaby, e dá a impressão de estar, aos poucos, desistindo de viver. A solução parece ser a vida partilhada na fazenda, que,assim, ganha mais um morador, com novos hábitos e habilidades. Então chegam as irmãs Lumière, com suas manias e histórias, e também os jovens Muriel e Kim. A fazenda volta a se encher de possibilidades e expectativas. E, enfim, chega Paulette... Um delicioso e comovente romance sobre como a solidariedade, o amor e a amizade podem transformar histórias, salvar vidas e fazer ressurgir esperanças.
As Lembranças de Alice, de Liane Moriarty, 376 páginas. Lançamento: 27 de maio.
Alice tem 29 anos, é apaixonada pelo marido, Nick, e está grávida de 14 semanas do seu primeiro filho. Ao menos é isso tudo o que ela se lembra. Imagine sua surpresa ao ser informada – quando acorda após um incidente em que bateu a cabeça – de que é mãe de três crianças, está com relações cortadas com a sua irmã e passa por um divórcio conturbado, às vésperas de completar 40 anos! A queda apagou a memória da última década de Alice. Agora ela terá que construir seu futuro apagando os erros de um passado que sequer lembra-se de ter existido. Poderá uma amnésia se tornar o melhor acontecimento em sua vida, nos últimos dez anos?

Nem Tudo Que Reluz É Ouro, de J. Minter, 256 páginas. Lançamento: Junho
Flan Flood está feliz de ter encontrado sua ex-melhor amiga Camille, depois de se separar de Meredith e Judith. E agora as duas estão prontas para encarar a vida escolar na The Thonet School. O problema é, a arqui inimiga de Flan está lá também, e ela definitivamente não está feliz de ver Flan em seu território novamente. Conseguirá Flan cimentar sua popularidade no duro mundo da escola privada, ou logo ela sentirá falta do anonimato de Stuyvesant High?
Espectro, de L.J. Smith, 304 páginas. Lançamento: Junho.
Desde que conheceu os irmãos vampiros, Stefan e Damon Salvatore, Elena Gilbert foi ao inferno e voltou. Agora que ela e seus amigos salvaram sua cidade natal de um espírito demoníaco, tudo pode finalmente voltar ao normal. Mas Elena sabe melhor que ninguém que Fell's Church nunca será normal. Em Espectro, uma nova e perigosa ameaça de outro mundo define suas vistas sobre Elena. E desta vez ela só pode contar com um irmão Salvatore para protegê-la.

Emmi e Leo - A Sétima Onda, de Daniel Glattauer, 168 páginas. Lançamento: 22 de maio.
Em @mor, o escritor e jornalista austríaco Daniel Glattauer se utiliza dos princípios dos romances epistolares – trocas de cartas – com uma roupagem contemporânea: o contato virtual. Ao contar a fortuita atração mútua entre os jovens Leo Leike e Emmi Rothner por meio de conversas por e-mails e os sentimentos que desenvolvem um pelo outro, o autor utiliza pontos de vista alternados para contar uma inusitada história de amor. Emmi & Leo: a sétima onda é a sequência dessa história tão intrigante quanto inusitada e que surgiu por erro de endereçamento no envio de um email. Na atual etapa, Leo Leike retorna de Boston após uma longa ausência, e é recebido por uma caixa de emails lotada de notícias de Emmi Rothner. O sentimento dos dois não mudou, e eles reiniciam a troca de mensagens. Só que agora Leo está namorando a americana Pamela, e Emmi continua casada. A orgulhosa Emmi e o tímido Leo nunca estiveram tão próximos, e ao mesmo tempo tão distantes.
O Palácio da Meia-Noite, de Carlos Ruiz Zafón, 272 páginas. Lançamento: 14 de junho.
Ben e Sheere são irmãos gêmeos cujos caminhos se separaram logo após o nascimento: ele passou a infância num orfanato, enquanto ela seguiu uma vida errante junto à avó, Aryami Bosé. Os dois se reencontram quando estão prestes a completar 16 anos. Junto com o grupo Chowbar Society, formado por Ben e outros seis órfãos e que se reúnem no Palácio da Meia-Noite, Ben e Sheere embarcam numa arriscada investigação para solucionar o mistério de sua trágica história. Uma idosa lhes fala do passado: um terrível acidente numa estação ferroviária, um pássaro de fogo e a maldição que ameaça destruí-los. Os meninos acabam chegando até as ruínas da velha estação ferroviária de Jheeter’s Gate, onde enfrentam o temível pássaro.

O Guardião do Tempo, de Mitch Albom, 240 páginas. Lançamento: 08 de junho.
Dhor sempre foi obcecado por enumerar coisas. Quando percebeu um padrão entre o nascer e o pôr do sol – que se repetiam um após o outro, infinitamente –, ele aprendeu a contar os dias. Ao descobrir que a lua mudava de forma e depois voltava ao seu formato original, passou a contar os meses. Sem saber, movido por uma curiosidade ingênua, Dhor estava aprisionando a maior dádiva de Deus: o tempo. E pagaria um preço alto por isso, sendo banido para uma caverna durante seis milênios. Imune aos efeitos dos anos, passava seus dias sozinho, forçado a ouvir as vozes das pessoas implorando por mais minutos, mais dias, mais anos – querendo esticar os momentos de felicidade e encolher os instantes de sofrimento. Depois de compreender o mal que havia criado ao fazer a vida girar em torno de um relógio, Dhor é mandado de volta à Terra com uma missão: ensinar a duas pessoas o verdadeiro sentido do tempo. Ele escolhe uma adolescente desiludida, prestes a pôr fim à própria vida, e um homem de negócios rico e poderoso que pretende desafiar a morte e viver para sempre. Cada um à sua maneira, eles precisam entender que o tempo é um dom precioso, que não pode ser desperdiçado nem manipulado. Para salvar a própria alma e concluir sua jornada, Dhor precisará salvá-los. Antes que o tempo se esgote – para todos.
Espero Alguém, de Fabricio Carpinejar, 336 páginas. Lançamento: Junho.
Com "Espero alguém", Carpinejar, mais maduro, tanto profissional quanto emocionalmente, apresenta crônicas escritas após um período difícil de sua vida: o abandono pela mulher amada. Com textos emocionantes, sinceros e, também, engraçados, o autor comprova que ninguém esta preparado para uma separação. "Espero alguém" trabalha as duas separações do autor. Começa triste e, ao longo das paginas, o ânimo vai melhorando. No final, o alívio. As crônicas tratam da retomada – a superação do luto – provando que tudo passa. Um novo amor é quase uma certeza. E, se você não amar esse amor mais do que amou o que veio antes, provavelmente amará mais a si mesmo. Carpinejar mostra também as contradições do relacionamento: o que cada um precisa e pode fazer pelo outro. A importância da sedução mútua e a convivência com as críticas. Além disso, dá conselhos, como: “não fale mal até vinte dias após o termino. Se reatar, você estará desacreditado.” “Estou solteiro de novo. Ela se separou de mim, eu não me separei dela. E o pior que sou escritor, trabalho em casa. Não conto com um escritório para fugir e mudar de assunto. Identifico sua falta a todo instante. Meu coração é um cativeiro.”

Primeira Manhã, de Jean-Claude Kaufmann, 368 páginas. Lançamento: Julho.
A manhã que se segue à noite de um encontro não é um momento como os outros. Desse instante decisivo pode nascer toda uma história de amor. É uma ocasião muito particular, que Jean-Claude Kaufmann enxerga sob novos olhos e que, ao mesmo tempo, traz à tona a verdade do amor na modernidade.
Os Náufragos, de Elin Hilderbrand, 378 páginas. Lançamento: Julho.
Com a chegada do aniversário de casamento, os MacAvoy, Greg e Tess, saem no veleiro para comemorar, na esperança de que os problemas no casamento tenham ficado para trás. Em vez disso, chega uma notícia trágica: eles se afogaram misteriosamente. O que terá acontecido com o casal?

O Ancião Que Saiu Pela Janela e Desapareceu, de Jonas Jonasson, 364 páginas. Lançamento: 28 de maio.
Em vez de serial killers, um ancião muito simpático que desaparece do asilo no dia em que completaria cem anos. No lugar de casos horripilantes, como aqueles desvendados pelo detetive Harry Hole de Jo Nesbo, temos um grupo de personagens improváveis (que inclui até uma elefanta!), percorrendo a Suécia com uma fortuna na mala em fuga de mocinhos e bandidos como aqueles dos velhos tempos, dos saborosos filmes hollywoodianos. Se não bastasse isso, Allan Karlsson, o ancião em questão, presenciou alguns dos maiores acontecimentos do século XX sempre de maneiras inusitadas: salvando Franco de ser explodido por uma bomba, querendo cortar o bigode de Stalin ou ajudando a construir a bomba atômica no super secreto campo de Los Alamos. Ao ler (e gargalhar) com as primeiras páginas, não tivemos dúvidas. Esse é um livro diferente, com potencial para conquistar os leitores. E não deu outra, de á para cá 4,5 milhões de cópias foram vendidas no mundo, transformado o adorável ancião em um Best seller em vários países europeus.
A Dona do Café Mühle, de Helena Marten, 512 páginas. Lançamento: 08 de junho.
Ambientado na primeira metade do século 18, Joanna herda uma próspera cafeteria de Frankfurt, na Alemanha, após a morte do marido. Apesar de inexperiente, ela une astúcia, e coragem para transformar o Café Mühle na principal cafeteria da cidade. Desperta, no entanto, a inveja de concorrentes, que tentam acabar com o negócio. Joanna busca ajuda em Veneza, no tradicional Caffè Florian, e até em Constantinopla, aprendendo os segredos com a mestre cafeteira do próprio imperador otomano. Uma viagem fantástica e exótica guiada pelo aroma e sabor do café e um amor “proibido” de uma cristã por um judeu.

Os Noventa Dias de Geneviève, de Lucinda Carrington, 288 páginas. Lançamento: 28 de maio.
No intuito de conseguir um novo cliente para a agência de publicidade na qual trabalha, Geneviève Loften tem um contrato de 90 dias com o empresário James Sinclair. Ela fará tudo o que ele deseja – sexualmente – para que ele feche com a sua agência. Como uma executiva determinada e bem-sucedida, sabe que seu prêmio virá ao fim dos noventa dias. No entanto, apesar dos rumores que cercam Sinclair e seus gostos sexuais inusitados, ela não espera ser posta nas situações exóticas, e às vezes arriscadas, nas quais ele a colocará. Ela sempre tem a opção de voltar atrás, mas o negócio incrível que a espera no final a faz seguir adiante. No entanto, conforme o contrato se aproxima do fim, ela faz descobertas sobre si mesma que a mudarão para sempre.
De Repente, O Amor, de Susan Fox, 366 páginas. Lançamento: 22 de maio.
Aos trinta e um anos, a sorte de Kat Fallon com os homens já se mostrou longe de ser algo positivo. Mas quando ela convida seu melhor amigo e vizinho Nav Bharani para ser seu par no casamento de sua irmã mais nova em Vancouver, ela não imagina que está para embarcar na maior surpresa de sua vida... Nav é apaixonada por Kat desde que ela se tornou sua vizinha, e quando ela diz para ele que adora viagens de trem, principalmente pela possibilidade de "conhecer" estranhos, Nav bola um plano para ganhar o coração de Kat. Em cada parada do trem durante a viagem ele aparecerá disfarçado como "um desconhecido sexy". Kat cai nesta brincadeira sensual, mas o que começa como uma simples diversão transforma-se em algo mais denso e Kat se vê em dúvida se permanece em suas fantasias sexuais de solteira ou investe no seu par perfeito. Sexy, divertido, intrigante... Susan Fox é um dos novos talentos da ficção erótica.

Alberic, O Sábio, de Norton Juster, 104 páginas. Lançamento: 17 de maio.
Alberic era um homem simples e sem ambições. Após conhecer um viajante, decidiu partir em busca do que o mundo tinha para lhe oferecer. Claude era um jovem que não acreditava em nada. Numa de suas visitas ao museu, ficou intrigado com o quadro de uma jovem triste e, ao se aproximar, foi parar dentro da pintura. Dois reis - o mais rico e próspero do mundo e o mais pobre e miserável de todos - decidem viajar em busca de reconforto e acabam chegando um ao reino do outro. Os três contos deste livro têm como centro o tema da viagem - e todas as transformações que dela decorrem. Em narrativas cheias de detalhes e ricas na linguagem, Norton Juster nos leva a refletir sobre a nossa própria vida e as escolhas que fazemos, em uma verdadeira jornada pelo mundo da imaginação.
A Profecia, de M.K. Hume, 480 páginas. Lançamento: 23 de maio.
Conheça os primeiros anos e o aprendizado do mago Merlin, o mais enigmático e cativante personagem das lendas arthurianas. Tocado pela escuridão, mas protegido pelo Senhor da Luz, Myrddion Merlinus, a Semente de Demônio, se vê às voltas com as maiores batalhas de seu tempo, influenciando o destino de reis e seus povos. Com uma narrativa encantadora e embasada em profunda pesquisa, M. K. Hume apresenta sua versão deste maravilhoso profeta e curandeiro: um jovem ao mesmo tempo tocado pela magia e atento à ciência de seu tempo e de épocas anteriores, sem, contudo, se deixar limitar pelas convenções e paradigmas de seu mundo. Aqui começa a jornada de um homem cujo nome estará marcado para sempre como uma das mais belas e fantásticas lendas da História. “Esse primeiro livro da trilogia Merlin chamará atenção de todos os que se empolgaram com Guerra dos Tronos e outras histórias envolvendo linhagens nobres e suas intrincadas genealogias e intrigas.” Kirkus

As Colinas do Tigre, de Sarita Mandanna, 490 páginas. Lançamento: 28 de maio.
Devi e Devanna são amigos de infância. Ela, assertiva; dotado de grande inteligência. Quando Devi conhece Machaiah, o matador de tigres, e decide que se casará com ele, o destino dos três é entrelaçado, com consequências capazes de afetar as gerações futuras. As colinas do Tigre é uma história de sofrimento, mas, acima de tudo, de amor e devoção.
Garota, Interrompida, de Susanna Kaysen, 190 páginas. Lançamento: 22 de maio.
Quando a realidade torna-se brutal demais para uma garota de 18 anos, ela é hospitalizada. O ano é 1967 e a realidade é brutal para muitas pessoas. Mesmo assim poucas são consideradas loucas e trancadas por se recusarem a seguir padrões e encarar a realidade. Susanna Keysen era uma delas. Sua lucidez e percepção do mundo à sua volta era logo que seus pais, amigos e professores não entendiam. E sua vida transformou-se ao colocar os pés pela primeira vez no hospital psiquiátrico McLean, onde, nos dois anos seguintes, Susanna precisou encontrar um novo foco, uma nova interpretação de mundo, um contato com ela mesma. Corpo e mente, em processo de busca, trancada com outras garotas de sua idade. Garotas marcadas pela sociedade, excluídas, consideradas insanas, doentes e descartadas logo no início da vida adulta. Polly, Georgina, Daisy e Lisa. Estão todas ali. O que é sanidade? Garotas interrompidas.

A Menina Que Semeava, de Lou Aronica, 416 páginas.
Chris Astor é um homem maduro, um botânico bem-sucedido, mas, especialmente, um pai amoroso. Sua filha — Becky — é, para ele, seu maior e melhor projeto. Mas a garota, tão amada, tem câncer. O que pode um pai quando sua filha foi acometida por uma doença assim, nociva? Como diminuir o sofrimento de uma criança tão amada? Apesar de sua agonia, Chris encontra uma maneira mágica de acolher sua menininha. Para que ela se recupere bem, e mais rapidamente, ele cria um mundo paralelo, cheio de fantasias, e histórias, e personagens maravilhosos que parecem ter o poder milagroso da convalescência. E nada no mundo, nem sua sanidade, nem seu trabalho, nem mesmo sua mulher serão obstáculos para a determinação deste pai que só tem o propósito de ver sua filha feliz. Uma história sobre desespero, esperança, invenção e descoberta que ultrapassa qualquer razão, qualquer limite, enquanto você revê tudo aquilo em que acredita.
Bruxos e Bruxas, de James Patterson e Gabrielle Charbonnet, 288 páginas.
No meio da noite, os irmãos Allgood, Whit e Wisty, foram arrancados de sua casa, acusados de bruxaria e jogados em uma prisão. Milhares de outros jovens como eles também foram sequestrados, acusados e presos. Outros tantos estão desaparecidos. O destino destes jovens é desconhecido, mas assim é o mundo sob o regime da Nova Ordem, um governo opressor que acredita que todos os menores de dezoito anos são naturalmente suspeitos de conspiração. E o pior ainda está por vir, porque O Único Que É O Único não poupará esforços para acabar com a vida e a liberdade, com os livros e a música, com a arte e a magia, nem para extirpar tudo que tenha a ver com a vida de um adolescente normal. Caberá aos irmãos, Whit e Wisty, lutar contra esta terrível realidade que não está nada longe de nós.

De Volta Para Casa, de Karen White, 448 páginas.
Cassie Madison fugiu de Walton, Geórgia, para Nova York quando soube que sua irmã, Harriet, e seu amor, Joe, tinham-na traído e iam se casar. Ao chegar em Manhattan, sua ideia era se reinventar, mergulhar de cabeça na carreira e até mesmo perder o sotaque provinciano. Tudo para apagar seu passado marcado pela traição e por uma família que não lhe tratara com o devido cuidado. Mas, numa noite, um único telefonema de sua irmã trouxe de volta tudo que ela pretendia esquecer. Com o pai muito doente, ela foi obrigada a fazer a viagem de volta e, enquanto arrumava as malas, seus maiores medos eram que o pai morresse sem que ela pudesse estar com ele e... encontrar a família feliz que Harriet e Joe tinham construído. Já em Walton, Cassie percebe que enfrentará uma imensa batalha particular, porque, afinal, ela não consegue deixar de amar seus sobrinhos — e nem deixar de se sentir em casa, naquela cidadezinha de sua infância. Enquanto se divide entre o rancor e a esperança, velhas e queridas lembranças e uma mágoa insustentável, o destino arrumaria uma forma de aproximá-la do que realmente importa: o verdadeiro amor.
Eternamente, de Elizabeth Chandler, 256 páginas.
Os apaixonados, Tristan, o anjo, e Ivy, a mortal, finalmente conseguem se tocar. Isto só pode acontecer porque Tristan ocupou um corpo, o corpo de Luke. Mas Luke era procurado pela polícia — que não sabe que ele está morto e continua a persegui-lo. Portanto, Tristan torna-se, sem querer, um alvo da polícia. Da polícia e do verdadeiro criminoso, a quem não interessa ver Luke vivo. É preciso dar fim a esta perseguição. O casal precisa esclarecer rapidamente toda a confusão em que Luke se meteu. Mas, ao conviver com pessoas perigosas e chantagistas — e insistir em fazer o que for para ficar perto de Ivy —, o anjo aproxima-se das coisas ruins que podem levá-lo a fraquejar e perecer, especialmente agora, que ele é um anjo caído. Por causa de Ivy, Tristan vem se aproximando cada vez mais das forças mundanas e das trevas — e de Gregory também. Por outro lado, Gregory vem aumentando seu poder, especialmente depois que possuiu o corpo de Beth. E esse desequilíbrio de forças pode acabar em uma triunfante vitória do mal. A não ser que Ivy tome a frente dessa batalha...

Aconteceu em Paris, de Molly Hopkins, 480 páginas.
Evie Dexter quer fazer carreira como guia de turismo. Determinada como é, e cheia de coragem por causa de um ou outro drink, ela logo começa a “melhorar” seu currículo. E consegue um ótimo emprego: acompanhar turistas por toda Paris. Agora é só uma questão de se firmar como profissional demonstrando o seu melhor. Mas os vinhos franceses são tão gostosos... E seu tutor, Rob, é bonito demais! O primeiro romance de Molly Hopkins é um livro que todo mundo gostaria de ler. É verdade que você pode se incomodar com o comportamento de Evie quando ela descobre que Rob é muito rico, e pode até ser que você ache que Rob é exageradamente controlador. Mas nada é maior que as gargalhadas que você dará quanto mais conhecer a garota descomedida, apaixonada e com um imenso coração que é Evie. Uma moça como muitas que conhecemos.
Indomável, de Nick Vujicic, 240 páginas.
Milhares de pessoas já conhecem o rosto sorridente e a mensagem revigorante de Nick Vujicic, o coach motivacional que é, ele mesmo, uma motivação para todo o mundo. Apesar de ter nascido sem braços nem pernas, Vujicic não deixou de desfrutar de grandes aventuras, desenvolver uma carreira excepcionalmente compensadora e viver significativos relacionamentos amorosos. Nick Vujicic consegue superar as provações e dificuldades de sua vida ao concentrar-se na certeza de que nasceu com um propósito único e relevante. E não importa o quanto tudo pareça, às vezes, desesperador e difícil, Nick continua a acreditar, porque ele sabe: seu poder é desencadeado quando a fé entra em ação. E esta experiência de fé, esta certeza de que a dificuldade está aí para ser superada, pode ser conquistada por qualquer pessoa que realmente queira ter uma vida inacreditavelmente maravilhosa. As adversidades do mundo moderno como: problemas de relacionamento; desafios da carreira e do trabalho; preocupações com a saúde; pensamentos autodestrutivos e vícios; bullying e intolerância são infortúnios que podem ser descartados. É realmente possível conquistar o desejado equilíbrio entre corpo e mente; coração e espírito. Mas esta é uma conquista que demanda know-how;um conhecimento que Nick Vujicic tem de sobra — e está disposto a compartilhar.

fonte

3 comentários:

  1. Ola, nossa quanta novidade, amei os livros e já fiz minhas anotações dos meus preferidos!!

    Michelle, aparece no blog ^^
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Vejo q vou gastar uma fortuna neste mes!
    Um lançamento melhor que o outro!
    beeijoshttp://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu fiquei COMPLETAMENTE encantada com o título "Minha Irmã Mora Numa Prateleira". (aliás, esses dias vi em algum blog um livro que vai ser lançado com o nome de: "A Peculiar Tristeza Guardada Num Bolo de Limão". Tem nome mais lindo?

    E Garota Interrompida, é claro!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...