Blogger Widgets

[Resenha #192 ] Insurgente - Veronica Roth @editorarocco


 

Título: Insurgente - Série Divergente
Autor(a): Veronica Roth
Páginas: 512
Editora: Rocco
Classificação: 5 estrelas

Compre: Submarino

     Sinopse:
Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama - e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor.






Contém spoilers de Divergente.

 
Seguindo os eventos mortais e chocantes na conclusão de Divergente, Insurgente abre com uma Tris devastada enquanto ela luta com a perda de seus pais e sua culpa por ter matado seu amigo, Will, enquanto ele estava sob a influência de um soro que controla a mente. No ataque sobre a cidade, os membros da Erudição usam soldados da Audácia para balear membros da abnegação antes de Tris e seus amigos pudessem interromper a simulação, levando a uma execução em massa de grande parte da facção Abnegação. No rescaldo desta devastação, a facção Audácias restante se dividiu entre traidores e aliados da Erudição, e párias que são sistematicamente caçados e mortos por seus antigos companheiros de facção.

Desde do frustrado ataque para deter os da Erudição que estavam sedentos por poder, Tris, e seu namorado Tobias (o líder da Audácia anteriormente conhecido como "Quatro"), seu irmão Caleb (um desertor da Erudição), e um punhado da Abnegação sobreviventes escaparam. Enquanto Tris e seus amigos encontram refúgio temporário, seu descanso é breve, torna-se claro que a Amizade não vai tomar uma posição no conflito entre facções, nem eles procuram uma luta. Tris, Tobias e outros procuram os únicos grupos remanescentes de ajuda. Em sua busca para encontrar apoio, Tris e seus amigos são duramente testados. Amigos se tornam inimigos. Alianças e verdades secretas vem a tona. E até mesmo o elo entre Tris e Tobias pode não ser suficiente para suportar as forças que ameaçam separá-los.


"Suas mãos tremem. Tento pensar em algo útil para dizer, como 'Eu não vou morrer', mas não tenho como garantir isso. Vivemos em um mundo perigoso, e não valorizo tanto a vida a ponto de fazer qualquer coisa para sobreviver. Não há como confortá-lo." Pág. 285

Tris e Quatro finalmente revelam seus sentimentos, apenas para ser destruído durante a confusão e agitação da rebelião. Suas opiniões diferentes ficam no caminho, testando sua confiança um no outro ao ponto de se romper.  Eles têm que descobrir um entendimento mútuo de que não poderia ser resolvido em uma única página. Mas Tris tem outros problemas de relacionamento com Quatro.


  "Descobri que as pessoas são formadas de camadas e mais camadas de segredos. Você pode achar que as conhece, que as entende, mas seus motivos estão sempre ocultos, enterrados em seus próprios corações. Você nunca as conhecerá de verdade, mas às vezes decide confiar nelas." Pág. 494

Ela tem que lidar com sua enorme culpa por ter matado Will. Seus próprios obstáculos pessoais são difíceis, se não a mais difícil do que o conflito com a Erudição. Ela culpa a si mesma e tem de dizer a todos - Four, Christina, Caleb - durante uma assembléia do soro da verdade, a fim de ser aceita em Fraqueza. Ela tem que convocar toda a sua força e força de vontade para superar o obstáculo de sua mente. 


A narração através do ponto de vista de Tris é absolutamente incrível e realista. A profundidade dos sentimentos de Tris e sua maneira de lidar com suas emoções são semelhantes a Katniss em Jogos Vorazes. Este tipo de profundidade e angústia só podem ser criados de forma realista  por autores muito talentosos, e Veronica Roth é um deles.

Este livro é repleto de reviravoltas e segredos. A autora mais uma vez surpreendeu com sua escrita excepcional e enredo criativo. Se você leu este livro, você sabe tão bem quanto eu que o final é um terrível suspense.

Eu amei que o livro começa imediatamente após a conclusão dramática de divergente, com Tris, Tobias e seu grupo desorganizado de sobreviventes em busca de ajuda e cuidando de suas feridas. Como personagem, Tris está profundamente magoada, não apenas fisicamente com sua lesão no ombro, mas com as conseqüências de suas ações depois de matar um bom amigo - um segredo que ela guarda muito perto de Tobias e de todos os outros. Eu gostei dessa Tris tão conflituosa por grande parte da primeira parte do livro, incapaz até mesmo de tocar em uma arma sem recordar o trauma de matar Will, incapaz de lidar com a enorme dor escancarada da morte de seus pais. Tris, por sua vez, bloqueia e tenta se proteger da dor futura, até mesmo do menino que ela ama.


A capa consegue ser ainda mais bonita que a anterior, e a diagramação, revisão e tradução estão novamente perfeitos, parabéns para a editora pelo excelente trabalho!

Apreciei o ritmo acelerado, bem como o estilo simples e direto de narração, e momentos emocionais intensos. A culpa que Tris sentia em relação à morte de Will e da maneira que impactou suas ações. Eu gostei que Tris viu um rosto familiar em uma simulação, teve uma traição de uma fonte inesperada, e um resgate surpreendente. Eu também gostei do momento que Tris percebeu que, apesar de suas perdas e culpa, ela queria viver.
É um livro surpreendente. Recomendo a todos!

7 comentários:

  1. Ahh como eu quero ler esse livro. todo mundo está falando tão bem dessa série Divergente, e ainda falam que esse livro é melhor que o primeiro da série.

    ResponderExcluir
  2. Essa trilogia já me conquistou e não vejo a hora de sair Allegiant! Gostei muito de Divergente, mas gostei ainda mais de Insurgente! :)

    http://maisumapaginalivros.blogspot.com.br/
    Mais Uma Página

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Michelle,
    Apesar de não gostar das capas, essa série me chamou atenção...parabéns pela sua resenha....abraços.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adorei o novo visual do blog!
    Ficou PERFEITO!

    \o/

    ResponderExcluir
  5. Aaah, estou querendo muito ler Divergente *uu*
    http://sorriso-espontaneo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Esse livro é muito bom, excepcional, assim como divergente. É o meu livro favorito, amo o enredo original, sou apaixonada pelo tobias, e amo tris e quatro. Quem nunca leu trate de ler agora!!!! Muito ansiosa pelo filme.

    ResponderExcluir
  7. Oi adorei sua resenha...mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..busca.livrariasaraiva.com.br/saraiva/Reverso
    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...