Blogger Widgets

[Resenha #217] A Magia de Mistwood - Leah Cypess @editoraprumo




Nome: A Magia de Mistwood
No Original: Mistwood
Autor (a): Leah Cypess
Tradutor (a): Rita Sussekind
Páginas: 248
Editora: Prumo
Comprar: Saraiva
Classificação: 4 estrelas

Sinopse:
O reino de Samorna está em perigo e o príncipe Rokan precisa lançar mão de todos os recursos para assegurar o domínio sobre suas terras. Contra seus inimigos, muitos dos quais se encontram no próprio castelo, o príncipe percebe que não serão suficientes os conhecimentos do alto feiticeiro ou as diversas magias há muito praticadas. A única força superior capaz de garantir a concretização de seus planos é o poder da Mutante, que, retirada à força da floresta de Mistwood, sente-se compelida por um antigo feitiço a proteger Samorna e seus reis. Mas antes de mais nada precisa descobrir os segredos do príncipe que jurou proteger.


Resenha:

A magia de Mistwood tem uma premissa interessante, mistério, e romance.
Isabel é uma mutante inteligente e lendária que pode assumir qualquer forma necessária para cumprir seu objetivo principal e único - proteger o príncipe, mesmo ao custo de sua própria vida. Um mutante é um ser imortal e a mesma mutante protege o mesmo reinado por toda a sua vida.

Se passou anos desde que os seus serviços foram solicitados por isso ela está um pouco surpresa quando o Príncipe Rokan reivindica sua fidelidade. Ele quer que ela seja como um guarda-costas para protegê-lo de um assassino desconhecido. Quando Isabel é convocada pelo príncipe Rokan, ela voluntariamente deixa Mistwood com ele para voltar ao castelo. Mas algo não parece certo. Isabel não se lembra de nada do seu passado. Suas únicas lembranças são à partir do momento que Rokan lhe colocou a pulseira. Antes disso, nada.

"Vivemos, morremos e desaparecemos, e ninguém se lembra ou se importa. Mas existe apenas uma Mutante, e ela vive para sempre." Pág. 106


 

A história parece simples, mas confie em mim, esta história tem mais reviravoltas do que uma escada em espiral. Todos, incluindo o príncipe Rokan, estão mantendo segredos de Isabel. Lentamente, ela começa a desvendar todos os subterfúgios, apenas para descobrir algo horrível.

Leah Cypess não desperdiça palavras em sua escrita. Em vez disso, cada frase oferece uma riqueza de material sobre a história: a criação da cena, descrevendo-a como os pensamentos de Isabel e suas lutas. É fascinante observara mudança de Isabel ao longo deste romance.

E, claro, tenho que falar da minha parte favorita: o final, onde há uma revelação surpreendente que de alguma forma ainda consegue ser plausível ao explicar todas as ações e motivações em Mistwood. Além disso, de alguma forma, ainda era facilmente compreensível - muito impressionante. A ação foi, sem dúvida, intensa e no final, eu literalmente não conseguia parar de ler. Como todos os bons finais, terminou antes que eu estava pronta, mas isso só significa que vou estar aguardando ansiosamente o próximo livro.

O personagem que eu mais gostei foi Clarisse, a irmã de Rokan. Sua personagem definitivamente me surpreendeu. Linda e ambiciosa. Além de toda a conspiração e trama, ela é uma personagem inteligente e forte. Ela é definitivamente uma ladra de cena.

A capa é bonita e a diagramação é simples, folhas brancas, fonte muito boa, revisão e tradução muito bem feita, parabéns a editora pelo ótimo trabalho.

Em resumo, Mistwood é uma bela história, muito bem escrita, original e descritiva, especialmente as descrições do castelo e de Mistwood. Leah Cypess é certamente uma escritora talentosa. Cada movimento é brilhante e cada palavra se encaixa com harmonia. Leah Cypess criou um novo mundo onde nada é certo. Decepção está em toda parte, qualquer confiança equivocada, você pode ser traído. Qualquer movimento errado, você pode acabar morto ou pior.

Mistwood é uma estréia impressionante com um cenário vivo, personagens dinâmicos, e um clima político complexo que tudo se transformar em um final cheio de ação. Eu recomendo Mistwood para quem ama uma grande aventura de fantasia e mistério com um toque paranormal.

5 comentários:

  1. Oie,
    menina eu não conhecia o livro e confesso que a capa não me chama atenção, mas gostei bastante da sua resenha.
    Livro anotado.

    Bjs

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ooi,
    Sinceramente, a capa não chamou muita atenção e, mesmo gostando da sinopse, não é o tipo de livro que me interessa.
    Adorei o Blog, já estou seguindo *---*
    Beijos,
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá...

    AMEI sua resenha e me apaixonei pelo livro hahaha amo fantasia e mistério ;)

    Enfim, te espero lá no meu blog... Tem novidades ;)

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Tudo bem?

    Adorei sua resenha, de verdade, pois você conseguiu me fazer querer ler esse livro de primeira, já que não li nenhuma outra resenha e ainda nem tinha ouvido falar nada a a respeito dele. O mais que gostei foi dessa aura de mistério que envolve tudo, fiquei muuito curiosa *___* Parece ser uma história de tirar o fôlego, por combinar suspense, ação e romance, adoro! rs Só não gostei de saber que as folhas são brancas :( Que pena, amareladas são bem melhor né ^.^


    Estou passando também para avisar que indiquei um selo e uma tag para o seu blog, se aceitar, dê uma olhada nesse post:

    http://aoleitor.blogspot.com.br/2013/08/selinhos-10-tag-6-on-6.html

    Até mais!!
    :*

    ResponderExcluir
  5. Não tinha escutado falar sobre o livro ainda, mas apaixonei-me por ele após sua resenha. Parece ser algo muito bom. É fora do comum e isso torna o livro ótimo. A capa é maravilhosa!
    Beijos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...