Blogger Widgets

[Resenha #223] O Julgamento de Gabriel - Sylvain Reynard @editoraarqueiro




Título Original: Gabriel's Rapture
Autor: Sylvain Reynard
Editora: Arqueiro
Ano: 2013
ISBN: 9788580411850
Idioma: Português
Páginas: 384
Compre: Submarino - Saraiva

Classificação: 5 estrelas

Sinopse:
Eles estão vivendo uma paixão arrebatadora. Mas muitas pessoas são contra esse amor. Gabriel Emerson e Julia Mitchell se conheceram há muito tempo, quando ela ainda era adolescente, numa noite mágica e confusa. Mas, apesar de todo o sentimento que nasceu entre eles, no dia seguinte seus caminhos se separaram. Anos depois eles se reencontraram quando Julia começou o mestrado na Universidade de Toronto. Gabriel era um professor enigmático, sedutor e muito arrogante que a atormentava e perseguia. No entanto, o que mais fazia Julia sofrer era ele não se lembrar dela. Mas nem mesmo o insensível Gabriel é capaz de resistir à profunda conexão que existe entre eles e logo os dois embarcam numa tórrida paixão proibida. Com o fim do semestre e do curso ministrado por Gabriel, eles deixam de ser professor e aluna e enfim estão livres para viver seu amor. Ou pelo menos era o que pensavam. Após uma viagem romântica para a Itália, durante a qual Gabriel ensina a Julia todos os mistérios do prazer e, em troca, aprende com ela o significado do amor verdadeiro, os dois veem seus sonhos ameaçados. Duas denúncias junto ao Comitê Disciplinar da Universidade põem em risco o emprego de Gabriel e a carreira brilhante e promissora de Julia. Será que o professor vai ceder às ameaças ou irá lutar até o fim por sua amada? Será que essa paixão conseguirá resistir a um julgamento implacável? Na apaixonante sequência de “O inferno de Gabriel”, Sylvain Reynard constrói uma bela história de amor, da qual os leitores jamais se esquecerão.


Resenha:


O Julgamento de Gabriel é o segundo volume da Trilogia O Inferno de Gabriel, e superou todas as minhas expectativas e deu muito mais do que eu poderia esperar.

A história começa onde o Inferno de Gabriel terminou quando Gabriel e sua amada Julia foram passar alguns dias em Florença, em uma viagem romântica e eles se entregam à paixão. Gabriel mostra a Julia os prazeres da vida amorosa, enquanto Julia mexe com os sentimentos de Gabriel, algo que ele nunca experimentou antes. Mas logo a sua relação é colocada à duras provas por causa da universidade, pela inveja e mesquinhez de alguns alunos, e os ciúmes de uma ex-amante. Será que Gabriel e Julia vão desistir de seu amor?


     "- Você está me ensinado a amar e suponho que eu esteja lhe ensinando a amar também, de certa forma. Não somos perfeitos, mas podemos ser felizes. Não podemos? - Ele recuou para fitar seus olhos." pág. 65


"- Também te amo. Muito mais do que deveria, tenho certeza. Mas não sei amá-la de outra forma. - Suas palavras foram apenas um sussurro, mas incendiaram o ar.
- Também não sei amá-lo de outra forma.
- Então que Deus tenha piedade de nós." pág. 123

Às vezes, as sequências não conseguem superar o primeiro livro, mas isso definitivamente não é o caso desse. Sylvain Reynard nunca decepciona com sua escrita. Ela seduz a mente e deixa você querendo mais.

Fiquei profundamente comovida pela forma como o relacionamento de Gabriel e Julia evolui neste livro. Ambos percorrem o caminho rumo à redenção, um caminho cheio de obstáculos, mas que os leva a descobrir o verdadeiro significado de amar verdadeiramente e de ser amado incondicionalmente, em contrapartida, de perdoar e ser perdoado. É um conto muito sensual de descoberta, tanto física como emocional, e várias cenas de tirar o fôlego. A beleza e a sensualidade das cenas de amor neste livro são difíceis de encontrar nos romances.

Nesse livro eu gostei ainda mais de Gabriel do que no livro anterior. Ele demonstra ser um homem que quer mudar para encontrar perdão e dar a Julia tudo o que estiver em seu poder para fazê-la feliz, mesmo que signifique fazer alguns sacrifícios e descobrir totalmente os segredos de seu passado. E se as palavras que ele diz a Julia não fizerem você se derreter, então eu não sei o que faria.

Julia mostra uma força interior e uma força de vontade que faz dela uma das minhas personagens femininas favoritas. Fiquei surpreendida pela forma como ela enfrentou os diferentes desafios que se apresentavam. Ela sempre tem a bondade e compaixão que a caracterizam, dois dos traços que eu mais amo sobre ela, mas ela também demonstra ser uma mulher que sabe o que quer e ela está pronta para lutar por isso.

Gabriel faz uma mudança significativa neste livro e é uma transição bonita. Ele pode ser um idiota, mas ele também pode ser doce e maravilhoso e não quer nada além do melhor para a mulher que ele ama. Às vezes seu desejo, de dar a Julia tudo o que ela precisa vem a um custo de deixá-la cuidando de si mesma ou dar-lhe a opção de fazer o que ela quer. Essa necessidade quase custou Gabriel tudo o que ele tem de mais caro, mas no final, eu acho que o fez apreciar Julia, e o tipo de amor que eles sentem um pelo outro muito mais. Ele cresce tremendamente no último 1/3 do livro, o resultado final valeu muito a pena.

Assim como no primeiro livro, encontramos um monte de referências à literatura, música e belas peças de arte, e todos os elementos perfeitamente entrelaçada com a história. Mais uma vez, senti-me enriquecida em mais de um sentido.

A capa continua linda, a diagramação, revisão, e tradução estavam ótimos! E as folhas amarelas do jeito que eu gosto.

Está é uma história que prova que o amor incondicional, a aceitação e o perdão pode realmente mudar a vida das pessoas. Se você ainda não foi apresentado a esta série, você deve dar uma olhada! Eu recomendo.


1 comentários:

  1. Oii flor, seu blog esta lindo!!
    E adorei a resenha e a indicação .

    Estou passando tb para te convidar para participar de uma super promoção de niver do meu blog, corre lá...

    http://livrosumapaixao.blogspot.com.br/2013/08/parabens-para-mimm.html

    Abç!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...