Blogger Widgets

[Resenha #243] Psicose - Robert Bloch @DarkSideBooks


Psicose
Robert Bloch
ISBN: 9788566636154
Tradutor: Anabela Paiva
Ano: 2013
Páginas: 240
Editora: DarkSide
Compre: Saraiva - Buscapé
Classificação: 5 estrelas


Livro que deu origem ao mais famoso filme de suspense de todos os tempos. Psicose conta a história de Mary Crane, que foge após roubar o dinheiro que foi confiado a ela depositar num banco. Ela então vai parar no Bates Motel, cujo proprietário é Norman Bates, um homem atormentado por sua mãe controladora. Belo suspense, de tirar o fôlego!


Resenha:

Devo admitir que, assim como um monte de gente, eu já vi o filme. Psicose, de Hitchcock é um grande filme, mas não permite que você entre na cabeça dos personagens do modo que o livro o faz, por isso estou muito feliz que eu finalmente consegui ler o clássico de Robert Bloch, isso graças a editora Darkside.

Norman dirige o Motel Bates e vive na casa grande e velha que está por trás dele. O motel não é mais um negócio lucrativo, porque a estrada foi transferida e a nova estrada leva embora a maior parte dos potenciais clientes. Norman ficou amargo por conta disso porque ele tinha recebido aviso prévio da nova auto estrada e poderia ter vendido o motel na hora e ter conseguido um lucro muito bom a partir da venda e poderia ter construido um novo hotel em uma localização melhor. Mas, sua mãe rejeitou a proposta, e ele agora está preso na mesma casa que ele nasceu há 40 anos atrás e tem um negócio que não vale nada. O único consolo de Norman é que ele tem muito tempo para ler.

Norman gosta de ler. Ele lê muito e é um homem muito inteligente, embora sua escolha de material de leitura possa ser um pouco estranho. Norman também é um homem muito solitário cuja vida parece ter sido ofuscada por sua mãe dominadora.

O livro narra alternadamente os fatos que envolvem Norman Bates e Mary Crane. Ela, é uma jovem secretária que decide roubar o cheque que seu chefe confiou à ela para que depositasse no banco. Ao se refugiar em um hotel bem mais afastado da cidade, o Motel Bates, Mary acredita estar a salvo da polícia. Mal sabia ela que tinha poucas horas de vida.
A irmã de Mary, Lila e seu namorado Sam, estranhando seu desaparecimento acabam tentando desvendar o caso e fazem terríveis descobertas sobre tudo o que aconteceu.
E é assim que a história do roubo dá lugar a um surpreendente suspense que mostra a perturbação mental de Norman Bates.

 
Norman é o personagem mais intrigante, possivelmente com a exceção de sua mãe. Ele é fortemente dependente de sua mãe, que batia nele em muitas ocasiões, o que inibiu o seu desenvolvimento e o fez o que ele é. Ele podia odiá-la por isso, mas ele tinha que cuidar dela. Sua mãe vê o mundo de uma maneira diferente. Ela vê o mundo como sendo cheia de mulheres pecadoras, e fez com que seu filho pensasse o mesmo. Os dois juntos são um caso para um estudo psicológico.


Indiscutivelmente, Psicose é um estudo da loucura, especialmente a insanidade de seu personagem principal, Norman Bates, que desenvolveu uma personalidade dividida, a fim de lidar com seus problemas emocionais extremos. A insanidade de Norman é caracterizada pela violência, vozes em sua cabeça, e uma perda completa da realidade. No entanto, o elemento definidor da insanidade de Norman é a sua dupla personalidade. Cada uma dessas personalidades engloba um aspecto diferente da psique do personagem principal, e ao longo do romance, Norman Bates luta para se equilibrar. O livro parece sugerir que a insanidade de Norman vem como resultado do controle abusivo da sua mãe puritana.




A editora Darksides está mais do que de parabéns pelo excelente trabalho, tanto por trazer esse livro para nós leitores desse gênero, como com o excelente trabalho na capa, diagramação, revisão e tradução, tudo perfeito!!


Psicose ainda permanece como um dos mais memoráveis experiências que qualquer fã do gênero pode ter. E se você gosta do filme de Alfred Hitchcock, então você provavelmente vai apreciar o livro também. Há diferenças suficientes no livro para mantê-lo preso na leitura e querer sempre saber mais. É uma leitura fácil e muito difícil de largar. Posso dizer que achei o livro muito melhor que o filme! Mais que recomendo!!



6 comentários:

  1. Olá Michelly,

    Esse livro parece ser realmente bom, mas a capa é muito ruim...kk...mas sua resenha esta ótima.....abraços.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu não assisti ao filme :X Mas acho que quero sim ler o livro, muita gente gosta, e diz ser bom demais
    Adorei a resenha *--*

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Não conhecia o livro mais parece ser bom! Adorei a resenha e as fotos também estão ótimas.

    Beijos
    http://www.sonhandocomlivros.com/

    ResponderExcluir
  4. Acho que sou a única que ainda não assistiu ao filme, rsrs. Espero assisti-lo. E agora com a sua resenha fiquei muito curiosa em ler também o livro. Parece ser muito bom ;D

    ResponderExcluir
  5. Simplesmente apaixonada, gosto muito de livros assim que tenham sequestros e personagens loucos mentais, é realmente maravilhoso, ainda mais se o livro contém sangue e morte!
    http://abcddolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Michelle,
    A Darkside está de parabéns mesmo, estão fazendo um trabalho fantástico.
    Eu não vi o filme, mas tenho curiosidade. O livro parece ser maravilhoso.
    bjs

    http://entrepaginasesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...