Blogger Widgets

[Resenha #252] Todas as coisas que eu já fiz - Gabrielle Zevin @editorarocco


Todas As Coisas Que Eu Já Fiz
Autor (a): Gabrielle Zevin
Páginas: 384
Editora: Rocco
Skoob
Classificação: 5 estrelas

Compre: Buscapé
Saraiva

Sinopse:
Nova York não é um lugar bacana no ano de 2083. Chocolate e café são ilegais, a água é cara e os banhos não podem ultrapassar 90 segundos, a comida é racionada, ninguém tem permissão para ter celulares, e-mails são pagos e todos os menores de 18 anos têm de obedecer a um rígido toque de recolher.  Em uma cidade falida, onde as leis mudam com tanta rapidez que é difícil saber quando se comete uma infração, Anya Balanchine tenta apenas levar uma vida normal, ou tão normal quanto possa ter num ambiente altamente controlado. Anya é filha de Leonyd Balanchine, um dos grandes chefões do crime organizado, cabeça da Balanchine Chocolate, responsável pela distribuição ilegal de chocolate e outras operações pouco nobres no mercado negro. Leonyd morreu anos atrás, mas até hoje sua influência é sentida pela jovem. A vida de Anya não é fácil. Entre as obrigações em casa e as tarefas da escola, Anya não tem muito tempo para se meter em encrencas. Mas tudo muda quando ela é acusada de envenenar com uma barra de chocolate seu ex-namorado, Gable Arsley. Forçada a defender seus interesses e a tomar atitudes que vão contra o que acredita, cabe à Anya proteger seus irmãos e impedir que seus parentes acabem destruindo uns aos outros.


Resenha:

Eu fiquei viciada no momento em que comecei a ler este livro. A autora cria uma história que te puxa para dentro do mundo de Anya e não te deixa sair até as últimas palavras.

"Todas as coisas que eu já fiz" nos joga em um futuro distópico distante em 2083, Nova York, onde os livros de papel não são mais impressos, a água é racionada, chocolate e café são ilegais, e o toque de recolher é aplicado em toda a cidade. Anya, de 16 anos, é a filha do falecido mafioso russo e magnata do chocolate Leo Balanchine, ele e sua mãe foram assassinados, inclusive seu pai foi baleado e morto na frente dela. Os negócios da família continuam funcionando sob a administração de seu tio. Anya mora com sua avó que é a guardiã legal, mas está morrendo, sendo mantida viva por máquinas, e cuidar dos irmãos sobra para ela. Outro problema que recai sobre ela é de ser acusada de ter envenenado o chocolate de seu ex-namorado e, ela também acaba se apaixonando pelo filho do chefe da polícia.

O suspense aumenta e nos perguntamos como Anya irá lidar com a necessidade de enfrentar esta terrível acusação, bem como a realização de quem ela é e se ela vai escolher entre a família ou seguir seu próprio caminho. O livro explora diversos temas como laços de família, que são muito fortes e que se pode facilmente entender e seguir o seu coração e aceitar os sacrifícios que vão com ele; fidelidade - quem você é, suas crenças e seus amigos e familiares.

O enredo permite que os personagens se infiltrem em seu coração e você fica querendo desesperadamente saber mais sobre eles.Todos os personagens do livro são extremamente bem escritos, realistas e bem desenvolvidos, e me senti emocionalmente envolvida com eles. Suas relações entre si são complexas e intrigantes.

Eu amei Anya, bem como o resto dos personagens principais. Anya constantemente se esforça para proteger a sua família, ela
é profundamente complexa. Existe algo mais doloroso do que um personagem que tem que escolher entre o que ela quer para si e para o que ela precisa fazer para cuidar das pessoas em sua vida? Sua jornada através destas decisões é fascinante, e sua lealdade, inteligência e ferocidade são invejáveis. Mas ela não é perfeita, ela mantém uma magoa, ela sempre acha que sabe mais, e ela nem sempre ouve as pessoas que ela ama quando ela acha que tem uma resposta melhor. Há momentos neste livro onde ela está impiedosamente brutal. Eu adoro ver um personagem maravilhoso com falhas realmente legítimas. E, finalmente, é claro, como mesmo tendo pessoas erradas em nossas vidas, nós os amamos de qualquer jeito. Eu admirei a personalidade, atitude e coragem de Anya.

Eu gostei também de Leo, um personagem complexo, com a idade de oito anos, ele foi o sobrevivente de uma tentativa de assassinato que deu errado. Embora Leo é o irmão mais velho, seu desenvolvimento mental ainda é a de uma criança de oito anos de idade. Portanto, Anya está no comando da casa. Ele me lembrou de Lenny de (Ratos e Homens, Of Mice and Men), com a sua mente inocente envolta em um corpo de homem. Eu só queria abraçá-lo e fazê-lo acreditar que um dia tudo ficará bem. Eu também gostei de Win, ele era o completo oposto de Anya, mais silencioso, mais em sintonia com seus sentimentos e capaz de mostrar emoção, trazendo um lado mais suave de Anya.

O que dizer da capa? Me conquistou desde que eu vi, simples e bonita. A diagramação, revisão e tradução perfeitos, parabéns a editora pelo excelente trabalho.

"Todas as coisas que eu já fiz" de Gabrielle Zevin foi um livro completamente emocionante e divertido. A escrita realmente me fisgou desde o primeiro capítulo. Eu não acho que eu possa realmente colocar em palavras o quanto eu adorei esse livro e eu estou muito animada para ler o próximo da série. Mais que recomendo.

50 comentários:

  1. Oi,
    nossa nunca tinha ouvido falar desse livro, mas parece ser bem interessante, mas a acapa não me conquistou tanto como com vc rsrsrs

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Fico imaginando 2083 sem livros impressos, como deve ser??? OMFG!
    Adoro suspense, e ainda quando misturado a uma boa distopia tem tudo para eu favoritar. =D Anya parece daquelas personagens que a gente ouve falar e já gosta sem nenhuma hesitação. Vou adorar ler a vida complexa de Anya... Pela capa nunca diria que se trata de uma distopia, foi até bom eu ter lido a resenha. Beijão!

    Rafa do leiturasvivas.com

    ResponderExcluir
  3. Confesso que quando vi a capa desse livro pensei em algo totalmente diferente para ele..tipo NY e corações partidos, nada de distopias e suspense mas gostei mto do enredo e da sua resenha, fiquei com vontade de ler!

    ResponderExcluir
  4. oie Mi
    Não conhecia o livro, mas já me interessei por ser distopia. Como assim café e chocolate ilegais? gentem, eu iria morrer rs
    Depois da sua resenha super empolgante, preciso desse livro na minha estante (até rimou rs)
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Adorei a resenha! Simplesmente achei incrível essa distopia, algo bem diferente e envolvendo crime organizado. Nunca pensei em contrabando de chocolate. Imagina chocolate e café sendo ilegais. Fiquei muito curiosa. Ótima resenha.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Só vi comentários positivos sobre esse livro!
    Adoro histórias com personagens que se aproximam da nossa realidade, com personalidades fortes, mas ao mesmo tempo erros que são tão comuns em nosso meio!
    Espero ter a oportunidade de lê-lo logo!
    Ótima resenha, muito bem escrita, parabéns!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Parece muito interessante, e gosto de livros distópicos eles nos prendem na narrativa. Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  9. Que legal essa história, magina! Proibir chocolate e café!! Loucura,kkkkkk, amaria ler esse livro!

    ResponderExcluir
  10. Só de o livro ter suspense já me chama a atenção!
    Infelizmente eu não posso concordar com você em relação à capa :S eu não gostei muito dela não....
    Adorei a resenha e com certeza vou dar uma chance *-*
    Valeu pela dica

    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Surpreendente ! Não conhecia o livro ou a autora e história e pela sua empolgação e a resenha a história vale a pena ser lida. Só uma coisa, como assim o CHOCOLATE é proibido ? Como vou sobreviver a isso ? kkkkkkkkkkkk Quero esse mundo não.

    www.quatroamigaseumlivroviajante.com

    ResponderExcluir
  12. Um mundo sem chocolate, eu ia morrer rsss..... Ia ter que ser mafiosa tbm.... Um enredo bem interessante, fiquei louca para ler

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia o livro mas adorei sua resenha e a sinopse. Gostei da história e pretendo ler o livro.

    ResponderExcluir
  14. Já conhecia o livro de vista,mas me surpreendi com a história.Vale a pena lê-lo sem dúvida.

    ResponderExcluir
  15. Depois de ler a sinopse desse livro fiquei morta de curiosidade. Distopia é um gênero que está na moda e eu nunca canso de adicionar uma nova na minha lista de desejados. Entretanto gosto de originalidade e creio que essa obra tem!

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Outra resenha positiva! Vontade de ler a mil!

    ResponderExcluir
  17. Me apeguei a sinopse imediatamente e já vi que trata-se de uma série. Só não descobri quantos livros. Estou louca para conhecer mais essa distopia (que não foge muito do que eu acredito que acontecerá) . Aliás, distopias nos fazem pensar.

    ResponderExcluir
  18. Olha só... eu que sou avessa a distopias - só 2 me interessaram até agora mas ainda me as li... E vc vem com essa resenha gostosa, mostrando uma narrativa envolvente, com personagens cativantes, mesmo os secundários... uma história que faz a gente torcer pela Anya e querer que dê tudo certo no final! Adorei a tensão!

    ResponderExcluir
  19. Acho absurdo que nn fico sabendo de livros como esse. Nunca tinha ouvido falar mas pela sinopse, e pela resenha, ja sei o que estou perdendo.Eu tenho um amozinho por distopicos, e sabendo que esse faz parte desse mundo, ja me sinto completamente atraida por ele. Acredito que tenha romance tbm ne? vc nn comentou mt sobre isso hueeheuehue nn entendi a parte do Leo,ele tem quantos anos? enfim. Quase esqueci de comentar sobre as loucuras que sao proibidas.. CHOCOLATE ? serio?? eu preciso ler esse livro ! beijo e linda resenha.

    ResponderExcluir
  20. Linda essa capa! Achei que a Rocco alterou muito o "modelo" da capa para o 2º livro, né? Essa é muito mais fofa! rs
    Esse livro me interessou desde que fiquei sabendo do lançamento, ano passado.
    Me parece uma distopia diferente das que já li e fiquei super curiosa em conhecer!

    ResponderExcluir
  21. Adoro livros que falam sobre um "futuro distante", mas não conhecia esse livro. Sua resenha é muito boa e agora estou super ansiosa para ler!!
    E, como assim, chocolates são proibidos?? haha'
    Gostei demais da capa!!
    Quero leeeeer!!

    ResponderExcluir
  22. Mais um livro dessa nova onda distopia, um gênero que está na moda hoje em dia.
    Li poucos livros distópicos e gostei bastante de alguns deles. Esse é um livro que me chamou a atenção, parece ser interessante.
    Estou bastante curiosa!

    ResponderExcluir
  23. Conheci teu blog agora, mas estou adorando tuas resenhas. Me interessei bastante por esse livro depois de ler a sinopse, e com tua resenha melhorou ainda mais. Espero poder lê-lo em breve.
    Abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  24. Ah, já vi esse livro na Saraiva e o título foi o que mais me chamou a atenção, por incrível que pareça . Depois, conheci os livros distópicos e só agora fico sabendo que esse é um. :D :D
    Sua resenha só me deixou mais curiosa!

    ResponderExcluir
  25. A Rocco está com umas capas belíssimas ultimamente. A história parece muito cativante e fofa, a primeira resenha que estou lendo sobre o livro e eu já curti bastante essa obra, que como sempre, já esta na minha enorme/gigantesca lista de desejados-favoritados rsrsrs *--*

    Beijooos.
    Lauro,
    http://entreversosepaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Eu adoro distopias! Já fiquei com vontade de ler na sinopse e depois da resenha preciso desse livro! Fiquei curiosa para saber o desfecho depois da acusação de envenenamento. Além da premissa chamar a atenção, a escrita ainda é boa. Com certeza quero ler!!

    ResponderExcluir
  27. Ameiiii sua resenha!! Uma história emocionante e divertida e que não conseguimos parar de ler é tudo que eu amo. Com certeza irei ler...

    ResponderExcluir
  28. Poxa, achei bem diferente, fiquei com muita vontade de ler o livro. Gostei muito da resenha. Obrigada.

    ResponderExcluir
  29. bem diferente a historia dessa adolescente de 16 anos que vive numa nova york bem diferente de hoje aliais em um futuro bem distante em 2083 onde a água é racionada, chocolate e café são ilegais, e para piorar ainda e filha do falecido mafioso russo e magnata do chocolate. uma histroia bastante diferente que quaro conhecer.

    ResponderExcluir
  30. Enquanto escrevo este comentário estou rindo. Se isso fosse verdade muita gente estaria perdida, "os viciados" de 2.083 vão querer chocolate??? Como seria bom se isso fosse hoje, ao invés de cocaína, café e chocolate. Pena que não vou estar viva para saber como realmente as coisas vão estar, certamente a água vai estar racionada, mas tenho a impressão que a tecnologia nunca será proibida, mas ficção é ficção.
    Nome de seguidora:Miriam Guiraldelli

    ResponderExcluir
  31. Eu adoro distopias, mas ainda não conhecia este livro. Imagino este mundo impossível, sem celular e chocolate?? Que horror. Gostei, vou adicionar pra ler.

    ResponderExcluir
  32. Poxa gente que história legaaaal! Eu adooorei!! Nossa em Nova York em 2083, chocolate proíbido???????????? Como assim, eu não aceito isso, hahaha. Achei a história bem interessante e parece ser daquelas que prende a gente do inicio ao fim!!!

    ResponderExcluir
  33. Eu ainda não conhecia esse livro, mas fiquei bastante animada pela sua resenha!! E amo distopias diferentes. A capa linda e espero comprar logo.

    ResponderExcluir
  34. A primeira vez que vi esse livro pensei: "como assim chocolate se tornará ilegal?!" e é claro, ja fiquei curiosíssima e animadíssima para lê-lo =)

    ResponderExcluir
  35. Sem livros de papel? Água racionada? Chocolate Ilegal? Como assim?????
    Fiquei curiosa!

    ResponderExcluir
  36. Nunca li distopias, mas essa me deixou com vontade de começar a curtir esse tipo de livro. Curiosíssima!

    ResponderExcluir
  37. Tenho uma paixão enorme por livros distópicos e devo dizer que a sinopse/resenha desse livro me intrigaram pra valer. Espero ter a oportunidade de desvendar os mistérios desse livro com uma cópia nas mãos ;)

    ResponderExcluir
  38. 2083? puxa!!
    Não imaginava que fosse uma distopia... o que me deixou mais interessada!
    Com certeza vou ler!! =D
    Amei a resenha!

    ResponderExcluir
  39. Gosto bastante de distopias e esse sobre coisas que não podemos fazer mais, ficou bem legal quero ler já faz um bom tempo e gostei muito da sua resenha mais explicativa.

    ResponderExcluir
  40. Olhando somente a capa, não se imagina que se trata de uma distopia, inclusive parece um chik-lit da vida. Eu gostei muito do tema e fiquei super curiosa, amo distopias.

    ResponderExcluir
  41. Adoro livros de distopia, adorei o enredo da história! Ultimamente só leio livros com esse tema e com certeza, fiquei louca para ler este livro!

    ResponderExcluir
  42. Essa história de serem proibidos o café e o chocolate me lembrou 1984! Hahaha, essa capa é bem diferente por se tratar de uma distopia, mas concordo com você, é realmente muito bonita :)

    ResponderExcluir
  43. Nunca ouvi falar desse livro, mas me interessei.

    ResponderExcluir
  44. Primeiro de tudo, linda capa, a história parece ser daquelas que te prende e que você lê rapidinho, fiquei com muita vontade de ter esse na minha estante.

    ResponderExcluir
  45. Essa capa me enganou completamente. Logo quando a vi, imaginei que era um triller policial ou algo do tipo, e eis que descubro que é uma distopia. Como gosto dos dois gêneros, isso passa batido. Em relação a história em si, gostei bastante (apesar de não conseguir me imaginar vivendo em um mundo sem chocolates e café. Rsrsrs). Pretendo ler em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  46. Mais um livro que eu quero muito ler! Amei sua resenha!

    ResponderExcluir
  47. Como eu adoro Distopia com certeza vou querer ler este livro! Vixi, pelo visto eu não sobreviveria em um mundo assim kkk Não consigo passar mais de dois dias longe de chocolate! :S A leitura promete hein!

    Bjs
    @tibiux

    ResponderExcluir
  48. Não conhecia esse livro, mais realmente viver sem chocolate não dá, é uma estória bem original, ainda mais quando envolve um assasinato nessas condições, adorei essa resenha e olha que pela capa não ia me interessar.

    ResponderExcluir
  49. Não conhecia o livro e pela capa nunca imaginaria que era uma distopia. Com certeza é bem diferente das distopias que ja li. Uau chocolate proibido mas que mundo mais triste. Esse é um exemplo de livro que não compraria pela capa, mas com certeza se eu parasse para ler a sinopse com certeza levaria para casa. Gostei de que a Anya tenha seus defeitos faz ela mais humana.

    ResponderExcluir
  50. A capa me chamou atenção e por causa disso fui atrás de resenhas e a sua selou com chave de ouro a opinião dos outros..Estou louca pra ler, pois pelo visto vai pe prender do início ao fim. Adoro livros distópicos..Valeu mesmo pela dica.
    Bjs e sucesso

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...