Blogger Widgets

[Resenha #299] O Visconde que me amava - Julia Quinn @editoraarqueiro



Título original: The viscount who loved me
Editora Arqueiro
Literatura estrangeira /Romance de época
Número de páginas: 304
Skoob
Classificação: 4 estrelas
Compre: Submarino


     Sinopse: Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva. Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela. Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele. Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.


Resenha:

Kate Sheffield e sua meia-irmã Edwina, chegam à Londres para a sua primeira temporada a procura de um noivo, mas Kate acredita que não tem nenhum atrativo, assim sendo Kate e sua madrasta viúva esperam que Edwina, a bela da família, encontre casamento. Embora, Kate sonhe em encontrar um cavalheiro de bom coração para se apaixonar por ela um dia. Por enquanto, a sua missão é certificar-se que Edwina encontre a pessoa certa, um verdadeiro "Mr. Right".



Certamente, Anthony Bridgerton não é o "Mr. Right" que Kate tem em mente para a irmã. Ele é o mais libertino solteiro de Londres, e suas façanhas aparecem regularmente na coluna de fofocas do jornal de Lady Whistledown, que são lidos avidamente por Kate e sua irmã. Mas, quando este encantador e bonito rapaz começa a cortejar Edwina, Kate tenta cortá-lo fora do caminho.

A coluna de fofocas do jornal de Lady Whistledown relata que ele poderia estar à espreita de uma esposa, e é verdade, mas somente porque seu amado pai morreu subitamente com a idade de 38 anos, deixando para trás uma família e uma esposa que o amava desesperadamente. Anthony "sabe" que ele também vai morrer jovem, e como um visconde, é esperado que ele se case e tenha um herdeiro. Ele decide que, se ele tem de se casar, vai ser com uma jovem que é bastante agradável, atraente, inteligente, mas alguém a quem ele nunca poderia se apaixonar. E à Edwina Sheffield cabe todos esses requisitos. Mas, somente Kate bloqueia seu caminho .

Kate e Anthony não gostam um do outro desde a primeira vez. Aos seus olhos, ela é apenas a irmã mais velha intrometida de posse de uma inteligência afiada que quer manter Anthony longe de sua irmã. E aos olhos dela, ele é um playboy que está ansioso para se comprometer com Edwina somente por dever. Descobrimos em breve, que as primeiras impressões são muitas vezes erradas.

Kate e Anthony acabam se tornando um herói excepcional e uma grande heroína, e eu terminei este livro com um grande sorriso em meu rosto.

Anthony é um aristocrata arrogante típico, mas com uma forte devoção à família. Enquanto sua crença sobre sua mortalidade seja estranha, ele é quase perfeito. Ele pode ser super doce quando ele quer, e honrado. 



A capa continua linda, e o trabalho da editora está perfeito! Tanto na diagramação quando na revisão.

A autora é mestre na escrita espirituosa e engraçada. O romance é fantástico. Desenvolve-se lentamente, os dois personagens tentam completamente ignorar seu amor um pelo outro, até que ambos falham miseravelmente. O enredo é ótimo, gostoso de ler e quando você se dá por si, terminou de ler. O Visconde que me amava" foi uma leitura divertida, comovente e não tem como não se apaixonar por tanto Kate quanto por Anthony. Mais que recomendo!



3 comentários:

  1. Esse livro está na minha meta!
    Linda capa né?
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha! Não sei porquê, mas este livro me lembrou um pouco Orgulho e Preconceito. Espero conseguir lê-lo ainda esse ano.

    ResponderExcluir
  3. Todos dizem super bem dessa série, vou lê-la, amo romances históricos, creio que não vou me decepcionar com a escrita da autora.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...