Blogger Widgets

[Resenha #323] 2001 uma odisseia no espaço - Arthut C. Clarke @editora_aleph


2001 - Uma Odisseia No Espaço
Título Original: 2001 - A Space Odyssey
Autor: Arthut C. Clarke
336 páginas.
ISBN: 9788576571551
Editora Aleph
Skoob
Classificação: 5 estrelas

Compre: Saraiva
Sinopse: No alvorecer da humanidade, a fome e os predadores já ameaçavam de extinção a incipiente espécie humana. Até que a chegada de um objeto impossível, além da compreensão das mentes limitadas do homem pré-histórico, prenunciasse o caminho da evolução. Milhões de anos depois, a descoberta de um enigmático monolito soterrado na Lua deixa os cientistas perplexos. Para investigar esse mistério, a Terra envia para o espaço uma nave tripulada por uma equipe altamente treinada, assistida por um computador autoconsciente. Do passado distante ao ano de 2001, da África a Júpiter, dos homens-macacos à inteligência artificial HAL 9000, penetre a visão de um futuro que poderia ter sido, uma sofisticada alegoria sobre a história do mundo idealizada pela mente brilhante de Arthur C. Clarke e imortalizada nas telas do cinema por Stanley Kubrick.

Resenha:

Este trabalho é, provavelmente, um dos mais famosos e conceituados romances de ficção científica da história. Ele descreve o encontro da humanidade com uma antiga raça alienígena, a partir de milhões de anos atrás, quando os seres humanos estavam apenas emergindo como um grupo distinto de macacos na África.



Basicamente o livro consiste de 3 partes principais:
O começo, situado no alvorecer da raça humana quando homens-macacos encontram um monólito gigante de origem desconhecida que lhes ensina as habilidades rudimentares necessários para caçar. Depois, a história avança 3 milhões de anos para o ano de 1999, quando ao escavar a lua, descobriram um monólito negro que é perfeitamente simétrico na sua construção e, por conseguinte, foi criado artificialmente. Eles não têm idéia do que ele faz, mas eles descobrem que ele tem 3 milhões de anos datado de carbono. Este é o primeiro sinal de vida inteligente fora do nosso mundo e há entusiasmo óbvio. E assim enquanto eles estão examinando-o, há um nascer do sol na lua e quando os raios do sol brilham no monólito, pela primeira vez em alguns milhões de anos, uma explosão de energia dispara a partir dele para o espaço sideral.

Mais uma vez, a história avança alguns anos para 2001. David Bowman e Frank Poole são dois astronautas a bordo da nave espacial a caminho de Saturno para um estudo planetário. Eles têm mais 3 membros em "hibernação" ou animação suspensa. E o seu computador é uma maravilha da tecnologia, o HAL 9000.  Inevitavelmente, algo dá errado e as vidas de toda a tripulação são colocadas em perigo.

Sobre os personagens, gostei de Hal, ele é um robô, o mais psicologicamente complexo dos personagens do livro. Concebido dentro do laboratório, ele possui uma consciência criada artificialmente, a mesma que a do homem. À medida que a história se desenvolve, o mesmo acontece com Hal. Ele começa a mostrar sinais de emoção, algo que ele não tinha sido explicitamente programado para exibir. Ele torna-se consciente de si mesmo como alguém que age e faz escolhas. Isto leva Hal primeiro a sentir-se culpado, ele vê que ele está agindo de forma desonesta. Então, quando ele é ameaçado de ser desligado, Hal enfrenta a perda definitiva. Ele veio para valorizar o seu processo consciente tanto quanto os seres humanos valorizam suas próprias vidas. Ele concebe a si mesmo como um indivíduo e valoriza a sua existência.

O que mais me impressionou nesse livro, foi a precisão com que Arthut C. Clarke previu determinadas tecnologias, como a internet. Enquanto, ele foi um pouco otimista demais em pensar que poderíamos ter avançado na inteligência artificial e em naves espaciais capazes de vôos tripulados para Saturno até o ano de 2001, este livro foi escrito antes do primeiro pouso na Lua, e mesmo assim, a maioria dos vários dispositivos e linguagem não parecem ultrapassados, mesmo meio século depois. 






O que dizer da capa? Simplesmente perfeita. O livro vem dentro de um box, e ele é todo preto com as folhas em volta também em preto, fazendo uma referência ao monólito da história, gênial!! A diagramação, revisão e tradução perfeitos. A editora está de parabéns pelo excelente trabalho!!

2001: Uma Odisséia no Espaço explora a inovação tecnológica, as suas possibilidades e os seus perigos . Dois perigos particulares da tecnologia são explorados em grande detalhe. Em primeiro lugar, Hal apresenta os problemas que podem surgir quando o homem cria máquinas, cujo funcionamento interno ele não entende completamente. Em segundo lugar, o livro explora os perigos que a inovação tecnológica pode trazer. Este livro é um clássico que todos devem ler. Recomendo!!


1 comentários:

  1. Eu assisti ao filme que é incrível, vale a pena ver! Traz uma excelente mensagem sobre o ser humano. Já o livro, vi no site e fiquei interessadíssima em ler, porém, como minha lista de leitura está bastante extensa, não posso ficar adicionando livros à ideia! rs. Mas assim que possível vou comprar para ler.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...