Blogger Widgets

[Resenha #394] Graffiti Moon - Cath Crowley @CathCrowley @EdValentina



Título: Graffiti Moon
Autor (a): Cath Crowley
Editora: Valentina
Páginas: 240
Ano: 2014
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre:Saraiva / Submarino


Uma aventura emocionante e perigosa como um grafite clandestino. Uma noite de arte e poesia, humor e autodescoberta, expectativa e risco e, quem sabe, amor verdadeiro. Um artista, uma sonhadora, uma noite, um significado. O que mais importa? O ano letivo acabou, aliás, o último ano do ensino médio. Lucy planejou a maneira perfeita de comemorar: essa noite, finalmente, ela encontrará o Sombra, o genial e misterioso grafiteiro, cujo fantástico trabalho se encontra espalhado por toda a cidade. Ele está de spray na mão, escondido em algum lugar, espalhando cor, desenhando pássaros e o azul do céu na noite. E Lucy sabe que um artista como o Sombra é alguém por quem ela pode se apaixonar — se apaixonar de verdade. A última pessoa com quem Lucy quer passar essa noite é o Ed, o cara que ela tem tentado evitar desde que deu um soco no nariz dele no encontro mais estranho de sua vida. Mas quando Ed conta para Lucy que sabe onde achar o Sombra, os dois de repente se juntam numa busca frenética aos lugares onde sua arte, repleta de tristeza e fuga, reverbera nos muros da cidade. Mas Lucy não consegue ver o que está bem diante dos seus olhos.


Resenha:





Lucy já terminou o ensino médio e ela é uma apaixonada por arte. Mas, principalmente, ela ama Sombra, um artista misterioso cuja arte ela segue. Sombra é um grafiteiro que pinta muros e em qualquer lugar que ele pode na cidade. Por causa da conexão de Lucy com a arte de Sombra, ela acredita que ele é a pessoa certa para ela e sai para encontrá-lo. Mas cada vez que ela se aproxima, o perde por apenas alguns segundos.

Ed, um cara da sua aula de arte que abandonou a escola, e na época ela deu-lhe um nariz quebrado em seu primeiro encontro, lhe diz que sabe como achar Sombra, e irá leva-la em uma excursão à seus lugares secretos, na esperança de encontrá-lo durante o curso da noite. Mas para encontrar Sombra, Lucy precisa olhar um pouco mais perto, porque ele pode ser alguém que ela sabia o tempo todo.


Embora a história se passa durante as horas de apenas uma noite, nós aprendemos muito sobre Lucy, o passado de Ed e também sobre suas famílias. A história é narrada em primeira pessoa pela Lucy e pelo Ed. A natureza da trama exige temos perspectivas de ambos os personagem, e ficou ótimo. Tanto Lucy quanto Ed são narradores fortes, e eles gostam de dar suas opiniões. Eles também são muito independentes, a ponto de teimosia, mas isso só torna ainda mais cativante.

Eu absolutamente adorei todos os personagens. Ambos Lucy e Ed foram incríveis e eu me senti muito ligada a eles. Eu adorei ver o romance crescer, porque não foi uma coisa instantânea, apesar de seu relacionamento passado um com o outro. Os dois estão totalmente apaixonados, apesar do quanto eles querem combatê-lo. Os personagens secundários foram inigualáveis. Também gostei muito dos poemas, eles são profundos e cheio de significados. Foi bonito de se ler.

A escrita da autora é maravilhosa. Cath Crowley tem um estilo de escrita que é lírica, cativante, fluída. Leitura rápida e viciante, quanto menos você esperar já terminou de ler!


Que capa mais linda é essa? A editora Valentina está de parabéns pelo extremo cuidado e dedicação a esta obra. A diagramação, revisão e tradução estão excelentes!

"Graffiti Moon" é realmente uma leitura surpreendente e reveladora. Eu tenho que tirar o chapéu para Cath Crowley, porque enquanto ela estava descrevendo a arte de Sombra, foi feito tão bem que se tornou muito real. Era quase como se eu estivesse lá com os personagens e eu adorei isso. Mal posso esperar para ler mais desta autora. Recomendo a todos!


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...