Blogger Widgets

[Resenha #460] Ser Feliz É Assim - Jennifer E. Smith @galerarecord @JenESmith



Ser Feliz É Assim
Título Original: This is What Happy Looks Like
Autor(a): Jennifer E. Smith
Editora: Galera Record        
Páginas: 400
ISBN: 9788501047786
Skoob
Classificação: 3 estrelas
Compre: Saraiva


A vida — assim como o amor — é cheia de conexões inesperadas e enganos oportunos. Uma ligeira mudança no curso pode gerar consequências surpreendentes. Afinal, às vezes, o desvio, o atalho é o verdadeiro caminho. A estrada que deveríamos ter escolhido desde sempre... Se pelo menos tivéssemos a coragem de fazer do coração nossa bússola.
Graham Larkin e Ellie O'Neill não poderiam ser mais diferentes. O rapaz é um ídolo adolescente, um astro das telas de cinema; uma vida calcada na imagem. O cotidiano constantemente sob o escrutínio dos refletores. Agentes, produtores, RPs, assessores... Já Ellie passou a vida escondida nas sombras, fugindo de um escândalo do passado enterrado em sua árvore genealógica.
Mas, mesmo sem aparentemente nada em comum, os dois acabam se conhecendo — ainda que virtualmente — quando Graham envia a Ellie, por engano, um e-mail falando sobre o porco de estimação Wilbur. Esse primeiro contato leva a uma correspondência virtual entre os dois, embora não saibam nem o nome um do outro. Os dois trocam detalhes sobre suas vidas, esperanças e medos.
Então Graham agarra a chance de passar tempo filmando na pequena cidade onde Ellie mora, e o relacionamento virtual ganha contornos reais. Mas será que duas pessoas de mundos tão diferentes conseguirão ficar juntas? Será que o amor é capaz de vencer — mesmo — qualquer obstáculo? E mais importante... é possível separar ilusão de realidade quando o coração está em jogo?


 
A história é escrita em terceira pessoa do ponto de vista entre Ellie e de Graham. A história começa quando Graham Larkin, uma estrela do cinema, envia acidentalmente a Ellie um e-mail em vez de enviá-lo para alguém que vai tomar conta de seu porco de estimação, Wilbur. A vida de Ellie é simples, ela mora numa cidade pequena no Maine, trabalha em uma sorveteria, e junta dinheiro para realizar seu sonho. Graham, por outro lado só quer que as pessoas o vejam pelo que ele é. Ele está cansado das pessoas, especialmente as meninas, que o tratam de maneira especial só porque ele é uma celebridade.


Eles trocam e-mails sem saber o nome da pessoa por três meses, e acabam revelando suas angústias, medos, planos de vida, e detalhes da suas vidas. Graham está louco para conhecer Ellie e ele tem um plano. Ellie, por outro lado, nem faz idéia a quem ela se refere como "G", na verdade é o Graham Larkin, o novo galã de todos os adolescentes nos Estados Unidos. O ator planeja usar sua influência sobre seu diretor de um novo filme que está estrelando, para que o filme seja filmado na cidade do Maine. A equipe do filme nem desconfia que na verdade, Graham tem seus próprios interesses no Maine, conhecer Ellie e levar sua amizade para o próximo nível. Mas, é claro, as coisas nunca são tão fáceis. Ellie tem um segredo de família e precisa ficar fora dos holofotes e tornando-se a nova garota de Graham Larkin não vai ajudá-la na situação. Mas, apesar de sua mãe insistir que ela deve ficar longe de Graham e ela sabe que deve, ela obviamente não quer. Embora seja difícil para Ellie querer estar com Graham, mas todos os olhares estão direcionados a ele, e os paparazzi estão constantemente o seguindo, Ellie não quer deixar abalar os sentimentos que ela tem por ele em seu coração. As coisas começam a separá-los, realmente não está claro se Ellie e Graham vão chegar para ver o que é ser feliz.


Família e amizade são temas importante neste livro. Os dois personagens principais ajudam um ao outro para resolver seus conflitos familiares, o que eu realmente amei porque mostra que esses personagens são compassivos e carinhosos. Nossa personagem principal, Ellie esta cheia de esperança e sonhos que podem nunca se tornar realidade, mas sua positividade a mantém durante a maior parte do tempo. No entanto, houve momentos em que ela se tornou muito chorosa. Quanto a Graham, eu gostei dele, seu humor me manteve absorvida ao longo do romance e sua crença em tornar o impossível possível foi comovente. Fiquei irritada com a mãe de Ellie, simplesmente não consigo entender as suas razões para manter Ellie afastada do pai, achei ela muito egoísta.


Fiquei decepcionada com a capa nacional, para quem não viu ainda, a capa original americana é muito mais bonita e tem muito mais haver com a história. Bom, quanto a diagramação, revisão e tradução estão ótimos.

O final do romance é deixado em aberto, deixando o leitor querendo saber o que vai acontecer entre Ellie e seu pai, e se seu relacionamento com Graham vai sobreviver a imensa distância entre seus dois respectivos mundos. Há espaço para uma sequência aqui e com certeza gostaria de que tivesse. Apesar de achar essa história um pouco previsível, vale a pena ler. Há drama, romance e questões familiares, uma leitura rápida, curta, mas divertida.

2 comentários:

  1. Li o primeiro livro dessa autora e gostei muito. Achei esse interessante, mas nada que despertasse minha ansiedade em ler, mas quem sabe um dia. Concordo como vc sobre a capa, achei essa muito simples!!!

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  2. já quero muito ler esse.. estou lendo o primeiro livro da Jennifer Smith A Probabilidade Estatística do Amor á Primeira Vista, e tô amando (y)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...