Blogger Widgets

[Resenha #461] Onde Deixarei Meu Coração - Sarra Manning @galerarecord @sarramanning


Onde Deixarei Meu Coração
Título Original: Nobody's Girl
Autor(a): Sarra Manning
Editora: Galera Record        
Páginas: 336
ISBN: 9788501095169
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Saraiva


Simples, careta e sem graça. É assim que Bea se vê. Então quando a super descolada Ruby e seu bando de populares passam a se interessar por sua opinião, isso só pode ser uma pegadinha. Certo? Pelo menos é assim que sempre acontece nos filmes... Mas o convite para passarem as férias em Málaga parece pra valer. E com um bônus: Bea pode se afastar da mãe irritante e controladora. No entanto, depois de apenas 48 horas na Espanha, Bea se flagra mudando o itinerário. A menina decide visitar Paris para encontrar o pai que nunca conheceu. Afinal, a cidade luz pode emprestar um pouco de clareza a um período nebuloso de sua vida familiar. No caminho, ela conhece Toph, um estudante americano mochilando pela Europa. Enquanto procuram pelo pai dela nos cafés e boulevards de Paris, ela perde a cabeça em vez disso. Será que Bea é a garota de Toph ou a boa menina que sua mãe espera que ela seja? Ou será esse o verão mágico em que Bea finalmente torna-se dona do próprio nariz?



Primeiro eu tenho que dizer que amei a protagonista desta história. Fiquei chocada com tantas características em comum comigo. A minha adolescência foi quase igual a da Bia. Como ela, eu também tinha uma mãe superprotetora que não me deixava sair de casa sozinha. Não era nada popular na escola, pelo contrário, era bem careta, e só tinha uma amiga. As meninas populares não tinham interesse em mim, então nunca nem cheguei perto de pertencer ao topo da cadeia social.


Bea é uma adolescente de 17 anos, nunca namorou, nem sequer beijou na boca, é tímida, tem baixa auto estima, não curte baladas e nem festas. Além de ir na escola, Bia tem que cuidar dos irmãos gêmeos, acompanhar a avó na aula de Pilates, e aos Sábados, ela trabalha numa loja de roupas bem careta junto com a sua melhor amiga. Mas, elas acabaram brigando e nunca mais se falaram.

"... eu não queria fazer o que as outras garotas da minha idade faziam, que era ficar bêbada, dar uns amassos nos garotos e arrumar problemas com os pais. Quero dizer, pra quê? Você só acabava de ressaca, com chupões e sem mesada." pág.17

Seu relacionamento com a sua mãe é sempre cheio de tensão, e a mãe fica apavorada só de pensar em Bea tendo qualquer tipo de relacionamento com meninos, pois quando a sua mãe era jovem ficou grávida aos 17 anos, assim Bea é uma preocupação constante para a sua mãe que teme que ela perca a virgindade e venha a engravidar quando adolescente assim como ela.


Um dia na escola, sua antiga melhor amiga a chama para ficar no seu novo grupo de amiga, a das garotas populares. Bea estranha, pois essas meninas nunca quiseram falar com ela e elas sempre a ignoraram. E ainda mais que a "líder" do grupo, a garota mais populas da escola, Ruby, é a que mostra-se mais interessada em se aproximar dela e ficar amiguinha. Mesmo achando tudo isso muito esquisito, Bea acaba se iludindo e achando que essas meninas estão realmente gostando dela. Mal imaginava ela, que tudo isso era uma bela fachada para outras intenções delas. Após passar semanas com essas meninas, Ruby, a convida para passar as férias com ela e suas outras três amigas na cidade de Málaga, na Espanha. Afinal, seria muito mais fácil convencer a todos de deixá-las ir sozinhas nessa viagem com uma menina que é praticamente uma santa, um exemplo de comportamento que todos os pais aprovam. E assim, conseguiram convencer a difícil mãe de Bea a deixá-la ir.

Chegando na Espanha, vemos uma triste realidade, que para mim, já estava na cara, pois eu jamais iria confiar em alguém que sempre me tratou mal e do nada, sem mais nem menos, quer ser amiga, eu iria desconfiar, mas Bea é ainda muito imatura e inocente, e somente lá ela se viu sendo humilhada pelas novas amigas. Para minha surpresa, antes de ir embora, ela se vingou delas.

Já que está na Europa, Bea tem uma idéia, por que não aproveitar que ela está tão perto de Paris e ir tentar realizar seu grande sonho de conhecer seu pai, que segundo a mãe, mora em Paris. Bea tem esse sonho desde de cedo, e sempre teve interesse em ler tudo sobre a cultura francesa e estudar o idioma para quando conhecer o pai, ela estaria preparada. Assim, Bea parte sozinha nessa viagem, mas por estar tão cansada e exausta, acaba por pegar no sono no trem, e acaba acordando num local desconhecido. Perambulando pela cidade, ela vai pedir informação para um grupo de jovens americanos mochileiros, e eles dizem que vão para Paris, e ela acaba se juntando a eles. Ela fica encantada com um deles, Toph, um texano lindo e charmoso. Ignorando as demandas de sua mãe para ela voltar para casa, Bea encontra consolo em seus novos companheiros de viagem e fica apaixonada pela cidade e, também por um certo menino. Eles são feitos um para o outro? Ou Bea está destinado a ser a menina tímida para sempre? Bea vai viver uma incrível aventura, e seu destino mudará para sempre.

A voz narrativa de Bea foi muito real e genuína, retratando perfeitamente as ansiedades da adolescência e os sonhos. Gostei de ver todo o amadurecimento que Bea teve ao longo da história, no qual ela passou a se valorizar mais e ter auto estima. Bea irá fazer o leitor rir e chorar.

A escrita de Sarra Manning é realmente fantástica e impecável. Ela transmite muito facilmente o que é ser uma adolescente e eu estou espantada com a desenvoltura da autora. Todos os personagens foram bem desenvolvidos e as descrições de Paris foram impressionantes. Eu nunca fui a Paris, mas pude visualizar perfeitamente a cidade, e fiquei morrendo de vontade de ir correndo para lá.


Estou apaixonada pela capa belíssima desse livro. O livro já me ganhou pela capa. Como não querer ler um livro tão lindo assim? A editora está de parabéns! E também a diagramação, revisão e tradução estão perfeitos.

"Onde Deixarei Meu Coração" é uma história genuína, verdadeira, envolvente e cativante. A autora me levou de volta para a minha adolescência. Esse livro já virou um favorito. E recomendo a todos os leitores de qualquer idade.

31 comentários:

  1. Agora estou mega curiosa a respeito de livro, ele aparenta ser muito bom. amei *-*

    Acompanhando seu blog e sua página, se quiser conhecer meu blog e minha página os links são esses
    blog http://cantinhodacarolll.blogspot.com.br/2014/10/perdao-leornard-peacock-resenha.html
    Página https://www.facebook.com/pages/Luxuoso-Estilo/175631289312048?fref=ts

    ResponderExcluir
  2. A capa é super super fofinha, adorei e fiquei super curiosa!

    http://diariosdeumadesconhecidacomilona.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Oii,

    Eu sou apaixonada pela edição da Galera, as capas são lindas *-*

    Eu AMEEEI TODAS as suas fotos, a resenha está incrivel, assim como você, me identifiquei a principal e quero agooora!! *-*
    Adorei mesmo!!

    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  4. A capa eh fofíssima mesmo. Pela primeira vez que vi essa capa achei q se tratava de viagem mas com uma personagem mais madura e não com 17 anos. Mas mesmo assim fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
  5. O livro parece ser bem leve e agradável, perfeito para ler depois de um livro mais denso.
    Também me identifiquei com a protagonista, acho que vou gostar muito do livro.
    Quando tiver oportunidade, com certeza lerei.

    ResponderExcluir
  6. Acho que você gosta um pouco de Paris (Torre Eiffel, pra ser mais explícita. kkkkk). Acho que toda adolescente (quando digo TODA, estou falando da maioria) tem um pouco da Bea por dentro, essa coisa de não se encaixar, ser chata. Podemos dizer que já são duas mães iguais a da Bea, porque a minha parece que é assim também, não posso confirmar poque não li.

    Fiquei interessada :D
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Eu amei a capa é muito fofa, a resenha me interessou bastante, parece ser um livro que todos gostariam de ler *-*

    ResponderExcluir
  8. Primeiro a capa é fofinha demais =D
    Segundo se passa em Paris- um dos lugares mais charmosos p/ se contar qualquer história.
    Terceiro a carga emocional parece bem trabalhada...
    Quarto...preciso de mais um motivo p/ querer ler rs?

    miquilis

    ResponderExcluir
  9. oi,michele. assim que eu li a resenha desse livro, pela primeira vez, eu ja amei. por ele falar tb. da cidade paris. que e meu sonho conhece-la. e tb. pq eu me identifiquei c/ a personagem. indecisa. timida. quero muito ler "onde deixarei meu coraçao" e conhecer a forma como a autora sabe descrever os adolescentes.

    bjks

    ResponderExcluir
  10. É tanta coisa legal que estou vendo desse livro! A trama parece ser ótima, mas confesso que fiquei meio pé atrás por ser adolescente. Estou com birra de ler livros assim, com personagem nessa faixa etária. Maaaaaaaaas, o livro parece valer a pena e além de todos os elogios: Paris! França! Eu babando, imaginando aqueles cenários...Ahhh *-*
    Gostaria de conferir.

    ResponderExcluir
  11. Conflitos da adolescencia sempre são intrigantes,muitas vezes porque ja passamos pela situação...uma mae controladora,amor,Paris....deve realmente ser um livro legal! Quero ler

    ResponderExcluir
  12. Também amei a capa desse livro, sou louca por Paris e todos os livros com esse cenário me encantam. Amei os detalhes que você contou e fiquei mais curiosa ainda para ler esse livro. Sugestão aceita!!! Beijos e parabéns pela ótima resenha!!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  13. Amei essa capa! Tem coisa mais linda que um romance em Paris? Já li vários livros indicados para adolescentes, que são muito bons. Onde deixarei meu coração, com certeza é um desses, quero muito ler.
    beijos

    ResponderExcluir
  14. Nossa... me apaixonei pelo livro...
    confesso que lendo sua resenha me identifiquei e me vi em Bea (garota comum, nada popular....)
    necessito ler esse livro urgentemente....
    mais uma livro para minha lista.... kkkkk

    ResponderExcluir
  15. Eu quero muito ler esse livro, ele está no topo da minha listinha hahahah
    A história parece ser bem bonitinha, e o mais perfeito é que o destino da viajem é Paris <3
    Eu acho que também vou me identificar com a Bea e também devo adorar ela =)
    Sem contar que a capa é realmente linda *-*
    Bjss

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Adorei a resenha desse livro e fiquei morrendo de vontade de ler. Gosto de livros que tratam de viagens e o quanto essa viagem pode mudar uma pessoa e etc. Assim como Bea também tenho uma mãe supre protetora e mesmo depois de tantos anos longe da adolescência ela ainda age como se eu tivesse uns 15 hahaha

    bjs

    ResponderExcluir
  17. Gostei bastante de conhecer a história e a personagem. Seus comentários me despertaram a curiosidade e estou ansiosa pra saber mais sobre ela. A capa é fofa demais. espero apreciar este livro quando o ler. Assim como você.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Quero leeer o livro, e para isso, não poderei ler sua resenha... A capa fofa demais e elogios já fazem querer esse livrooo!! :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela capa, título e sinopse, depois de ver essa resenha fiquei ainda mais animada pra conferi essa história, parece ser mesmo ótima.

    ResponderExcluir
  20. Gostei logo de início do livro, tenho certeza que muitas adolescentes passam pelo que Bea vive no livro, mãe controladora e é claro insegurança, o primeiro beijo, etc!! Afinal de contas é Bea ou Bia o nome da protagonista??

    ResponderExcluir
  21. Eu também estou apaixonada por essa capa, e a historia também é linda...voce descrevendo a Bea, fiquei imaginando minha filha, que é meio assim com baixa auto estima, e me deu uma raiva dessas meninas que a usaram, ai, ai, ai...agora fiquei aqui doida pra saber mais dessa historia maravilhosa! Mais uma resenha sua que me cativou! Bjão!

    ResponderExcluir
  22. Apaixonada pela história, mal posso esperar para ler.

    ResponderExcluir
  23. Assim que vi essa capa e sabia que precisava ler esse livro, porque confesso que as capas tem um grande peso pra mim, elas as vezes acabam fazendo a diferença.
    Que bom que não só a capa é linda como a história dentro dela também é bem legal. Amei saber que é um livro leve, pois é exatamente esse tipo de leitura que estou precisando no momento. Quero muito conhecer e ver o crescimento de Bea ao longo dos capítulos.

    ResponderExcluir
  24. Acho que realmente todos passam por isso nas suas vidas, porém depois q amadurecemos enchergamos q adolescentes são tão dramáticos né, hahahhaha
    Adorei sua resenha, Parabéns, sempre conseguindo expor o q realmente o livro nos passa! Beijos
    www.moradadolivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Parece ser um romance bem fofo, achei meio clichê o jeito que Bea se ve em si mesma, pois várias protagonistas na maioria das vezes são assim, fiquei curiosa sobre o Toph . Parece ser leve e gostosa a leitura, a capa é uma lindeza só. Mas mesmo assim sempre é bom ter uma leitura mais leve e fofa. Mas enfim, gostei da Bea, mesmo o comportamento dela sendo comum, e estou ansiosa.
    Beijos Michele.
    ThaynáQ.

    ResponderExcluir
  26. Parece ser tão interessante, já coloquei na listinha de presentes de Natal qq

    ResponderExcluir
  27. Oiee ^^
    Já conhecia o livro, mas não me lembro de ter lido alguma resenha sobre ele. Fiquei muito curiosa, parece ser bem emocionante. Já foi para a wishlist ^^

    ResponderExcluir
  28. Estou curiosa para ler esse livro, ja li varios comentarios falando muito bem dele, a trama apesar de ser previsivel. Eu gostei, porem se a historia se passa-se em Londres seria tão : ♥. Parabens pela resenha!

    ResponderExcluir
  29. Acabei me identificando com o personagem em alguns aspectos. Conflitos adolescentes sempre rendem boas histórias. Curiosa para saber o desenrolar desta.

    ResponderExcluir
  30. Gostei muito da personagem, sua coragem em libertar-se da mãe protetora e aventurar-se num país desconhecido a procura do pai desconhecido, gosto de livros em quem a evolução dos personagens é bem perceptível, o título e a capa me ganharam de primeira...

    @jan_araujo7

    ResponderExcluir
  31. Essa história me faz voltar para minha própria juventude de mãe super protetora e exclusão na escola. Só nunca viajei pra Europa (invejinha aqui).
    É o tipo de livro que faz as adolescentes se identificarem com as angustias dos personagens e as adultas torcerem para uma história romântica com um final feliz.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...