Blogger Widgets

[Resenha #466] Filha da Profecia - Juliet Marillier @Butterfly_ed


Filha da Profecia
Trilogia Sevenwaters
Juliet Marillier
Editora: Butterfly
ISBN: 9788583030058
Ano: 2014
Páginas: 640
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Submarino


A história de Fainne, criada pelo pai, Ciarán, em uma terra distante. Ao se tornar adolescente, ela é visitada pela avó, a malévola feiticeira Lady Oonagh, que a obriga a embarcar em uma terrível missão: infiltrar-se na família, em Sevenwaters, e impedir que seu tio Sean e seus aliados reconquistem as Ilhas sagradas – invadidas há gerações pelos escandinavos. Educada pelo pai usando seus dons de magia para o bem, ela, no entanto, agora se vê forçada a usar de artimanhas e maldade para atingir os objetivos de vingança de sua avó.


Fianne, nossa protagonista, é filha de Ciarán e Niamh, que tiveram sua história contada no segundo livro. Fianne, cresceu isolada numa caverna, com apenas seu pai para cuidar dela. Niamh, sua bela mãe, suicidou-se pouco depois que Fianne nasceu e, como resultado, Fianne sempre se perguntou por que ela nunca foi suficiente para manter a mãe viva. Além disso, Fainne é resultado de um amor proibido, assim ela carrega a marca dessa união, uma deformidade no pé, que a atrapalha para andar, ela tem muita vergonha disso e isso a mantêm isolada dos outros; todos, exceto Darragh que pacientemente faz amizade com ela e lealmente retorna para ela a cada verão. Ele vem acampar uma vez por ano com sua família, seu pai Danny, sua mãe Peg e eles são tudo o que Fainne conhece do resto do mundo. Como tal, a partir do início propriamente dito, Fianne é uma heroína muito diferente e peculiar, cujo caminho de vida irá testar a sua resistência, mas também a descoberta de seu próprio caminho.


Quando Fianne faz quinze anos, seu pai Ciarán, a envia para SevenWaters, afim de conhecer a sua família, mas no caminho sua avó a chantageia para se infiltrar em Sevenwaters e prevenir uma profecia de que se torna realidade e destruir o povo de SevenWaters, para que eles percam suas Ilhas Sagradas, local que moram seres antigos e poderosos, que são os responsáveis para manter o equilíbrio do planeta. Johnny, o filho de Liadan e Bran, é a criança titular da profecia em que as esperanças de Sevenwaters está.


Fianne foi criada pelo seu pai para usar somente a magia do bem, e embora reconhecendo os intentos malignos no plano de sua avó, ela fica impotente para detê-la, pois ela ameaça matar seu Ciarán. Assim, Fianne viaja para Sevenwaters, pouco percebendo que sua extensa família de tias, tios, primos encherá seu coração com amor e enfraquecerá sua determinação. Fianne, que conhece pouco de amor em sua vida e tem visto o  lado destrutivo em sua família, agora vai descobrir o verdadeiro poder, tanto da família e, mais importante, do amor.

Fianne foi um protagonista que eu gostei, simplesmente por causa de suas falhas. Fianne comete atos com consequências terríveis, escolhendo não intervir para prevenir certas ações. Enquanto isto pode indicar a presença do mal, o que realmente indica é uma personagem que está confusa e com medo. Fianne não consegue ver sua própria beleza, tanto exterior e interior, e também não reconhece o poder que ela detém. Todas essas qualidades fazem dela um peão fácil para sua avó, Lady Oonagh. Fianne não é a heroína perfeita, mas ao longo de seu caminho, ela encontra maneiras de desafiar a sua avó, e defender o que é certo, mas depois ela volta a ser um peão algumas vezes, até que ela encontre a confiança em si mesma de que ela precisa para finalmente vencer o mal. Sem dúvida, o crescimento da Fianne como uma personagem é incrível. Sua coragem e determinação para encontrar uma maneira de fazer o certo, enquanto leva sua avó a acreditar que ela está fazendo o errado é um caminho tão complicado e difícil, mas ela soube lidar bem com isso. E em última instância, Fianne soube apreciar o seu valor.

Enquanto nossos personagens favoritos continuam os mesmos, o tempo mudou para eles e suas circunstâncias também. Além disso, há uma enorme quantidade de novos personagens, todos na forma de inúmeros primos de Fianne. No entanto, um personagem secundário roubou meu coração e de Fianne de também! Foi Darragh. Ele e Fianne são amigos de infância, mas depois que Fianne vai para SevenWaters, ela fica longe de Darragh, com medo de que sua avó pode ameaçar a prejudicá-lo. Embora Darragh sempre retorna para Fianne, seus momentos são curtos e seu romance não é um destaque desse livro. Na verdade, eu diria que este é talvez o romance mais sutil dos livros dessa série, mas um dos mais belos. A bondade de Darragh e seu amor por Fianne, dá forças a ela, e sua inocência e natureza gentil são exatamente o que Fianne precisa, para não mencionar sua lealdade e fé inabalável em seu melhor amigo, apesar dos horrores que ela confessa para ele. Para mim, de qualquer forma, esses dois são definitivamente de tocar o coração.


A capa continua linda, assim como as anteriores. E a editora continua a fazer um trabalho caprichado, com a diagramação perfeita, revisão e tradução ótimos.

E o que dizer do final desse livro? Simplesmente emocionante!! Teve uma conclusão digna dessa série espetacular, e todas as perguntas foram respondidas, e sem pontos soltas. No geral, "Filha da Profecia" é sobre família, amizade, amor, arrependimento, perdão, sacrifício e redenção. A mensagem do livro é ser fiel a si mesmo e que sempre há esperança e redenção. Recomendo a todos!



2 comentários:

  1. Amei sua resenha, achei a capa belíssima e suas fotos que postou aqui idem, de muito bom gosto, adorei seu blog, já estou seguindo, retribuiu?

    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. "filha da profecia" deve ser um otimo livro de magia. e tb., com tantos ensinamentos, nao e pra tanto. o livro promete!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...