Blogger Widgets

[Resenha #477] Tigana - Guy Gavriel Kay @SdE_Brasil @guygavrielkay


Tigana
Guy Gavriel Kay
ISBN: 9788567296067
Ano: 2014
Páginas: 368
Editora: Saída de Emergência Brasil
Skoob
Classificação: 4 estrelas
Compre: Submarino


Tigana é uma obra rara e encantadora onde mito e magia se tornam reais e entram nas nossas vidas. Esta é a história de uma nação oprimida que luta para ser livre depois de cair nas mãos de conquistadores implacáveis. É a história de um povo tão amaldiçoado pelas negras feitiçarias do rei Brandin que o próprio nome da sua bela terra não pode ser lembrado ou pronunciado. Mas anos após a devastação da sua capital, um pequeno grupo de sobreviventes, liderado pelo príncipe Alessan, inicia uma cruzada perigosa para destronar os reis despóticos que governam a Península da Palma, numa tentativa de recuperar um nome banido: Tigana. Num mundo ricamente detalhado, onde impera a violência das paixões, este épico sublime sobre um povo determinado em alcançar os seus sonhos mudou para sempre as fronteiras da fantasia.


 

"Tigana" é a história de uma península, Palma, com nove províncias que foi dominada pelo país vizinho Ygrath e seus dois tiranos magos, Brandin, Rei de Ygrath e Alberico, um senhor da guerra do império de Barbadior. Apenas Senzio, uma das províncias, não está sob domínio de Ygrath, mas por consequência, eles tem que pagar tributos. E o domínio é dividido entre os magos, Brandin, controla os territórios ocidentais da Palma, e Alberico, controla os orientais. No auge da guerra pela conquista, Stevan, o filho mais novo de Brandin foi morto em uma batalha com a província de Tigana, e por causa disso Brandin foi tomado pela dor e pela fúria, ele simplesmente resolve destruir Tigana, exterminar os seus cidadãos, e além disso tudo, ele amaldiçoa Tigana, e assim qualquer pessoa que não nasceu lá seja incapaz de lembrar do nome e de que algum dia existiu essa província


Apenas os poucos sobreviventes lembram e podem falar e ouvir o nome de sua província. No entanto, o equilíbrio de poder está mudando, e um grupo de sobreviventes, liderados pelo último príncipe de Tigana, Alessan, eles devem recolher as forças que puderem para derrubar os tiranos e quebrar a maldição de suas terras. Caso contrário, ninguém vai viver para se lembrar do nome Tigana.


Este livro foi incrível. É raro que você vê um conto épico tão bem desenvolvida. O enredo e cenário são grandes, mas são os personagens que realmente fazem o brilho história. Eles são intrincados e reais. Alguns dos personagens de destaque são: Devin, um jovem músico itinerante, Catriana, uma jovem de cabelos ruivos,, por quem Devin se encanta, Dianora, a concubina favorita de Brandin, uma sobrevivente de Tigana, mas que tem que lutar pelo amor ao tirano ao mesmo tempo que jurou vigança a ele, Duke Sandre d'Astibar, um ótimo líder da resistência, Alessan, o príncipe de Tigana, que tem que recuperar a província. Destaco que nesse livros os personagens não são todos nem maus e nem bons, a única exceção a essa regra geral é o senhor da guerra Alberico, principalmente retratado como um tirano cruel e antipático. Quase todos os personagens são difíceis de classificar, pois todos tem bondade e crueldade. Então, a decisão do autor de apresentar Alberico como um personagem puramente vilão é um pouco intrigante. Dito isto, a revelação constante das verdadeiras motivações de cada personagem são maravilhosas.


Guy Gavriel Kay mantém o leitor interessado até a última página. O enredo de Tigana é complexo, e as decisões dos personagens nunca são tão certas como você gostaria de imaginar. A ação pode ser um pouco lenta, dada a divisão do livro, mas uma vez que a história começa rolando, é difícil de largar. As populações e as tradições das nove províncias criaram uma rica e intrigante história, e eu me pergunto onde a cultura medieval da Itália termina e a da província de Palma começa. O autor escreve vários momentos de parar o coração, que só faz aumentar a tensão.



"Tigana" é uma poderosa história épica de fantasia de disputa de exércitos e combates desesperados, mas o livro também se preocupa com o espírito humano e as necessidades inconstantes do coração humano. Altamente recomendado para quem gosta de fantasia.

1 comentários:

  1. Não faz muito meu estilo de livro, mas adorei a diagramação e ilustrações =)
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...