Blogger Widgets

[Resenha #496] Uma Chance Para Recomeçar - Lisa Kleypas @Novo_Conceito @LisaKleypas


Uma Chance Para Recomeçar
Lisa Kleypas
ISBN: 9788581636009
Ano: 2014
Páginas: 176
Editora: Novo Conceito
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Saraiva


Victoria morreu em um trágico acidente, deixando sua filha Holly sob a responsabilidade do seu irmão, o solteiro convicto Mark. O tio Mark não se sentia muito preparado para cuidar da menina, mas assumiu o compromisso de devolver o sorriso aos seus lábios. No entanto, ele desconfia de que não esteja fazendo um bom trabalho, uma vez que Holly nunca mais falou desde que ficou órfã. Uma cartinha para o Papai Noel revela um desejo que pode ser a chave da felicidade de Holly: ela só quer ter uma mãe. Maggie perdeu o marido em uma batalha contra o câncer e não quer jamais - passar por tudo isso de novo. Por isso, ela fechou seu coração e prometeu a si mesma dedicar-se somente a sua nova loja de brinquedos em Friday Harbor, que permite às crianças viajar um pouco nas asas da imaginação. A amizade entre Maggie e Holly (que até passou a acreditar em fadas!) ao mesmo tempo comove e preocupa o tio Mark. Ele tem certeza de que a nova amiga fará bem a sua sobrinha, mas precisa decidir se a deixará entrar em sua própria vida... Nós também torcemos, do fundo do coração, para que Holly tenha uma linda noite de Natal.



Depois que a irmã de Mark, Victoria morre em um trágico acidente de carro. E ela sendo uma mãe solteira, ele descobre que ela o deixou como o guardião da sua filha Holly. Ele não sabe nada sobre como cuidar de crianças, e está muito mais acostumado a sua vida de solteiro. Não preparado exatamente para a paternidade, Mark aceita sua responsabilidade como guardião de Holly e está determinado a fazer o melhor por ela. Holly realmente trouxe algo a Mark que ele não imaginava, sua doçura e amor lhe trouxe magia em sua vida. E assim, ele convence seu irmão mais novo, Sam, para ajudá-lo a criar Holly. Assim, eles passam a morar na grande, e antiga casa vitoriana de Sam. O acordo é que Mark vai ajudar Sam com a restauração da casa, enquanto Sam ajuda Mark com a criação de Holly.


Traumatizada por sua perda, Holly não falou uma única palavra desde a morte de sua mãe, ela se recusa a falar, e Mark e Sam não sabe o que fazer. Um dia, Mark leva Holly para uma loja de brinquedos onde conhece a proprietária, Maggie Collins. Ela é recém-chegada à cidade, ela se mudou recentemente para escapar das memórias da morte de seu marido. Ela precisa de um novo começo, e ela espera que um novo lugar pudesse aliviar a dor de sua perda e proporcionar novas possibilidades. Ela nunca esperava se apaixonar de novo, mas há algo interessante sobre Mark que ela não consegue ignorar. E Mark também fica impressionado com Maggie, mas ele tem namorada, a Shelby, mas ele sente que não está preparado para um relacionamento sério, e Maggie também está sobrecarregada com a tristeza de sua perda, e ela quer proteger seu coração para não se apaixonar por alguém, para perdê-lo também. Assim, ambos, embora atraídos, preferem seguir como amigos.


Holly se afeiçoou à Maggie logo de imediato, inclusive deixando a todos surpresos com tal conexão entre elas. Assim, Holly começa a sorrir e aproveitar a vida novamente, e logo Maggie não pode manter-se longe da menina. Através de Holly, Maggie e Mark se aproximam, mas a sua relação se desenvolve lentamente.

Mark encontra uma carta que Holly escreveu para Papai Noel, ela pediu uma mãe. Mark reconhece a necessidade de Holly de ter uma figura de mãe em sua vida e pensa que ele pode e deve fornecê-la. E por que não? Sua namorada Shelby é muito boa. Ele e Shelby têm uma relação muito confortável, mas no fundo ele sabe que não é ela, ele sente algo mágico é por Maggie. Será que Holly vai obter seu desejo de Natal?


Todos os personagens da história foram bem escritos, até mesmo os personagens secundários, e sem esquecer, é claro, do buldogue de personalidade doce. Também gostei da dinâmica entre os irmãos, foi hilariante e realista. Não é fácil criar uma criança que acabou de perder a mãe, mas Mark e Sam fizeram o possível para tornar a vida de Holly feliz. E o romance entre Maggie e Mark é lento, mas bonito.


A capa está linda, e todo o trabalho gráfico está excelente, com ótima tradução e revisão.

É uma leitura rápida, com uma escrita simples, leve e direta, perfeita para ler agora na época de Natal. A autora escreveu uma história muito doce e comovente, num ambiente acolhedor e com personagens simpáticos. Não somente sobre romance, mas também sobre aprender a encontrar paz e aceitação com os eventos que aconteceram em sua vida, e como seguir em frente e se abrir para coisas novas. Apesar que não houve grandes surpresas na trama, sendo este uma história previsível, eu confesso que me conectei com a simplicidade acolhedora desse livro, e me fez acreditar na magia da noite de Natal mais uma vez.

4 comentários:

  1. Bom dia!
    Gostei muito de conhecer a história. Não esperava que fosse tão interessante. Você conseguiu despertar meu interesse e me deixar curiosa a respeito da história. Vou ver se consigo ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. gostaria mt de poder ler este livro no natal... queria ler uma resenha sobre ele, e agora, c/ ja conheci a historia, n vejo a hora de começar a leitura da mesma.

    ResponderExcluir
  3. Amiga estou terminando a minha leitura desse livro.
    Faltam apenas dois capitulos pra vc ter uma ideia.
    Mas olha, eu achei a história bastante simples. Imaginava uma coisa mais grandiosa por conta do Natal e tudo mais. Os persongens são uns fofos e muito bem construidos, mas não consegui me envolver em nenhum momento na história. Seilá. Acho que poderia ter sido melhor. Porque a história é boa, é gostosa de ler e tudo mais, só que se fosse melhor desenvolvida, acho que seria um ótimo presente de NATAL se é que me entende hehehehe

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...