Blogger Widgets

[Resenha #497] Minta Que Me Ama - Maria Duffy @Novo_Conceito @mduffywriter


Minta Que Me Ama
Nunca é cedo demais para contar a verdade
Maria Duffy
ISBN: 9788581636597
Ano: 2014

Páginas: 384
Editora: Novo Conceito

Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Saraiva


O inverno é a estação mais aconchegante do ano, mas Jenny Breslin não se sente nada confortável. Tudo na sua vida a total ausência de romance, o emprego chatíssimo no banco foi tocado pela mágica das festas de fim de ano. A simples ideia de passar por mais um Natal com a sua mãe extravagante e Harry, o novo namorado dela, a enche de pavor. Mas isso é na vida real...
No Twitter, as coisas não poderiam estar mais interessantes. Nele, Jenny tem uma carreira em ascensão, uma vida amorosa sensacional e uma agenda superconcorrida. Então, em uma noite de bebedeira, Jenny está tuitando com suas amigas Zahra, Fiona e Kerry. E de repente ela as convida para passar alguns dias em sua casa em Dublin. À medida que a sua vida virtual entra em rota de colisão com a sua verdadeira rotina, Jenny não sabe para onde correr. Tudo parece contribuir para mostrar que a existência das suas companheiras de Twitter é um milhão de vezes mais interessante do que a sua. O fim de semana chega, e segredos são compartilhados. Jenny começa a perceber que, enquanto ela sonhava, as coisas acontecem bem depressa.
Será que é muito tarde para que ela volte a assumir o controle da sua própria e verdadeira vida?



Jenny é a personagem principal, e está bastante descontentes com sua vida, detesta seu trabalho super chato no banco, não tem namorado, não tem um relacionamento perfeito com a mãe, acha sua vida muito monótona, e não está realmente ansiosa por outro Natal sozinha.

Buscando escapismo no Twitter, ela descobre lá, uma forma de se sentir bem, mas para isso ela inventa alguém que ela gostaria de ser, mas não é. No Twitter, ela tem a vida perfeita, e faz amizade com três amigas que parecem incríveis. Porém, numa noite que bebeu demais, ela decide convidar todas para passarem o Natal na Irlanda com ela, e o que ela não esperava acontece, todas aceitam!


De repente, ela tem uma casa para limpar e decorar, e fica ansiosa pelas expectativas que ela criou das amigas online, e também sobre o que as amigas vão achar dela, sendo que ela criou uma personagem que não é ela. Como Jenny vai fazer para parecer que o que ela disse no twitter era verdade? É quase impossível mudar sua casa e sua vida para tal.

Dias antes da chegada de suas hóspedes, Jenny fica chocada quando sua mãe chega com um novo namorado, a vida de Jenny é lançada na mais alta desordem e ela está longe de estar preparada para quando as suas amigas do Twitter chegarem. Jenny também verá que elas também são diferentes do que alegaram ser. Assim, Jenny começa a questionar se alguém no Twitter é o que eles dizem que são. Será que Jenny vai sobreviver quatro dias em sua casa com completas estranhas? E Jenny será capaz de dar conta das excentricidades de sua mãe? "Minta que me ama" tem as respostas e garanto que vai fazer você pensar duas vezes antes de convidar alguém que não conhece pelo twitter.

O livro é dividido em duas partes principais, a primeira abrangendo os doze dias antes das amigas do Twitter chegarem e a segunda parte cobrindo os altos e baixos de quando as meninas finalmente se encontram. O livro é escrito em primeira pessoa do ponto de vista de Jenny, por isso vemos direito de dentro de sua mente. Jenny é certamente uma personagem que no início eu não tive muita certeza se eu gostava dela ou não, ela parecia bastante egoísta, mas apesar disso o seu sarcasmo e comentários realmente me fizeram sorrir. Conforme a história foi progredindo e eu aprendi mais sobre ela, meus sentimentos em relação a ela mudaram drasticamente. O contraste entre a vida real de Jenny e como ela retrata a si mesma no Twitter é muito engraçada e constrói a trama muito bem. Também deu para ver que não foi só a Jenny que mentiu sobre a sua vida. Kerry, Zahra e Fiona, todas elas tinha segredos que escondiam, o que levou a algumas eventos dramáticos e a muitas reviravoltas. A história realmente cobrir todas as bases emocionais com cenas comoventes e reconfortantes, drama e um pouco de romance.


A capa desse livro é muito linda. E todo o trabalho gráfico da editora ficou perfeito, desde a tradução quanto a revisão.

Apesar do aviso que o livro passa de que as pessoas que encontramos on-line podem não ser o que parecem, "Minta que me ama" tem uma linda mensagem sobre ser você mesmo, amar quem você é e confiar em seus instintos. Além da personagem principal que eu gostei, também gostei da mãe de Jenny, Eileen, que é um pouco excêntrica, mas tem um coração de ouro e eu gostei da forma como o seu relacionamento foi desenvolvido no livro. O estilo de escrita da autora foi muito leve de se ler, divertido e com muito humor. Recomendo esse livro a todos!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...