Blogger Widgets

[Resenha #511] Infinity Drake - Os Filhos da Scarlatti - John Mcnally @Novo_Conceito @McJNally


Infinity Drake: Os filhos da Scarlatti
Infinity Drake #1
John Mcnally
ISBN: 9788581635088
Ano: 2014
Páginas: 480
Selo: #Irado
Editora: Novo Conceito
Skoob
Classificação: 4 estrelas
Compre: Submarino


Se você acha que as vespas são desagradáveis, espere até conhecer a Scarlatti. Ela é um inseto geneticamente modificado que tem um único objetivo: exterminar! Uma equipe pequenina... talvez possa combatê-la. É a nossa esperança! O problema é que a Scarlatti é muito mais poderosa que o exército designado para combatê-la. Além disso, o vilão maquiavélico que a criou não está disposto a desistir tão fácil. Finn e seus companheiros precisam ser rápidos: em pouco tempo a humanidade poderá ser extinta.



Infinity Drake é um garoto órfão comum de doze anos com um interesse em entomologia, que vive com sua avó. No início da história, sua avó embarca em um cruzeiro ao redor da Escandinávia e, relutantemente, deixa Finn nas mãos do tio Al, o qual ela não confia muito. Mas, Tio Al promete que vai cuidar de Finn e certificar-se que ele irá para a escola todas as manhãs, mas, seus planos são interrompidos antes mesmo de começar, e os dois vão de helicóptero para uma instalação ultra secreta, pois Al é necessário para ajudar a salvar o mundo. Como Finn está sobe seus cuidados, ele é obrigado a levá-lo.


Durante a Guerra Fria, em 1980, um geneticista britânico criou acidentalmente uma nova raça de vespa, batizada de Scarlatti, que foi considerada tão perigosa que o projeto foi imediatamente cancelado. No entanto, duas amostras não foram destruídas e em vez disso, foram congeladas, e agora uma delas deliberadamente foi libertada na zona rural britânica. As implicações são terríveis. A Scarlatti é capaz de se reproduzir e, portanto, pode levar à morte bilhões de pessoas em todo o mundo dentro de seis meses.

Assim, Finn acaba descobrindo algo que ele nunca imaginou, seu tio é na verdade o "Doutor Allenby" e ele trabalha para uma agência secreta. O plano de Al para resolver o problema da Scarlatti é usar uma tecnologia que irá encolher alguns soldados, e pegar a Scarlatti que está congelada para seguir a outra, e assim poder descobrir onde se encontra o ninho e poder destruí-lo. Infelizmente, Finn termina acidentalmente sendo reduzido, e terá que ir junto com os soldados treinados para encontrar a Scarlatti, destruí-la e qualquer um dos seus descendentes, antes que ela se multiplique muito, e antes que os outros líderes mundiais decidam que a única solução é a bombardeá-la.


A vida como a conhecemos pode ser completamente erradicada se essas coisas forem deixadas para procriar e multiplicar-se. E a única coisa que tem alguma chance de pará-las é essa equipe de pequeninos soldados, e um pequeno garoto de 12 anos de idade. Será que eles vão conseguir?

Meu personagem favorito não poderia ser outro além de Finn! Que menino mais determinado, forte, corajoso e extremamente inteligente. Adorei os diálogos entre ele e seu tio, ao qual ele tem grande apreço. E mesmo seu tio Al não demonstrando que se importa muito com ele, no fundo Finn é a única coisa que realmente importa para ele. Al é muito engraçado, um ótimo cientista, muito inteligente, mas também muito irresponsável e mentiroso. Também gostei de Kelly, ela tem um carinho especial por Finn. Já os anti-heróis, não tem como não rir, o cientista Cooper é muito doido, e Kane pode ser vista como quase uma vespa humana, assim esses personagens deixaram a história cheia de humor e divertida.

Não tem como não se lembrar do filme "Querida, Encolhi as Crianças". Este livro contém humor, é muito divertido, além de ter muita ciência, apesar que algumas partes eu me senti confusa, mas depois vem as explicações e tudo fica claro. Todo o desenrolar da história acontece dentro de quatro dias, que é o tempo que a Scarlatti leva para se desenvolver. A história foi muito bem escrita, fluída, o final é surpreendente, e quero ler logo o próximo livro.


Capa dura, uma capa linda, o que dizer desse livro? Perfeito. Quem dera se todos fossem assim tão bonitos. A diagramação está perfeita, assim como a tradução e revisão.

Recomendo esse livro para quem gosta de história com ciência, humor, ação, aventura, assim, no geral, os meninos e jovens irão se interessar mais por esse livro, mas o que não impede que as meninas queiram ler também.

2 comentários:

  1. Oie, Michele!

    Adorei a sinopse e a capa também. Fiquei curiosa para conhecer o Finn, mas mais ainda para conhecer o tio Al, ou melhor dizendo, o Dr. Allenby. Gostei demais. É o tipo de leitura não muito complexa que gosto de ler nos intervalos das sagas gigantes com as quais usualmente me torturo (não por serem ruins, muito pelo contrário, mas você entendeu!).

    Já segui o blog e curti a page. A sua visitinha é muito importante no Me Livrando, tá bem?

    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oiee! Bom, antes de tudo, quero dizer que as fotos são muito fofas! hheheh Ao ler a resenha, disseste que o livro lembra o filme "Querida, Encolhi as Crianças", então já achei interessante, por se tratar de aventura misturado com humor, gostaria de ler ele, sem contar a capa que está bem chamativa *--*

    Isabela Lopes
    isabela_96_bela@hotmail.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...