Blogger Widgets

[Resenha #513] Tony e Susan – Austin Wright @intrinseca



Tony & Susan
Austin Wright
ISBN: 9788580570663
Ano: 2011
Páginas: 336
Editora: Intrínseca
Skoob
Classificação: 3 estrelas
Compre: Submarino / Saraiva

Há vinte e cinco anos, Susan Morrow deixou Edward Sheffield, seu primeiro marido. Certo dia, instalada confortavelmente na casa em que mora, com os filhos e o segundo marido, inesperadamente ela recebe, pelo correio, um embrulho que contém o manuscrito do primeiro romance escrito por Edward. Ele lhe pede que leia seu livro: Susan sempre foi sua melhor crítica, justifica. Tony e Susan, de Austin Wright, publicado originalmente nos Estados Unidos em 1993, ganha nova edição, dezoito anos depois de seu lançamento, por se tratar, segundo seus editores, da “mais impressionante obra de arte da ficção americana desde Revolutionary Road, de Richard Yeats”, publicado no Brasil como Foi apenas um sonho.
Ao iniciar a leitura, Susan é arrastada para dentro da vida do personagem Tony Hastings, um professor de matemática que leva a família de carro para a casa de veraneio no Maine. Quando a vida comum e civilizada dos Hastings é desviada de seu curso de forma violenta e desastrosa, Susan se vê novamente às voltas com seu passado, obrigada a encarar a própria escuridão e a dar um nome para o medo que corrói seu futuro e que vai mudar sua vida.



Olá leitores! Tudo bem com vocês?

O livro Tony e Susan, é minha terceira leitura do ano e confesso que fui com muita sede ao pote. Pensei muito antes de ter o livro em casa, mas acabei decidindo que daria uma chance a ele, até mesmo para conhecer a escrita de Austin Wright.

O problema é que sempre espero muito do livro e espero também que a leitura seja fluida, emocionante e apaixonante. Claro, que em Tony e Susan existem muitas destas emoções, mas confesso que não é para ser lido por todos os leitores. Existem aqueles que amam e os que odeiam e este é realmente o caso dessa trama: amor e ódio.


Susan está divorciada de Edward há mais de 20 anos. Ambos com suas vidas refeitas, em novos casamentos com filhos e rotinas. Susan recebe uma carta de seu ex-marido com o manuscrito de seu primeiro romance, pois Edward a considera sua melhor crítica. Depois de muito relutar e vencida por sua curiosidade ela dá o pontapé inicial na leitura. Sua intenção é a de entender um pouco mais do ex-marido e até dela mesma.

A obra Tony e Susan é uma história dentro de outra. Susan a leitora ávida por saber os acontecimentos da vida de Tony. As personagens muitas vezes parecem interligados por causa do envolvimento de Susan na leitura. Seus pensamentos nos mostram outras perspectivas sobre o quê Edward quer passar ao leitor com sua narrativa.


Apesar do livro ter tudo para ser ótimo, eu não consegui me apegar a nenhuma das personagens. Já de início nos deparamos com uma narrativa um tanto diferente e complicada da Austin Wright e este foi o maior empecilho para que minha leitura fosse adiante de forma leve, instigante e gostosa. Muitos consideram a escrita do autor excelente e inteligente, mas para mim foi apenas difícil. Não estou desmerecendo o autor e sua obra, pois sei que até mesmo para você – meu leitor – o livro pode ser um dos mais interessantes do ano, mas não para mim.

Este livro é um relato de uma época que transcorrem por assunto como sexo e feminismo e apesar de ter sido escrito no início dos anos noventa é algo ainda muito atual e nem sempre percebemos tanto essa diferença de épocas. Além do mais, a trama relata os sentimentos humanos e suas relações com mundo exterior. E especialmente sobre o casamento que é uma parte muito frisada no livro.


Em suma, a história demonstra muito o medo. O medo de Susan com seu casamento de aparências e ainda o de Tony, o personagem da história escrita por Edward “Animais Noturnos”. Enfim, o livro traz uma complexidade grande para a vida do leitor, pois além de complexa é uma narrativa intrincada e requer mais atenção do que damos a outros livros.

Não serei eu a recomendar que o leiam, pois não consigo fazer isso. Mas digo que o leiam por conta e risco.


Resenha feita especialmente para o blog Lost Girly Girl por Fernanda do blog Amor Literário e Colaboradora do blog Lost Girly Girl

1 comentários:

  1. Oie! ^^
    Eu tenho interesse em ler esse Livro e um certo receio também! Mas vou me arriscar a comprar o Livro, tenho muita curiosidade e a melhor forma de acabar com ela é lendo!

    Beijos e até logo!
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...