Blogger Widgets

[Resenha #544] A Banda na Garagem - Moacyr Scliar


A Banda na Garagem
Moacyr Scliar
ISBN-13: 9788566470574
ISBN-10: 8566470575
Ano: 2014
Páginas: 72
Editora: Edelbra
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Saraiva

Esta coletânea dá sequência ao projeto da Edelbra Editora, iniciado com o livro Deu no jornal (2008), de publicar uma amostra das crônicas escritas por Moacyr Scliar entre 2008 e 2010 no jornal Folha de S. Paulo. Em suas crônicas semanais, o autor mostra o lado fantástico da vida real, criando histórias inspiradas em notícias do jornal. A banda na garagem reúne 25 dessas crônicas, selecionadas por Regina Zilberman, em que o autor consegue transformar os fatos cotidianos em literatura leve e humorada. Da descoberta da vuvuzela como instrumento musical à patrulha do beijo, das campeãs de judô aos jogos do Facebook, nada escapa ao seu olhar atento.



Olá leitores!

Quando recebi este livro da Mi fiquei imaginando o que teria de bom nele. Não sou muito de ler livros em formato de contos, mas confesso que foi uma leitura divertida.

O primeiro conto, A banda na Garagem no apresenta um grupo musical que não tem espaço para seus ensaios e aproveitam o espaço vazio da garagem da casa de um dos componentes.  O pai de um dos integrantes, não gosta de dirigir, mas um dia ganhou um carro num sorteio beneficiário e isso causou desentendimentos entre a família, mas não sabiam que o carro seria peça fundamental para o sucesso da banda.


O conto Colherzinha é muito real e divertido. Um casal recém-casado descobre que dormir de colherzinha é perfeito, mas depois vêm os desentendimentos e as diferenças que, no momento, para eles são insuperáveis, mas o desfecho é bonito e inesperado para ambos e claro para nos leitores. 


Também vemos uma bela dica aos homens que amam mais suas barbas longas do que as esposas e seus casamentos. Achei super válido o que aconteceu com este moço que preferiu mandar a esposa embora a fazer a bendita barba. É cada coisa, viu.


Eu me amo, mesmo achando desonesto o que o personagem fez, percebi que por outro lado se não tem quem te ame, ame-se você mesmo, pois no final das contas isso é o mais importante, se não recebe um eu te amo. Diga para si mesmo eu me amo e seja feliz.


O Camundongo Tenor é um tanto desastroso, mas imaginar um animal desta espécie alterado geneticamente e com um voz incrível é estranho, mas um descuido o personagem perdeu seu rio de dinheiro e ganhou um gato com um miado extremamente feio e aterrorizador. É engraçado pensar nisso!


Para conhecerem mais a fundo recomendo que leiam a obra e divirtam-se com vários contos emocionantes, trágicos e engraçados. A obra do Moacyr Scliar é uma edição de capa dura e ilustrações muito bonitas. Quanto à diagramação da editora Edelbra está ótima.


Resenha feita especialmente para o blog Lost Girly Girl por Fernanda do blog Amor Literário e Colaboradora do blog Lost Girly Girl

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...