Blogger Widgets

[Resenha #545] Filha da Ilusão - Teri Brown @EdValentina @teribrownwrites


Filha da Ilusão
Herdeiros da Magia - Livro 01
Teri Brown
ISBN-13: 9788565859295
ISBN-10: 8565859290
Ano: 2014
Páginas: 288
Editora: Valentina
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Submarino


Ilusionista talentosa, Anna é assistente de sua mãe, a famosa médium Marguerite Van Housen, em seus shows e sessões espíritas, transitando livremente pelo mundo clandestino dos mágicos e mentalistas da Nova York dos anos 1920. Como filha ilegítima de Harry Houdini - ou pelo menos, é o que Marguerite alega - os passes de mágica não representam um grande desafio para a garota de 16 anos: o truqye mais difícil é esconder seus verdadeiros dons da mãe oportunista. Afinal, enquanto os poderes de Marguerite não passam de uma fraude, Anna consegue realmente se comunicar com os mortos, captar os sentimentos das pessoas e prever o futuro.
Porém, à medida que os poderes de Anna vão se intensificando, ela começa a experimentar visões apavorantes que a levam a explorar as habilidades por tanto tempo escondidas. E, quando um jovem enigmático chamado Cole se muda para o apartamento do andar de baixo, apresentando Anna a uma sociedade secreta que estuda pessoas com dons semelhantes aos seus, ela começa a se perguntar se há coisas mais importantes na vida do que guardar segredos. Mas em quem ela pode, de fato, confiar?
Teru Brown cria, neste fantástico romance histórico, um mundo onde pulsam a magia, a paixão e as tentações da Nova York de Era do Jazz - e as aventuras de uma jovem prestes a se tornar senhora do seu destino.



1920, Nova York, Houdini, mágicos, médiuns e ilusionistas. Você consegue resistir a essa combinação? Eu sabia que não podia, e assim que li a sinopse fiquei impressionada com a história e já imaginava que esse livro era pra mim.


Anna Van Housen é uma adolescente de 16 anos, que teve uma educação muito pouco convencional, cresceu entre artistas de circo, médiuns, ilusionistas e mágicos. Anna passou sua vida viajando pelo mundo com sua mãe, uma famosa ilusionista Marguerite Van Honsen, sendo assistente de palco dos shows de magia dela. Ao contrário da mãe que é uma fraude, Anna realmente tem dons reais, ela sente as emoções das pessoas, prevê o futuro e consegue se comunicar com os mortos. Mas, ela faz o que pode para esconder suas habilidades de sua mãe gananciosa e interesseira, para que ela não use seus dons para atrair o público e lucrar com isso.


Anna é, supostamente, a filha ilegítima do famoso Harry Houdini, e ela se pergunta se suas habilidades especiais vêm de seu pai.

Agora, Anna e sua mãe se estabeleceram em Nova York, e sua mãe está realizando espetáculos noturnos e realizando sessões espíritas à meia-noite para os ricos em seu apartamento para complementar sua renda insuficiente. Anna desejava poder realizar somente seus atos no palco, e não ter que fazer parte das sessões espíritas. Não que ela tema ver as pessoas mortas, pois ela não se importa com isso, na verdade ela teme que sua mãe seja descoberta por fraude e também porque as sessões são ilegais em 1920, e Anna está constantemente preocupada que ela e a mãe sejam pegas de surpresa. Além, de que ela gostaria de ter normalidade em sua vida.


Além disso, Anna tem visões do futuro. Ela viu o Titanic afundando, entre outras previsões. E ultimamente ela tem tido um sonho sobre a sua mãe estar em sérios apuros. Mas ela não pode dizer a sua mãe ou a alguém sobre isso porque ela não pode deixá-la saber nada sobre suas habilidades especiais. Ou ela vai ficar com tanto ciume que ela vai tentar sabotá-la de alguma forma ou ela vai tentar usá-la para seu próprio benefício e uma maneira de ganhar mais dinheiro.


Enquanto tenta se ajustar ao novo ambiente, um jovem misterioso se muda para o andar de baixo. Cole é, uma pessoa séria e estranha e Anna descobre que ela não pode lê-lo como ela consegue com a maioria das pessoas.

Os dons de Anna começam a se intensificar quando o mágico Houdini chega em Nova York para desmascarar ilusionistas charlatões. E com a ajuda de Cole, que inexplicavelmente sabe mais de suas habilidades do que ela mesma, ela vai entender mais sobre suas habilidades, além de descobrir que ela não é a única pessoa com dons. Cole vai apresentar a ela uma vida que ela nunca soube que existia. Será que ela vai aprender a controlar seus poderes e, finalmente, ser capaz de viver a vida que sempre quis? Cole poderia ser responsável pelos seus dons estarem mais intensificados? Se sim, por quê? E o que é que ele sabe sobre suas habilidades?


Há um pouco de mistério na história, mas a maior parte do livro é gasto com Anna lutando com se deve ou não acreditar no que sua mãe disse sobre Harry Houdini ser seu pai, e Anna aprendendo sobre seus dons. Há uma constante sensação de ameaça e prenúncio que mantém o enredo interessante, e a conclusão é ótima. Além disso, eu não posso negar que eu adorei a época que a história se passa. A década de 1920 é uma época fascinante, e adicionando o mundo dos médiuns, ilusionistas e mágicos, torna a combinação simplesmente irresistível. Gostei muito das interações entre Anna e Houdini, foram ótimas. E sempre persistente é a pergunta se ele é ou não é o pai dela. Sua mãe gosta de espalhar o boato de que ele é, mas Anna não tem ideia se é verdade ou não. E é inútil até mesmo pedir a sua mãe que fale a verdade porque ela não pode acreditar em uma palavra do que ela diz de qualquer maneira


Os personagens foram bem desenvolvidos, e eu adorei a Anna. Ela é uma jovem com poderes reais, inteligente, sensível e simpática. Ela teve uma vida difícil e nunca realmente teve um lar estável. Seu relacionamento com sua mãe sempre foi uma competição. Anna sempre se colocou de lado para cuidar de sua mãe ingrata, e sempre teve a preocupação de certificar-se que elas sempre tivessem dinheiro suficiente para comprar comida, enquanto sua mãe gastava tudo em frivolidades. Anna realmente ama sua mãe e quer protegê-la, mas ela não pode deixar de sentir que sua mãe faria qualquer coisa para ser sempre o centro das atenções. Ela sabe que sua mãe se preocupa com ela, mas ela se pergunta se há sempre uma razão subjacente a tudo o que a mãe faz.


Cole é outro personagem que adore, ele é um cara legal, cativante e não tem como não se apaixonar por ele. Ele é um verdadeiro mistério e, no final, ele é realmente muito tímido e inseguro de si mesmo. Eu amei o relacionamento desenvolvido entre Cole e Anna. E os personagens secundários também foram concretizados de tal forma que todos tinham profundidade e personalidade.



A capa é linda, e todo o trabalho de diagramação, revisão e tradução estão ótimos!

Eu amei este livro. A história é tão única e diferente de tudo que eu já li. Eu amei o aspecto mágico da história, bem como o maravilhoso mistério. A trama estava recheada de surpresas e fiquei presa na história do começo ao fim. Eu recomendo este livro para qualquer um que ama ilusões, mágicas, ou romances históricos.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...