Blogger Widgets

[Resenha #546] Younger - Pamela Redmond Satran @editorarecord


Título: Younger
Título Original: Younger
Autora: Pamela Redmond Satran
ISBN: 9788501103765
Número de Páginas: 320
Editora: Record
Skoob
Classificação: 4 estrelas
Compre: Submarino

Alice sempre pareceu mais nova do que realmente era, apesar de alguns fios de cabelo branco e do jeito despojado de dona de casa de Nova Jersey. Ou melhor: ex-dona de casa. Agora que o marido a deixou e que a filha já não é mais criança, ela precisa refazer sua vida. Então deixa que sua melhor amiga, Maggie, transforme seu visual na véspera do Ano-Novo. Graças às maravilhas da tintura de cabelo e de um par de jeans colado ao corpo, Alice se vê com uma aparência mais jovem, fato atestado num bar de Manhattan: à meia-noite, ela beija um cara que ainda usava fraldas quando ela já cursava o ensino médio. A mentirinha que contou a Josh a faz acreditar que, se ninguém perguntar sua idade, ninguém vai descobrir a verdade. Então Alice se candidata a um cargo na editora em que trabalhou brevemente antes de se tornar mãe em tempo integral – e consegue o emprego. Aos poucos, Josh se apaixona perdidamente por Alice, uma mulher muito mais interessante que as da idade dele. Para ele, Alice tem 29 anos – e pela primeira vez desde os 29 ela tem a sensação de que a vida é um mar de possibilidades. Mas, infelizmente, uma delas é ser desmascarada.



Este é um daqueles livros para quando você quer ler algo leve e divertido. Simplesmente consegui mergulhar na história e nem me dei conta quando percebi que já tinha lido o último capítulo. Este chick-lit irá fazer o leitor se sentir na pele da protagonista, e irá dar muitos suspiros, torcer pela personagem e se divertir a beça.


A premissa do livro é simples, Alice, uma mulher com 44 anos de idade, se vê divorciada após tantos anos de casamento, desempregada com uma casa enorme para manter e uma filha que está procurando o sentindo da vida e está indo para a África para trabalhar como voluntária. Um ano se passa, e Alice ainda está na mesma, procurando emprego no qual é sempre rejeitada e está sempre esperando por um telefonema de sua filha.


Apesar de ter mais de quarenta anos, ela parece ser mais jovem, não aparentando ter nem trinta anos. Na noite de Ano Novo, sua melhor amiga Maggie, uma artista plástica lésbica, que é bem resolvida na carreira, mas nunca teve filhos, decide lhe ajudar a mudar seu visual, pinta o cabelo dela, faz maquiagem, compra roupas novas, e fica com uma aparência de tem no máximo 29 anos. E agora, Alice precisa acordar de sua letargia e começar a fazer algo para mudar sua vida. E Maggie também quer mudanças em sua vida, ela quer uma família. 


Alice agora com uma nova aparência, consegue emprego na editora na qual ela havia trabalhado quando era mais nova, e eles nem desconfiam que ela não é uma recém formada em Letras. E, em uma noite em um pub, ela acaba conhecendo Josh, um cara muito mais novo, na cara dos vinte anos, que acaba por despertar nela algo que estava adormecido a muito tempo.


Alice vai ser pega e terá que pagar um preço pelas mentiras que ela está contando? Como vai vir tudo a tona? Como vai ser quando Josh descobrir a verdade? Mais importante, Alice vai perceber que a idade é apenas um número e que o amor pode acontecer a qualquer um?



O livro aborda um tema bem interessante sobre a questão da idade, ela realmente importa? e se você deixou de fazer algo na juventude, ainda há tempo de correr atrás de seus sonhos?


A história é narrada em primeira pessoa de forma simples e fluída, com personagens bem desenvolvidos e cativantes. Eu amei a amizade entre Alice e Maggie, e como elas eram os dois lados da mesma moeda. Alice desistiu da carreira para ter uma família e Maggie se dedicou a uma carreira e deixou de lado ter uma família. Agora, Alice quer uma carreira que ela desistiu e Maggie está desesperada para se tornar uma mãe. Assim, podemos refletir que não importa as escolhas que você fez quando era mais nova, sempre há conseqüências para essas escolhas e irá sempre lamentar as que não tomou quando for mais velho. Assim, a autora fez um trabalho maravilhoso em abordar algumas dessas questões difíceis que enfrentamos durante a nossa vida, de uma forma que é ao mesmo tempo divertida e instigante.

O final do livro me deixou com muitas perguntas sem resposta, assim acho que nós teremos que preencher nossas próprias lacunas a este respeito vendo a série de tv que está passando sobre essa história. E posso dizer, pelos episódios que vi, que essa série é muito divertida.


A capa está linda e perfeita. A diagramação está ótima, assim como a tradução e revisão.

"Younger" é uma diversão rápida de se ler, e que te deixará um sorriso no rosto. Você irá se identificar com a Alice, afinal, eu acho que todos nós podemos ver um pouco dela em si mesmos. Recomendo para quem curte um bom chick-lit.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...