Blogger Widgets

[Resenha #559] Almanegra - Jodi Meadows @EdValentina @jodimeadows


Almanegra
Trilogia Incarnate - Livro 02
Incarnate # 02
Jodi Meadows
ISBN-13: 9788565859677
ISBN-10: 8565859673
Ano: 2015
Páginas: 336
Editora: Valentina
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Submarino

Ana sempre foi a única. Marginalizada. Apartada. E, para piorar, após o Escurecimento do Templo causado por seu pai, vários cidadãos de Heart a culpam pela perda definitiva de algumas almas, as almasnegras — e pelas almasnovas que nascerão em seu lugar. SOMBRAS Muitos temem a presença de Ana, um lembrete constante das mudanças irreversíveis. E quando as sílfides começam a se comportar de maneira diferente em relação a ela, Ana terá que aprender não apenas a se defender como àqueles que não podem fazer isso por si mesmos. AMOR Ana aprendeu desde cedo que os sem-alma não podem amar. Mas, e as almasnovas? Mais do que tudo, ela deseja ter a chance de viver e amar como qualquer outro cidadão de Heart, porém mesmo depois de Sam declarar seus mais profundos sentimentos, será que ela conseguirá superar uma vida inteira de rejeição e aceitar o amor? Almanegra explora a beleza e as profundezas sombrias da alma, numa história que é ao mesmo tempo um romance épico e uma fantasia cativante.


O livro anterior "Almanova" já havia me pegado completamente de surpresa e me impressionado com seu brilho, particularmente em termos de construção de mundo e inovação. Confesso que fiquei com receio que o segundo livro poderia sofrer da maldição do segundo livro e não ser tão bom quanto o primeiro, mas para a minha felicidade "Almanegra" se revelou com ainda mais criativo do que o primeiro, e ainda mais cativante.


 
Juntamente com Sam, Ana sai de Heart para explorar mais profundamente e investigar as sílfides, seu falecido pai, sobre Janan e sobre os porquês da reencarnação, e no processo acaba por descobrir que ela é um ímã para sílfides, criaturas perigosas que todos temem. Quando ela retorna a Heart, muitos cidadãos desconfiam dela e ela está terrivelmente intimidada com isso apesar da lei dizer que uma almanova não deve ser morta. Ela, no entanto, tem amigos dispostos a apoiá-la, aqueles que estão ansiosos para conhecer mais almanovas e incorporá-las em suas vidas. Nesse livro, Ana descobre muito mais sobre ela e percebe que ela tem um papel a desempenhar em Heart, especialmente quando se trata em tornar o lugar mais seguro e mais gentil para novas almanovas, mas está ficando mais difícil em saber em quem confiar, pois tem aqueles que estão dispostos a fazer qualquer coisa, desde caos, destruição e assassinato, para impedi-la.

"De vez em quando, coisas boas surgem de situações e lugares inesperados."


"Já vivi o bastante para saber que sempre acabaremos nos arrependendo de algumas coisas, mas não há nada que possamos fazer para mudar o passado. Ainda assim, de vez em quando algumas delas se resolvem sozinhas, de um jeito que você não esperaria." 

Novos personagens são introduzidos para expandir sobre áreas diferentes da história, e personagens do primeiro livro são mais desenvolvidos aqui. O mundo neste livro é completamente incrível e cheio de nuances e detalhes. Eu achei o desenrolar da realidade cruel por trás de Janan muito bem feito e deixou a trama muito emocionante. Eu também gostei de como a história cresceu com fantásticas reviravoltas. 




Ana amadureceu muito desde o livro anterior. Ela lutou por aquilo em que acredita, por aqueles que ela se preocupa, e por sua própria vida. Ana é temido e odiada, por alguns, mas ela sempre se esforça para se equilibrar vivendo sua vida sem culpa. Ela está mais no comando de seu próprio destino agora, embora ela ainda luta para superar as inseguranças que ela teve pelo o que ela passou no passado. Ela ganhou confiança e tem uma melhor perspectiva de vida, graças, em parte pelo seu relacionamento firme com Sam, embora Ana ainda apresente um pouco de dificuldade em aceitar o amor de Sam por ela. Em geral, eu absolutamente amei o relacionamento de Sam e Ana. Ao longo de todo esse tempo que Ana está lutando por seu lugar na sociedade e lutando com as suas emoções, Sam é infinitamente paciente e compreensivo, e ele fala muito sobre como ele não quer pressioná-la ou fazer qualquer coisa para aborrecê-la. 




Que capa é essa? Linda demais, sou apaixonada por ela. A editora realmente caprichou, e fez um excelente trabalho também na diagramação, revisão e tradução!




O final nos deixa com um cliffhanger! Fiquei chocada com o que Sam revela, pois eu não estava esperando isso. Vai ter grandes consequências para o último livro e eu mal posso esperar para ver como ele e Ana irão lidar com isso.

"Almanegra" superou as minhas expectativas, foi simplesmente maravilhoso, me manteve presa ao livro do começo ao fim, em nenhum momento foi tedioso, pelo contrário, foi incrível, cativante e envolvente. Realmente um livro viciante e que me conquistou. Este livro mostra o verdadeiro significado da amizade e benevolência em meio da destruição e perdas. Aguardo com ansiedade o próximo livro, espero que não demore muito!!

1 comentários:

  1. Olá Michele,

    Não conhecia o livro e pela sua resenha vejo que é bem interessante, vou anotar a dica...abraço.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...