Blogger Widgets

[Resenha #561] A verdade nunca morre - Valter dos Santos @PetitEditora


A verdade nunca morre
Autor: Valter dos Santos
Editora: Petit
ISBN: 978-85-7253-235-8
Código de barras: 9788572532358
Páginas: 256
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Saraiva


E quando descobrimos que a verdade nunca morre?
Michael, Gina e Paul vivem em Londres, na Inglaterra, mas ainda hoje enfrentam os reflexos de um passado sombrio, marcado pela tragédia. No mundo dos espíritos, Michael vislumbra a cidade de Liverpool, em pleno século 19. Atravessando o tempo, o ódio bate à porta daqueles que pretendem abraçar a felicidade. Entre dois mundos, um triângulo amoroso está formado.



Vamos conhecer a história de uma família unida e feliz na Inglaterra, o marido Michael trabalha como um jornalista muito talentoso em uma rede de TV a qual o seu editor chefe é seu primo chamado Paul. Michael conheceu sua esposa quando eles cobriram os Jogos Olímpicos de Sydney, eles trabalhavam para emissoras diferentes, mas se apaixonaram e se casaram. Tiveram três filhos, Kit, Grace e Harry. Quando nasceu o caçula, Gina tomou a decisão de parar de trabalhar e se dedicar integralmente a criação dos filhos.



A vida da família muda radicalmente quando após uma discussão com o seu primo Paul, Michael sofre um acidente e infelizmente morre. Esse acontecimento deixou a família desestruturada, e Gina ficou frágil e abalada, pois sua relação com o marido era perfeita, e ela levava uma vida muito tranquila e feliz. Agora, Gina não sabe o que fazer da vida, está totalmente perdida, tem os filhos para cuidar sozinha e terá que repensar toda a sua vida e decidir o que fará daqui pra frente. Paul sempre foi muito chegado e amigo da família, e ele oferece apoio a Gina, e aos poucos um sentimento começa a crescer entre eles, Paul é muito atraente e Gina está muito fragilizada e isso acaba por levar a ambos a se apaixonarem, um amor que eles não poderiam si quer imaginar.



No plano espiritual, Michael é ajudado e orientado pelos mentores espirituais, e ele passa a compreender dos motivos da sua morte tão prematura, e ao longo do tempo e com a sua evolução surge a vontade de rever a sua família. Quando ele vê que sua esposa Gina se envolveu com seu primo Paul, Michael passa a nutrir sentimentos de ódio e raiva, e ele não aceita retornar para a colônia, e fica na terra para preparar uma vingança com a intenção de separar Gina de Paul. Mas, Michael irá entender que nada é por acaso, e irá descobrir a verdade, e entender que toda a sua trajetória de vida foi sempre envolvida em crimes.


"Todos temos nosso livre-arbítrio, não se esqueça,e, portanto, todos nós sofremos as consequências, tanto positivas quanto negativas, de nossas próprias ações. Deus lhe deu a chance de um novo começo, uma nova vida, e ele a desperdiçou completamente."

"Aquele que torna sua existência inútil - seja no mundo material ou espiritual - desperdiça valiosa oportunidade de progresso. Vive as custas do trabalho dos outros, ignora que Deus é justo e deseja que cada um se torne útil de acordo com suas aptidões."

A capa é simples, mas muito bonita, e todo o trabalho gráfico está lindo, e a diagramação e revisão estão bons.


"A verdade nunca morre" é uma história que te fará refletir, com uma escrita simples e fluída, o leitor irá entender que Deus sempre nos dá a oportunidade de escolher nossos próprios caminhos em busca de aprender novas experiências e crescer na vida, e que os obstáculos que aparecem ao longo do caminho são para nosso aprendizado, para nosso próprio benefício. E com a história de Michael, Gina e Paul, vamos aprender sobre o amor e o perdão e a sermos pessoas melhores e não prejudicar os outros. Recomendo.

1 comentários:

  1. Olá Michele,

    Não conhecia o livro, mas confesso que não faz o meu gênero de leitura....abraço.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...