Blogger Widgets

[Resenha #571] À Procura de Audrey - Sophie Kinsella @galerarecord @KinsellaSophie #FindingAudrey


À Procura de Audrey
Sophie Kinsella
ISBN-13: 9788501104632
ISBN-10: 8501104639
Ano: 2015
Páginas: 336
Editora: Galera Record
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Saraiva


Audrey, 14 anos, leva uma vida relativamente comum, até que começa a sofrer bullying na escola. Aos poucos, a menina perde completamente a vontade de estudar e conhecer novas pessoas. Sem coragem de sair de casa e escondida por um par de óculos escuros, a luz parece ter mesmo sumido de sua vida. Até que ela encontra Linus e aprende uma valiosa lição: mesmo perdida, uma pessoa pode encontrar o amor.



Audrey só tem 14 anos e já sofre de um transtorno de ansiedade. Aconteceu após um incidente que ocorreu entre ela e um grupo de meninas em sua antiga escola. Audrey é agora educada em casa, usando óculos escuros para evitar fazer contato visual com qualquer outro ser humano, até mesmo seus pais e irmãos. Alguns dias Audrey mal consegue sair da cama ou da sua casa.
Ela está fazendo tratamento com a Dr. Sarah, que tem a ajudado a se recuperar um pouco, dia a dia, no entanto, Audrey se sente como se ela não estivesse realmente chegando a lugar nenhum. Até que ela conhece Linus, amigo de seu irmão Frank, que a ajudará a colocar as coisas em perspectiva, lhe fará desafios e irá ajuda-la a superar sua ansiedade.




 
No começo, Audrey não gostou de Linus, que passou a vir na sua casa para jogar no computador com seu irmão Frank, e ela sempre ficava nervosa com a presença dele. Linus conseguiu quebrar a barreira entre eles através de notas de papel que ele passou a escrever para ela, e assim eles ficaram amigos. E o mais impressionante de tudo é que ela conseguiu expressar seus pensamentos para ele de forma que ela nunca havia feito com ninguém, nem com sua família. Assim, com o tempo, Linus, junto com a Dra. Sarah e sua família irão ajudar Audrey a perceber que ela pode melhorar.





Eu adorei todos os personagens, especialmente Audrey. Audrey é uma personagem incrível e eu sei que nós seríamos melhores amigas na vida real. O jeito que ela retratou sua família foi hilariante, ela foi gentil, dinâmica e indulgente e, acima de tudo, ela foi inspiradora devido à sua determinação implacável para ficar completamente melhor. Ela começou o livro com falta de confiança em si mesma e, em seguida, com a ajuda de Linus, ela realmente encontra sua voz.




A família de Audrey foi simplesmente fantástica, eles proporcionaram um alívio cômico para a história. Eles eram disfuncionais, mas na sua melhor maneira. A mãe é teimosa e mandona, e se preocupa demais. Mesmo quando ela estava gritando com Frank sobre o seu computador, você poderia dizer que ela fez isso por amor. É engraçado ver como a mãe é viciada no Daily Mail, um jornal e seu filho Frank é viciado em videogame. Ela fica chateando o filho por conta disso, ela acha que ele passa tempo demais no computador e ao longo da história vemos uma batalha constante entre eles. Suas respostas extremas fornecem uma verdadeira comédia para o leitor. 



 
Frank é o seu irmão mais velho típico. Eu achei as suas atitudes por vezes sarcásticas, mas divertidas. Ele é um pouco na dele, mas quando Audrey precisa dele, ele está sempre lá por ela.

Linus foi outro grande personagem. Ele é nerd, engraçado, e realmente trabalhou duro para ganhar a confiança de Audrey. Eu adorei o romance! Amei como ele escreveria suas notas de modo que ela não teria como não falar com ele e como ele deu seus pequenos desafios para ajudá-la a sair de sua zona de conforto. Linus também sabia manter distância quando ela precisava disso.



Acho que a ansiedade é um desses problemas de saúde que não é muitas vezes falado em livros, mas que afeta todas as partes da vida de muitas pessoas, e sendo esse um tema difícil de escrever, eu achei que Sophie Kinsella fez um excelente trabalho. A forma como Audrey falou com o leitor do que ela estava sentindo foi ótima. Eu gostei de ler sobre cada passo que ela dava, a fim de voltar para seu antigo eu novamente. Assim, na história iremos ver o caminho da recuperação de Audrey, suas melhorias, suas lutas e também ataques de pânico no Starbucks. 






O que dizer da capa? Simplesmente linda demais, e perfeita! A editora está de parabéns! A diagramação, revisão e tradução estão excelentes.

"À Procura de Audrey" é uma história agradável, tocante e reconfortante, que retrata um tema difícil com humor e compaixão, oferecendo um olhar edificante aos efeitos poderosos da preocupação e do amor. Leia e cai de amores por Audrey. Recomendo.

2 comentários:

  1. Oie,
    nossa adorei.
    Vou correndo marcar o livro para comprar depois.
    Gosto muito dos livros da autora.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Apesar de eu ter lido várias resenhas da autora, nenhum livro me despertou atenção como esse, pois fala de assuntos que eu curto bastante em uma leitura. A sua resenha está incrível, muito boa sua escrita que nos aborda como se tivesse em um bate-papo.
    Beijos

    Www.euemeuviciochamadoleitura.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...