Blogger Widgets

[Resenha #576] Lírio Azul, Azul Lírio - Maggie Stiefvater @Verus_Editora @mstiefvater


Lírio Azul, Azul Lírio
A Saga dos Corvos # 3
Maggie Stiefvater
ISBN-13: 9788576863922
ISBN-10: 8576863928
Ano: 2015
Páginas: 347
Editora: Verus
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Saraiva


A complexa teia de intrigas, magia e ação torna-se ainda mais enigmática no terceiro volume da série Blue Sargent encontrou coisas. Pela primeira vez na vida, ela tem amigos em quem pode confiar e um grupo ao qual pertencer.
Os garotos corvos a acolheram como se ela fosse um deles. Os infortúnios deles tornaram-se dela e vice-versa. O problema de coisas encontradas, porém, é a facilidade com que podem se perder. Amigos podem trair. Mães podem desaparecer. Visões podem iludir. Certezas podem se desfazer.
Em Lírio azul, azul lírio, o leitor vai descobrir para onde Blue, Gansey, Adam, Ronan e Noah serão levados em sua jornada para encontrar o lendário rei galês Glendower.



A história se desenvolve muito mais em "Lírio Azul, Azul Lírio" do que em qualquer um dos outros livros. Blue e os garotos Corvos finalmente fazem algum progresso em sua busca para encontrar Glendower, mas eles encontram mais problemas também. Sua busca não é simples e a cada progresso que eles fazem parece ser prejudicado por alguma coisa. Eu não tenho certeza de como as coisas vão terminar no próximo e último livro, mas eu estou ansiosa para ver como Maggie Stiefvater irá terminar a história.


A narrativa segue com os acontecimentos do final do livro anterior. Maura, mãe de Blue continua desaparecida após ir em busca de seu ex-namorado, pai de Blue. Deixando para trás apenas uma nota enigmática, que só deixa ainda mais perguntas. Blue é deixada para trás com os Garotos Corvos, e entristecida Blue volta-se para Gansey em busca de consolo. O relacionamento deles é indefinido, pois Blue sabe que se ela seguir em frente pode acabar com a morte de Gansey.



Blue e os Garotos Corvos descobrem novas informações, e eles começam a questionar tudo o que eles tem até agora. A traição se esconde mais perto do que eles sabem. E Glendower está mais perto deles agora do que nunca. Assim, eles partem atrás dele na esperança de encontrar a mãe de Blue também, mas ao longo do caminho eles irão encontrar muitos perigos, e mesmo tendo a ajuda do Homem Cinzento não é garantia de segurança. Será que eles terão sucesso em sua missão?


Tal como acontece com os livros anteriores, Maggie Stiefvater dá maior destaque para um personagem, aqui o foco é em Blue, mas também destaca alguns outros personagens principais e introduz novos. Adorei saber mais sobre Blue, o dom que ela carrega, mas que não foi despertado ainda, e sobre a profecia da morte de Gansey. Destaco também o crescimento de Blue nesse livro que foi realmente significante, e de como ela começou a tomar a frente nas decisões juntamente com os Garotos Corvos. Ronan e Adam descobrem suas habilidades para lidar melhor com Cabeswater. Adam precisa lidar com o processo contra seu pai. Ronan está fazendo de tudo para mudar o futuro, pois ele descobriu algo sobre si mesmo que ele quer mudar. Gansey tenta manter todos unidos.


Em termos de progressão na trama, muitos eventos importantes ocorrem, e alguns mistérios são resolvidos, enquanto muitos mais são criados, incluindo um bem grande sobre o passado de Gansey. Mais elementos sobrenaturais são transpostos para a história e o enredo está ainda mais surpreendente. Um novo antagonista é jogado na mistura na forma de Greenmantle. No entanto a questão por trás dele não for entendida até o clímax da história, e nos deixa com um final que irá deixar os leitores loucos pelo próximo livro. Greenmantle é uma força a ser reconhecida e sua história e interações com o Homem Cinza são intrigantes além de toda crença.

A escrita de Maggie Stiefvater é, como de costume, linda, adorável e poética. Suas palavras pintam imagens na mente do leitor e nos fazem sentir realmente como parte da história. A escrita é complexa e cada personagem é diferente e tem suas próprias falhas e qualidades. Embora o romance é abordado um pouco, ele está longe de ser a parte principal da história.


Que capa mais linda! Como sempre a diagramação está perfeita, assim como a revisão e tradução.

"Lírio Azul, Azul Lírio" é o melhor livro da série, na minha opinião. Toda a história é muito bem desenvolvida, apesar de lenta, deixa os leitores querendo saber o que vai acontecer a seguir. Este livro definitivamente tece alguns dos fios soltos de seus antecessores, mas levanta algumas novas perguntas deixadas para o próximo livro. Mal posso esperar! Recomendo.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...