Blogger Widgets

[Indicação de série] Fear The Walking Dead




Fear the Walking Dead nos leva ao começo do apocalipse zumbi: uma época na qual o mundo estava mudando rapidamente devido a causas ainda desconhecidas; antes de que alguém pudesse entender exatamente o que estava acontecendo. Uma época na qual a existência, como todos a conheciam, se transformou e alterou de forma nunca antes imaginada. Os desafios a vencer são imensos, diante de um espetáculo caótico de uma civilização que desmorona. Fear the Walking Dead é a travessia que documenta o fim dos tempos, dramatizando a temível desintegração da sociedade através dos olhos de uma família disfuncional e, ao mesmo tempo, unida.”

WOW. WOW. WOOOOOOW.
Ok, vamos com calma.
Estou escrevendo esse post depois de assistir o último EP lançado (no caso o 4º da primeira season caso esteja lendo isso depois de um bom tempo) e estou surtando. Então, ignorem minha visível excitação e alteração psicoemocional.



O spin off veio para dar aquele tchan aos seguidores da série. Ele é responsável por mostrar como as coisas chegaram no ponto que estão agora, então estamos tendo a chance de acompanhar o ponto gatilho do começo da epidemia. Eram (são) pessoas normais que trabalham, estudam, dirigem, vão as compras, tomam café da manhã assistindo ao noticiário, tem problemas corriqueiros e normais que não envolvem nem de longe comer a cara de alguém, e assim por diante...



Assim como a maioria das séries de TV, temos uma família central! Nela vamos encontrar: Travis Manawa e sua atual esposa Madison Clark com seus filhos, Nick Clark e Alicia Clark, Liza Ortiz ex-esposa de Travis e Chris Manawa, filho dos dois.
O que me fez me apaixonar por Fear, foi justamente isso, essa realidade tão nua e real que te mostra “hey, isso poderia ser com você!”.




Os primeiros episódios foram duramente criticados, e ainda estão sendo, pelo fato de não ter TANTA ação como TWD. O que as pessoas esquecem e insistem em deixar de lado é que os personagens de uma, não tem nada a ver com a outra, mesmo que tudo seja ambientado na mesma temática.
O que mais vejo por ai são pessoas que xingam sem dó, chamando tal personagem de burro, aquele de lerdo, dizendo coisas do tipo “como você não viu aquele zumbi? PORQUE NÃO ACERTOU A CABEÇA DELE E O MATOU? Pare de fazer barulho! Pare com isso. Pare com aquilo”.







VAMOS COM CALMA POVO DO MEU BRAZIL ZIL ZIL. A série retrata o início da propagação da infecção, e é mais do que ÓBIVIO que as pessoas ali não saibam nada do que nós que já assistimos todas as temporadas de TWD já sabemos. Para eles são seus vizinhos, amigos, parentes, conhecidos da rua, que estão com alguma bactéria ou coisa do tipo, e que um coquetel de remédios vai resolver tudo. Se o Hershel mesmo depois de tanto tempo ainda acreditava nisso, o que dizer desses pobre iludidos que estão conhecendo a praga agora?
 


Sou uma defensora de Fear The Walking Dead com unhas e dentes, acho que esta batendo de 100000000 a 0 na sua matriz, TWD. Na primeira estamos em um momento onde o foco é a luta entre os humanos e um zumbi se torna um mero detalhe. Para eles é quase como um cachorrinho no quintal. Em Fear tenho meus medos instigados ao progredir junto aos personagens dia após dia, e saber como lutar contra – mas estar de mãos atadas sem ter como ajudá-los. Entende onde quero chegar?
Por mais que não tenha um Walker passando na tela a cada 5 segundos, em todos os episódios de FTWD preciso parar pelo menos umas 5 vezes para respirar e não ter uma síncope. Nossos nervos são testados.

Não entrei em detalhes nos episódios pois está tudo muito fresco e novo, então não quero estragar nada para novos fãs com spoilers.

Sugiro que assiste e teste seus nervos também, e se você já acompanha ambas as séries me conta aqui o que achou!





Até a próxima!


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...