Blogger Widgets

[Resenha #600] Coraline - Neil Gaiman @editorarocco


Título: CORALINE
Autor: Neil Gaiman
Isbn: 9788532516268
Páginas: 160
Ano de edição: 2003
Editora: Rocco
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Amazon


Coraline (e NÃO "Caroline", como ela mesmo diz inflexivelmente) acaba de se mudar para um apartamento num prédio antigo. Seus vizinhos são velhinhos excêntricos e amáveis que não conseguem dizer seu nome do jeito certo, mas encorajam sua curiosidade e seu instinto de exploração.
Em uma tarde chuvosa, consegue abrir uma porta na sala de visitas de casa que sempre estivera trancada e descobre um caminho para um misterioso apartamento "vazio" no quarto andar do prédio. Para sua surpresa, o apartamento não tem nada de desabitado, e ela fica cara a cara com duas criaturas que afirmam ser seus "outros" pais.
Na verdade, aquele parece ser um "outro" completo mundo mágico atrás da porta. Lá, há brinquedos incríveis e vizinhos que nunca falam seu nome errado. Porém a menina logo percebe que aquele mundo é tão mortal quanto encantador e que terá de usar toda a sua inteligência para derrotar seus adversários.



 “Quando você tem medo e faz mesmo assim, isso é coragem.”

  De mudança para a casa nova, e com os pais sempre muito ocupados e distantes, Coraline (e não Caroline) acaba passando o tempo contando as portas e janelas, explorando o quintal e todas as coisas nesse estilo disponíveis.

  Até o dia em que uma chuva atrapalhou sua exploração externa e teve que se virar dentro dos cômodos mesmo.

  É nessa ocasião que ela encontra pela primeira vez a 14ª porta em um quarto da casa. Uma porta pequena, que mal dá para passar uma criança. Curiosa faz com que sua mãe a abra e vê que a mesma não dá em parte alguma, atrás da porta havia apenas uma parede de tijolos.






" Você realmente não entende, não é? – disse. – Eu não quero tudo o que eu quiser. Ninguém quer. Não realmente. Que graça teria ter tudo o que se deseja? Em um piscar de olhos e sem o menor sentido."

 No entanto, aquilo havia deixado Coraline intrigada e passou diversos dias pensando naquela porta. Até que um dia, sozinha em casa pega a chave da porta, a destranca e ao abri-la se surpreende, pois ao invés da parede de tijolos havia um corredor escuro.


"Os nomes são os primeiros a partir, depois que a respiração se esvai, e a batida do coração. Guardamos as nossas memórias por mais tempo do que os nossos nomes."


"- Gatos não têm nomes – disse. - Não? – perguntou Coraline.- Não – respondeu o gato. – Agora, vocês pessoas tem nomes. Isso é porque vocês não sabem quem vocês são. Nós sabemos quem somos, portanto não precisamos de nomes."





  É a partir desse momento que começa toda a aventura. No final do corredor, ela encontra toda a sua vida, porém melhor. Um jardim florido, brinquedos maravilhosos, comida saborosa, pais atenciosos, animais falantes, vizinhos em sua versão 2.0, e assim por diante…

“Como é que algumas vezes, ao sermos afastados de algumas coisas, ficamos ainda mais próximos delas?”


  Com esse mundo à sua frente, e com a ajuda de um ser bem especial, ela vai ter que decidir de qual lado da porta vai passar o resto da sua vida. Há um preço. Será que ela vai pagar?

  Li o livros na época da escola e o guardo com muito carinho até hoje. Não empresto, não faço consórcio, não deixo que cheguem perto! Hahaha

  Me lembro bem que quando li, os olhos ficavam vidrados em cada página com um misto de curiosidade e medo, pois convenhamos, para uma criança esse livro assusta um pouco.




  A capa por si só já é sensacional, a Rocco sempre teve um cuidado exemplar com suas obras. O interior conta com ilustrações que ajudam a alimentar a imaginação e te levam a terminar o livro em questão de horas.

  Se você não leu, por favor, leia! Ebook, online, por sinal de fumaça, livro físico, sempre tem um jeito. Mas leia!

  O filme é uma graça, mas o livro não há comparação. Nossa Caroline (opa, Coraline!) vai te receber de braços abertos nessa jornada insana. 

7 comentários:

  1. Quando eu assisti o filme, pensei: esse filme não é pra criança. Confesso que fiquei com medinho hahhha
    Gostei muito das fotos que você colocou. Dá pra ver que o livro é uma graça
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Luiza! Ainda quero melhorar as fotos mas fico feliz que tenha gostado.
      Confesso que também tive essa impressão viu! É creepy demais para uma criança pequena! hahahaha

      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Bruna!

    Menina, eu sou LOUCA para ler esse livro. Nunca tive oportunidade de ler quando estava na escola e agora nunca acho para comprar, só a versão em inglês. Já li outras obras do Neil Gaiman, mas tenho uma curiosidade enorme poe Coraline. Muitas pessoas dizem que não é nem um pouco um livro para crianças... Quero muito conferir!

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!!

      Continua indo atras, eu já o vi várias vezes em edição brasileira dando dopa por ai. O preço não era amigável mas vale a pena quando se trata da Coraline!
      Eu acredito que aquelas crianças que ja nascem com um amor por coisas mais assustadoras (eu, haha) vão se dar bem com ele sempre. Mas realmente, alguma mais normal pode se assustar sim!

      Obrigada por comentar, beijos!

      Excluir
  3. Coraline é perfeito, tenho o meu aqui em casa, amo tanto o Neil quanto o McKean desde a época de Sandman.

    http://poyozodance.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Esse livro é demais. Neil escreve muito bem.
    E o filme foi bem fiel ao livro. Adoro ambos!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  5. hii
    my name is maryane and,i really like the book Coraline is my favorit book

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...