Blogger Widgets

[Resenha #605] Cretino Irresistível - Christina Lauren @univdoslivros @ChristinaLauren


Cretino Irresistível
Beautiful Bastard # 01
Christina Lauren
ISBN-13: 9788579305290
ISBN-10: 8579305292
Ano: 2013
Páginas: 252
Editora: Universo dos Livros
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Submarino


Sinopse: Esperta, dedicada, prestes a cursar um MBA, Chloe Mills tem apenas um único problema: seu chefe, Bennet Ryan. Ele é exigente, insensível, sem consideração – e completamente irresistível. Um belo cretino. Bennet acaba de retornar da França para assumir um cargo importante na empresa de comunicações de sua família. Mas o que ele não poderia imaginar era que a pessoa que o ajudava enquanto ele estava no exterior era essa criatura linda, provocadora e totalmente irritante que agora ele tem de ver todos os dias. Ele nunca foi do tipo que se envolve em relacionamentos no ambiente de trabalho, mas Chloe é tão tentadora que ele está disposto a flexibilizar essa regra – ou quebrá-la de uma vez – para tê-la. Por todo o escritório! Mas o desejo que um sente pelo outro cresce tanto que Bennet e Chloe terão de decidir o que estão dispostos a perder para ganhar um ao outro.



Cretino Irresistível é um daqueles livros que por mais que você se esforce é absolutamente impossível parar com a leitura, na verdade eu estava tentando ler mais rápido do que meus olhos conseguiam acompanhar. O livro é quente como os infernos e desfrutei de cada briga exaltada dos protagonistas Ryan Bennett e Chloe Mills.


Ryan Bennett é o diretor executivo de uma poderosa empresa do império de comunicação a Ryan Media Group que pertence a sua família. Ele é obcecado pelo trabalho, meticuloso, manipulador e tem notória fama de tratar de forma descortês seus funcionários. Bennett é definitivamente “quente”, poderoso, jovem, lindo, charmoso e egocêntrico ao extremo e é como Chloe mesmo diz: Um cretino irresistível.

 
[...] Se pelo menos ficasse de boca fechada, ele poderia ser perfeito. Um pedaço de fita adesiva resolveria o problema. Eu tinha um rolo no meu armário que às vezes eu pegava e acariciava, pensando que um dia eu poderia fazer bom uso dele [...] - Pág 9.

Chloe Mills está a seis anos trabalhando para a empresa e é assistente pessoal de Bennett. Ela está estudando para seu MBA, mas sua estadia se tornou um calvário a exato nove meses quando Bennett retornou da França e assumiu  o cargo na empresa da família. Ela é bem sucedida, eficiente, inteligente, bonita, atraente e dona de um temperamento extremamente forte.


Eles vivem em pé de guerra e se odeiam de forma aberta e ostensiva.  A tensão existente entre eles é palpável, e todos que estão a volta dos dois notam, mas na verdade toda essa fachada contem em si cobiça e desejo.

Uma noite após um dia complicado graças a mais uma das inúmeras exigências do todo poderoso, ao fazer uma apresentação de trabalho na sala de conferências Chloe leva o nosso querido Bennett ao precipício. Ele não se contém e acaba por perder seu controle e a subjuga sexualmente o que ela não repudia. Pelo ao contrário, ela aceita tudo o que ele tem a oferecer e os corpos de ambos parecem entrar em combustão quando se tocam.

 
[...] Como eu poderia deixar meu corpo reagir daquela maneira? Ainda queria lhe dar um tapa, mas agora, mais do que isso, eu queria que ele continuasse[...] – Pág 15.

O enredo segue então de maneira pariforme a cada capítulo. Chloe e Bennett hostilizam-se numa constante quebra de braço, cada um tentando impor sua vontade, mas encerram cada discussão com um sexo cada vez mais lascivo tornando assim um ciclo extremamente vicioso, difícil de verem além do relacionamento carnal. Quando juntos por motivos de trabalho eles vão a uma conferência em Seattle, o relacionamento de ambos que seguia a rotina sexo quente e brigas acaloradas dá uma grande reviravolta e eles chegam a um impasse onde sentimentos antes escondidos eclodem e os interesses colidem de forma única.

 
[...] Senti uma pequena pontada em meu peito. O que estávamos fazendo? Aquilo era real ou estávamos brincando de casinha por alguns dias para depois voltar ao normal? Não sabia se conseguiria voltar ao normal depois daquilo, e não sabia como seria o futuro [...] – Pág 210.

Foi bom ler um romance erótico que se concentra em cada personagem, não apenas abordando as vontades e interesses do “mocinho”. Chloe foi uma mulher muito decidida e autoritária, e a palavra submissão realmente não fazia parte do seu vocabulário. Ela realmente se vê numa encruzilhada, afinal ela é a melhor no que se propõe a realizar em seu trabalho e se descobrirem o relacionamento nada ortodoxo com seu chefe com certeza tudo que ela conquistou e almejou vai se diluir. 



Se você está procurando uma leitura quente, sexy e de ritmo frenético essa história é garantida. A fonte agradável e as paginas amareladas são um convite mais do que irresistível para uma leitura pra lá de picante. Recomendo a todos!

2 comentários:

  1. Essa série é o meu xodó do momento. Já li todos os livros e quero mais
    Eu amo a escrita da Christina Lauren. Me faz arrancar altas gargalhadas.
    E, gente, o que o Marty McFly nessas fotos??? AMEI!
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luiza obrigada pela sua visita fofa! Espero ler todos da série! Beijos!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...