Blogger Widgets

[Resenha #609] Fragmentados – Neal Shusterman @Novo_Conceito @NealShusterman


Fragmentados
Neal Shusterman
ISBN-13: 9788581635194
ISBN-10: 8581635199
Ano: 2015
Páginas: 320
Editora: Novo Conceito
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Submarino

Sinopse: Fragmentados - Em uma sociedade em que os jovens rejeitados são destinados a terem seus corpos reduzidos a pedaços, três fugitivos lutam contra o sistema que os fragmentaria. Unidos pelo acaso e pelo desespero, esses improváveis companheiros fazem uma alucinante viagem pelo país, conscientes de que suas vidas estão em jogo. Se conseguirem sobreviver até completarem 18 anos, estarão salvos. No entanto, quando cada parte de seus corpos desde as mãos até o coração é caçada por um mundo ensandecido, 18 anos parece muito, muito longe. O vencedor do Boston Globe-Horn Book Award, Neal Shusterman, desafia as ideias dos leitores sobre a vida: não apenas sobre onde ela começa e termina, mas sobre o que realmente significa estar vivo.


    Como eu poderia deixar de falar de um livro tão fantástico como esse? Um livro diferente de tudo o que eu já li, original e bem delineado. Fragmentados é uma distopia que se destaca em meio a tantas distopias que tem sido publicadas. O livro conta a história de três jovens muito diferentes que veem seus caminhos cruzados em um momento crucial de suas vidas. 





Na sociedade descrita em Fragmentados, a vida humana deve ser resguardada até os treze anos de idade. No entanto, dos treze aos dezoito anos, os pais podem escolher mandarem seu filho para a chamada fragmentação, um procedimento cirúrgico que fragmenta a pessoa, doando seus órgãos, membros e tudo o mais para pessoas que precisam. Dessa forma, o jovem não morreria, mas continuaria vivendo de uma forma dividida.


“Você não pode mudar as leis sem antes mudar a natureza humana.”
“Você não pode mudar a natureza humana sem antes mudar a lei.” p. 51



    Parece loucura (e é), mas, a escrita e as justificativas descritas no livro são tão bem elaboradas que fazem tudo ter sentido. Além disso, o autor utiliza eventos reais para explicar como as coisas chegaram a esse ponto.


“Ela sabe – ela entende – com que frequência a compaixão é suplantada pela conveniência.” p. 83





O livro é narrado em terceira pessoa. Se você, assim como eu, não gosta muito de narrativa em terceira pessoa, pode ficar tranquilo. A narrativa é tão envolvente que isso não te incomodará nem um pouco. O livro é dividido em pequenos capítulos, alternando entre personagens. Dessa forma, temos a perspectiva de cada personagem, o que é muito interessante. Vale mencionar ainda que a diagramação está ótima.

“Se não houvesse fragmentação, haveria menos cirurgiões e mais médicos. Se não houvesse fragmentação, eles voltariam a tentar curar as doenças em vez de só substituir órgãos ruins pelos de outra pessoa.” p. 159




    A trama é muito bem elaborada. O livro possui histórias que se cruzam e mistérios que se solucionam de forma surpreendente. Há trechos chocantes. Quando você começa a ler, é impossível parar. Você descobrirá novos significados para termos já conhecidos. Saiba o que é ser um dízimo, ou ainda, o que é a Iniciativa da Cegonha. É uma sociedade completamente nova, com novos valores. É como adentrar um mundo novo, coisa que as distopias fazem muito bem. 



    Fragmentados também é um livro muito reflexivo. Trás reflexões grandiosas a respeito da vida, alma, consciência, amor, humanidade, valores morais, religião, Deus, entre outros temas muito interessantes. É o tipo de livro que você precisa parar por alguns minutos para pensar no que leu.

“Não levou muito tempo para que a ética fosse esmagada pela ganancia. A fragmentação tornou-se um grande negócio, e as pessoas deixaram que acontecesse.” p. 209

    Se você gosta de distopias, gosta de ser apresentado a mundos novos e, especialmente, gosta de livro que te fazem refletir, eu recomendo Fragmentados. Originalidade é um adjetivo perfeito para descrevê-lo.

2 comentários:

  1. Fiquei muito interessada, com certeza quero ler.
    As fotos estão lindas, resenha maravilhosa.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns por esta resenha. Então este livro parece ser muito bom mesmo, só o simples fato de ser uma história única bem diferente das atuais já da um ar de suspense em torno deste livro.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...