Blogger Widgets

[Resenha #628] O Último Beijo - Cacá Adriane @EditoraDracaena @cacaadriane


Título: O Último Beijo
Autora: Cacá Adriane
Nacionalidade: Brasileiro
Série: The Last #01
Editora: Dracaena
Gênero: Romance Sobrenatural
Ano: 2012
Skoob
Classificação: 4 estrelas


Sinopse: Jasmim é uma menina, como outra qualquer, que está passando pela adolescência. Ela tem que lidar com diversos problemas, como o fato de sua mãe ter falecido quando ela nasceu e seu pai nunca estar em casa. Porém, sua vida não é só tristeza. Ela tem uma amiga chamada Ana Paula que é aventureira e adora metê-la em confusões. Como se não bastasse, ainda conhece um rapaz: Gabe. Gabe é instável, cínico, genioso e ridiculamente lindo. Diferente dos outros, rapidamente faz com que Jasmim fique atraída por ele. Ela estará disposta a dar o que ele pede em troca?! Qual a relação dele com seus pesadelos constantes?! Será que ela realmente sabe quem são as pessoas que ama?! Conheça essa envolvente historia cheia de aventuras, mistérios e romance!



Recebi esse livro da Michele lindona para resenhar aqui para o blog, e quando ele chegou fiquei EXTREMAMENTE empolgada e apaixonada pela capa. Sério. Que marcador é esse que veio junto? Hahaha
À primeira vista, sem ler nada deduzi que seria algo relacionado a sobrenatural, talvez com a temática do vampirismo e tal... Errei só nos caras com presas que chupam sangue.


O livro conta a história de Jasmim, uma garota de 15/16 anos que estuda, leva uma vida normal, e que perdeu a mãe no parto. Seu pai vive fora, trabalhando como piloto, e em meio à essa solidão ela tem apenas a sua amiga Ana Paula, que a acompanha a todo canto – ou vice versa – e a ampara.
No começo do ano letivo elas conhecem Gabe, um garoto super esquisito, quieto, mas que é de longe o mais bonito que você já pôde ver na sua vida. E assustador também. Elas vão ser obrigadas a passar todo o ano com ele em um trabalho em grupo. Ana logo de cara já se afasta dele com aquele famoso “o santo não bateu” e sobra para a Jasmim ter de conviver e aí meus amigos, já sabem... Alguém vai se enamorar.



"Uma vez a Ana me perguntou por que gostava tanto de ler, devo ter respondido algo como "sei lá", mas na verdade eu sabia, gosto de ler porque a vida nos livros é melhor do que a minha."

"Dei-me conta de que havia dado meu primeiro beijo e nem ao menos podia contar a minha melhor amiga, o que diria a ela? “Oi, Ana, beijei o Gabe no bosque à noite, depois de ser atacada por ele e de ter fugido. Ah, é, ele finge que nada aconteceu, namora a Samara e não me lembro de como voltei para casa”. Ia ser patético."


Daí temos um desenrolar da história onde Gabe é um completo babaca com a Jasmim, e ela mesmo querendo que ele morra lentamente *drama* se vê cada vez mais envolvida com ele.
Quando um dia em um passeio em no bosque ao lado da sua casa, ela perde a hora e vê algo extremamente assustador. Era um par de olhos brancos que brilhavam e estavam agora na frente dela. Mas a pior parte era a que esse par de olhos pertencia ao Gabe. E então ele a presenteia com o “último beijo”.

 "Ele me beijou, achei que iria empurrá-lo, que não gostaria do beijo, mas me enganei e muito. Eu gostei.
Só o que lembro depois disso foi acordar na minha cama na manhã seguinte, sem lembrança alguma, de como, quando ou com quem fui embora."


Não tenho mais como falar algo sobre o livro nessa resenha. Qualquer outra palavra e CABUM, um mega spoiler.
 



Confesso que foi uma leitura difícil. No primeiro momento, quase embalei o livro e o enviei de volta *drama2*. Tenho o “defeito” de ser perfeccionista e a escrita da autora me incomodou demais. É uma narrativa em primeira pessoa (que já tenho o costume de correr por traumas passados) com uma escrita um tanto infantil. Em vários momentos, muitos na verdade, vi inspirações/cópias claras da Saga Crepúsculo, Harry Potter e outros livros famosos. E me incomodou um pouco a mistura constante de nomes e “coisas” do Brasil e gringas. Tinham algumas bizarras sério. Então fica a dica, cuidado quando for misturar! É um tiro no escuro.
Eu teria ficado mais contente se ela tivesse seguido a linha somente dentro da narração Brasil x Brasil, todo esse mundo sobrenatural aqui nas terras tupis, com nomes todos PT-BR, enfim... Eu teria curtido SUPER.

PORÉM, conforme fui insistindo e avançando, ao passar da 16ª página já estava me acostumando e a coisa toda foi fluindo, até chegar no ponto de ficar doida para voltar logo pra casa porque tinha que saber o que acontecia no livro.
Sim, pimpolhos e pimpolhas, esse livro apesar de tudo, É VICIANTE. A autora diz que o Gabe tem esse efeito e eu a subestimei. Foi difícil largar o livro algumas vezes e o terminei rapidinho com dor no coração. (a propósito, QUE FINAL FOI ESSE? COMO ASSIM BR?)

"- Só vou te beijar se você me pedir - ele passou a língua nos meus lábios, mas não me beijou. Gabe estava falando sério? Estava com a boca aberta, olhos fechados e provavelmente com cara de boba. - Peça.
- Aham... Aham - qual é? Não dava para falar com ele, beijando meu pescoço e passando a mão pelo meu cabelo.
- Peça.
- Me beije - Gabe apertou a mão no meu cabelo.
- Peça direito - aquilo não estava acontecendo, era tortura do mais alto nível.
- Me beije, Gabe - olhei para ele, aquela boca. - Por favor - ele nem hesitou, me beijou ferozmente, mas logo saiu de perto de mim.
- Isso foi por aquela noite no bosque, lembra? Quando disse que te dava nojo e que perderia meu tempo, tentando te beijar de novo."

Então, mesmo com a escrita não tão agradável, venho aqui suplicar publicamente pela continuação dessa série. Preciso com todas as minhas forças saber o que acontece a seguir, ou vou dar uma de Hazel e sair enviando email pra você, Cacá! Ou dar uma de Gabe e te seguir por ai.

Alguém já tinha lido esse livro? Já ouviu falar? É novo pra você?
Contra pra mim nos comentários, quero muito saber :D

Até a próxima! 

2 comentários:

  1. Olá querida!!!!
    Já havia lido sua resenha, porém com o tempo corrido esqueci de comentar. Me desculpe pela demora e muito obrigada pela resenha *-*
    Bom, vamos aos coments, ou melhor minhas defesas kkkkk
    Sobre a escrita: Olha, nessa serie quis muito caracterizar os personagens pela fala, pois sempre li romances sobrenaturais adolescentes e ficava irritadíssima com a linguagem usada. Tipo "Uma adolescente não falaria assim". Segundo que baseei muito da serie nos meus três anos de ensino médio, e eu e minha melhor amiga Ana Paula falávamos exatamente desse jeito. MAS, apesar de boa parte ter sido proposital (alguns trechos são bobos, porque a Jasmim é boba, afinal só tem 15/16 anos), minha escrita é assim mesmo, se um dia ler outras obras minhas vai notar, infelizmente tipo de escrita é bem difícil de alterar, espero melhorar com o tempo :)
    Sobre os nomes de personagens: Alguns apelidos são em inglês (se você notar os nomes são bem brasileiros), isso se deu ao devido fato de que, quando escrevi imaginei que por um milagre de Deus (rsrsrs) meu livro poderia ser lançado nos EUA ou quem sabe virar um filme (sim, eu era iludida) e... Não queria que mexessem nos nomes, dae a ideia dos apelidos americanizados (Danny, Teddy, Samy, etc...). Hoje em dia não sei se foi uma boa ideia, mas a maioria das leitoras aceitou bem, de qualquer forma eles já tem esses "nomes" gravados na minha cabeça, não conseguiria alterar nem quem quisesse rsrsrs - Ah, o apelido Gabe tem outra razão, se quiser lhe conto um dia - Mas também não posso prometer que não farei mais isso em outros livros, gosto de misturar nomes e particularmente não acho que por um livro ser nacional ele tenha que ter só coisas do Brasil, mas isso sou eu.

    ResponderExcluir
  2. Ufa... Continuando kkkk
    Quero dizer que não baseei meu livro em nenhuma outra obra, juro!!! Se tem semelhanças com outros livros? É bem provável, todos os escritores que conheço sempre dizem que seus livros são um agrupado de coisas que já leram, viram e ouviram e o meu não seria diferente, procurei deixa-lo o mais original possível e sinto muito se pequei nisso. Ahhh todos os meus livros são em primeira pessoa, sorry rsrsrs

    Bom, concluindo. Amei sua resenha, amei saber que mesmo não curtindo varias coisas, deu uma chance ao OUB e ao Gabe. Fico honradíssima com sua resenha e honestidade!!! Obrigada de verdade <3

    E, eu reescrevi o livro 1 todo, melhorei vários trechos, adicionei partes e acrescentei detalhes, espero que assim que sair a nova edição (Editora Madras, selo Teen) eu tenha uma nova resenha sua e assim veremos se consegui amadurecer a escrita um pouco.

    Bjks,
    Cacá Adriane

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...