Blogger Widgets

[Resenha #630] Escuridão total sem estrelas - Stephen King @Suma_BR


Escuridão Total Sem Estrelas
Stephen King
ISBN-13: 9788581052755
ISBN-10: 8581052754
Ano: 2015

Páginas: 392
Editora: Suma de Letras
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Submarino


Sinopse:
Na ausência da luz, o mundo assume formas sombrias, distorcidas, tenebrosas. Em Escuridão total sem estrelas os crimes parecem inevitáveis; as punições, insuportáveis; as cumplicidades, misteriosas.
E 1922, o agricultor Wilfred e o filho, Hank, precisam decidir do que é mais fácil abrir mão: das terras da família ou da esposa e mãe. No conto Gigante do volante, após ser estuprada por um estranho e deixada à beira da morte, Tess, uma autora de livros de mistério, elabora uma vingança que vai deixá-la cara a cara com um lado desconhecido de si mesma. Já em Extensão justa, Dave Streeter tem um câncer terminal e faz um pacto com um estranho vendedor. Mas será que para salvar a própria vida vale a pena destruir a de outra pessoa? E, em Um bom casamento, uma caixa na garagem pode dizer mais a Darcy Anderson sobre seu marido do que os vinte anos que eles passaram juntos.Os personagens dos quatro contos de Stephen King passam por momentos de escuridão total, quando não existe nada — bom senso, piedade, justiça ou estrelas — para guiá-los. Suas histórias representam o modo como lidamos com o mundo e como o mundo lida conosco. São narrativas fortes e, cada uma a seu modo, profundamente chocantes.



Depois de ter gostado tanto de “Joyland”, me aventurei no segundo livro de Stephen King “escuridão total sem estrelas”. Escolhi esse livro por ele ser composto de 4 contos, e como o próprio King disse, traz histórias reais bem reais, com as quais você poderia facilmente se deparar no dia a dia.
Antes de falar sobre cada conto, preciso dizer que esse livro é um dos mais lindos que eu tenho na minha estante! A capa é preta e as bordas das folhas também! Uma boa diagramação, dois contos têm uma estória contínua, sem separação de capítulo, e dois com capítulos pontuando o ritmo do enredo, o livro foi bem traduzido; Ponto para a Suma de Letras, e mais uma vez a escrita do king não decepciona.
 


 
CONTO 1: 1922

Wilfred James e sua mulher Arlette moram em uma pequena fazenda, vivem uma vida pacata, até o dia em que sua esposa herda 100 acres de terra na região; ela quer vender as terras e se mudar para a cidade com ele e seu filho, Henry, por enquanto que Wilfred não quer sair da fazenda do seu avô muito menos que a mulher venda o seu lote de terra; para ele só tem uma opção: ficar com as duas terras. Wilfred faz qualquer coisa para conseguir o que quer, nem que seja preciso matar sua esposa e convence seu filho a ajudar, Henry acaba concordando pois está apaixonado por uma garota da região, Shannon, e não quer ir embora do local.
Esse conto é o mais cheio de suspense e passagens de terror do livro, também é o mais longo. O enredo foi bem construído e King sabe prender o leitor, comecei a ler o conto e não consegui parar. O retrato psicológico de Wilfred e do seu filho Henry são excelentes, e nesse conto Henry foi o personagem que mais me cativou, sofri junto com os dilemas dele após o assassinato da mãe, que refletiu nas escolhas que ele fez ao longo da estória.

“ O ódio que eu sentia por ela naquele ano de 1922 era maior do que um homem pode sentir por uma mulher a menos que haja amor envolvido”. Pág. 16


“Naquela noite descobri uma coisa que a maioria das pessoas nunca precisa aprender: assassinato é pecado, assassinato é danação (com certeza danação da mente e do espírito, mesmo se os ateus estiverem certos e não houver vida após a morte), mas assassinato também é trabalho”. Pág.34


“Eu me lembro de ter pensado: esta noite nunca vai acabar. E estava certo”. Pág.32



CONTO 2: GIGANTE DO VOLANTE

Nesse conto encontramos Tess, uma escritora de suspense (livros das senhoras da sociedade do tricô), que ultimamente faz palestras e sessões de autógrafos em livrarias para completar sua renda, no começo do conto ela recebe um convite de última hora para fazer uma palestra em um local próximo da cidade onde ela mora. Devido ao dinheiro e a curta distância Tess aceita o convite e vai de carro até o local. 


Na volta ela pega um atalho para diminuir alguns quilômetros da sua viagem, nesse caminho acaba acontecendo alguns eventos que leva ao estupro de Tess, evento que vai mudar sua vida dali em diante.
Esse foi um dos contos mais complicados de se ler porque ele retrata com um assunto muito delicado, e King retrata bem como a vida da vítima muda após o ocorrido. Tess foi uma personagem bem construída e sofre muitos dilemas como qualquer pessoa submetida a tal situação.

“ Se era possível ou não estipular um preço para coisas como dor, estupro e pânico era uma questão que as senhoras da sociedade do tricô nunca precisariam considerar”. Pág.154

“Ela não queria ser uma nova mulher. Gostava da antiga Tess”. Pág 174


CONTO 3: EXTENSÃO JUSTA

Nesse conto o personagem principal Dave Streeter está com câncer em estágio avançado e sem cura, e decide passear de Carro pela cidade para esquecer um pouco do sombrio prognóstico. Durante esse passeio ele conhece um suposto vendedor próximo as ruas do aeroporto, que naquele instante parece não ter nenhum movimento; Dave vencido pela curiosidade decide parar o carro e ir até lá, ver o que o homem está vendendo.
 

Dave se aproxima, e ao conversar com o homem, que em certos momentos parece mais alto e com feições diferentes, ele recebe a proposta de um prolongamento de vida, o misterioso homem lhe dará 20 anos a mais, porém em troca ele terá que dá um nome de alguém próximo a ele para ser prejudicado.

Esse conto foi o que mais mexeu comigo, porque King conseguiu mostrar até que ponto vai o egoísmo humano, e após a leitura realmente me peguei pensando nisso. Os personagens são bem construídos, a ênfase do enredo ocorre principalmente em Dave, o restante fica em um plano mais secundário.


“Havia uma compaixão simples em sua voz e streeter sentiu os olhos se encherem de lágrimas”. Pág 270


“  - Posso ir direto ao ponto, Sr. Streeter?
    - Claro
    - Você precisa transferir esse peso. Em outras palavras, você tem que passar o mal adiante, se o mal for retirado de você”.  Pág 274



CONTO 4: UM BOM CASAMENTO

No último conto do livro nos deparamos com uma estória interessante de uma senhora, chamada Darcy Anderson que há 27 anos tem um bom e estável casamento com Bob. Darcy está sozinha em casa durante uma viagem de trabalho do seu marido, quando decide ir atrás de pilha na garagem, onde ela tropeça e acaba encontrando uma caixa misteriosa mantida pelo seu marido, mal sabe ela que o conteúdo dessa caixa é só o começo de um segredo, logo em seguida ela encontra outros segredos que vão levar ela a questionar sobre seu casamento e se ela realmente conhecia seu marido.


No conto só existe basicamente dois personagens principais, Darcy e Bob, e no desenrolar da estória nos deparamos com um inspetor aposentado da polícia. O conto é muito bom, e nos faz questionar o que faríamos no lugar de Darcy, se vivêssemos do lado de uma pessoa uma vida inteira e de repente descobrimos que ela tinha um lado oculto que não conhecíamos?
E quando Darcy finalmente toma uma atitude, o autor me deixou do lado dela independente do que ela fizesse.

“Ela sabia tudo sobre ele? É claro que não. Assim como Bob também não sabia tudo sobre Darcy” pág 309


“ Sentindo-se como uma mulher que entrou no cassino e, por uma boa razão louca, apostou todas as economias de sua vida em uma única jogada, ela abriu a caixa”. Pág 319.




Escuridão total sem estrelas foi um livro que gostei demais, me surpreendeu durante a leitura e me fez pensar e questionar durante o livro; leitura mais do que indicada! Não deixem de ler! Já estou procurando o próximo do king que vou ler! Kkk.


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...