Blogger Widgets

[Resenha #655] Feitiço da Sombra - Nora Roberts @editoraarqueiro


Feitiço da Sombra
Primos O'Dwyer - Livro 02
Nora Roberts
ISBN-13: 9788580414189
ISBN-10: 8580414180
Ano: 2015
Páginas: 288
Editora: Arqueiro
Skoob
Compre: Submarino / Saraiva
Classificação: 5 estrelas

Sinopse:
Segundo livro da trilogia Primos O’Dwyer, Feitiço da sombra é uma emocionante história sobre os maiores poderes mágicos que existem: o amor, a amizade e a família. Connor O’Dwyer se orgulha de chamar o Condado de Mayo de seu lar. É lá que Branna, sua irmã, mora e trabalha e onde Iona, sua prima, encontrou o verdadeiro amor. Foi nessa terra que seus parentes e amigos formaram um círculo de proteção que nunca poderá ser rompido... Até que um beijo põe em risco a segurança de todos. Depois de um breve encontro com a morte, Connor e a melhor amiga de sua irmã se entregam um ao outro. Eles se dão bem desde a infância e, depois do tórrido encontro, o rapaz tem esperança de que esse relacionamento evolua. Para frustração dele, no entanto, Meara se contenta apenas com o prazer do momento, temendo se perder – e perder a amizade dele. Essa mudança em sua relação pode abalar o círculo e permitir que uma perigosa ameaça ressurja aos poucos, como uma névoa. Para detê-la, Connor precisará novamente da família e dos amigos para despertar a força e a fúria que correm em seu sangue. Quem sabe pela última vez.



Nesse segundo livro da Trilogia Primos O’Dwyer os primos Branna, Connor e Iona, com a ajuda de seus amigos, Fin, Meara Quinn e Boyle continuam tentando destruir a magia negra do Cabhan. Cabhan vem tentando possuir a magia da família O'Dwyer desde a primeira Bruxa da Noite, onde Sorcha passou sua magia para seus três filhos, Brannaugh, Eamon e Teagan.


No primeiro livro da trilogia, Sombras da Noite exploramos o enredo da vida de Iona e seus primos Branna e Connor O'Dwyer, sucessores dos poderes de Sorcha, a poderosa Bruxa da Noite, que traziam em si a pesada e terrível carga de acabar com a condenação de aniquilar com Cabhan e assim interromper com todo o sofrimento que há séculos os afligem. O casal principal dessa elaborada trama foi Boyle e Iona e já no segundo livro da trilogia Feitiço da Sombra, a história é contada por Connor O’Dwyer e a dupla fundamental que vai nos conduzir a mais uma grande aventura será o próprio Connor e Meara.

[...] Sou Connor, dos O’Dwyer. Sou um dos três. Sou um bruxo da noite de Mayo[...].




Excetuando-se Iona que veio da América pra descobrir mais de seu passado e magia, Branna, Connor, Meara, Fin, e Boyle são amigos desde a infância. Eles foram criados tornando-se peças importantes na vida um do outro e essa amizade forte e tangível dá uma inegável complexidade na magia deles, um amor que o poder do mal não consegue alcançar ou muito menos compreender.

Os seis acabam trabalhando em conjunto para assim se fortalecerem, enquanto Cabhan vem arquitetando mais uma vez outra atrocidade que possa utilizar para roubar o poder de todos. Ele como um grande covarde está encoberto pelo feitiço da sombra que permite que ele aguarde sorrateiramente oculto nas trevas pelo momento perfeito para atacar.  Ele está tão bem encoberto pela escuridão que até mesmo os nossos corajosos amigos não conseguem sentir sua presença maléfica até que seja demasiadamente tarde, e quando Connor é gravemente ferido por uma emboscada de Cabhan, Connor e Meara finalmente percebem que não somente Cabhan guarda segredos, eles também estão escondendo um afeto verdadeiro que foi ignorado por anos de amizade.


O poder do amor só pode fortalecer a magia dos seis amigos, mas a própria energia e poder de Connor e sua vulnerabilidade em relação ao seu sentimento por Meara o torna mais vulnerável aos poderes de Cabhan, afinal Meara não possui magia, apenas sua inteligência e coragem para protegê-la e Cabhan usa sua sagacidade e concentra seus assédios na moça, pois machucá-la com certeza iria destruir Connor tornando-o afobado e por consequência negligente em sua represália.

[...] O amor não é um prêmio concedido por mérito ou algo a ser tomado de volta quando um erro é cometido. É um presente, tanto para quem dá quanto para quem recebe. No dia em que você o aceitar e segurar, perderá o medo [...].


Meara não está apenas lutando com Cabhan, pois apaixonar-se por Connor traz a tona seu demônio interior, o medo de amar.  Seu pai abandonou a família á muito anos, mesmo tendo sua família conhecido o amor. Ela traz consigo a idéia de que amor verdadeiro não existe e finais felizes são apenas para aqueles livros de conto de fadas que contam para criancinhas inocentes. Meara acredita que o amor é um sonho inatingível e definitivamente se envolver com Connor só traria sofrimento e a perda da amizade cultivada por anos.


A história continua cativante e confesso a vocês que não estou cabendo em mim para conhecer logo o desfecho dessa trilogia. Os seis amigos formam um grupo intenso e estão sempre próximos sendo capazes de darem a própria vida para se protegerem. Eles juntos se fortalecem para a disputa final contra Cabhan e fico aqui somente na expectativa, me indagando de maneira exaustiva se o amor, lealdade e o poder da amizade podem ser capazes de deter e destruir uma força maléfica que cresce de forma constante ao longo dos séculos. É de tirar o sono moçada! Nora Roberts soube mais uma vez me transportar pela história e sua escrita bem trabalhada são um convite a boas horas de leitura.


[...] Se deixarmos a escuridão vencer, o que seremos? Qual será o objetivo disso tudo se deixarmos a escuridão vencer? Então não deixaremos [...].

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...