Blogger Widgets

[Resenha #663] Este é Um Livro Sobre Amor – Paula Gicovate @edGuardaChuva @PaulaGicovate


Este é Um Livro Sobre Amor
Paula Gicovate
SBN-13: 9788599537343
ISBN-10: 8599537342
Ano: 2014
Páginas: 96
Editora: Guarda-Chuva
Classificação: 4 estrelas
Skoob
Compre: Amazon

Sinopse:
Ella, personagem central do primeiro romance de Paula Gicovate, narra episódios marcantes de sua vida amorosa, construída a partir de quatro relacionamentos com homens de personalidades distintas e atitudes que provocam no leitor uma série de sensações reconhecíveis. Longe dos clichês onipresentes em obras que abordam o universo do amor, sua leitura provoca reflexões e identificações inevitáveis com as situações vivenciadas pela narradora. Ella tem duas grandes obsessões: a escrita como forma de sobrevivência e o amor. Não por acaso o escritor Paulo Scott, que assina a orelha do livro, usa o termo “acerto de contas” para descrevê-lo. O fim de um relacionamento longo deixa como tarefa inevitável esse juntar de cacos, essa ruminação do passado compartilhado para que dele se extraia algum porquê.



    Inicialmente, preciso informar que este não é um livro apenas sobre amor. Este é um livro sobre relacionamentos, encontros e partidas. Ella nos conta sobre quatro relacionamentos que teve com quatro homens diferentes: aquele que poderia ter sido, aquele que não falava, aquele que nunca me perdoou e aquele que me prendeu no castelo.


“De todas as doenças, neuroses, erros constantes e defeitos nojentos que eu tenho, você é o que mais me preocupa.” p. 20






    Muitas das cenas descritas são rotineiras e não possuem grande relevância e, talvez por isso, parecem tão comuns e palpáveis, como se todos nós pudéssemos nos sentir na pele da protagonista, vivendo seus anseios e seus amores, suas perdas e suas conquistas.

“Todo amor é frágil. Nunca o subestime.” p. 80







Ella também fala muito sobre a escrita, que é uma de suas paixões. E, mais uma vez, o amor se manifesta em uma de suas infinitas formas. Afinal, o amor não se apresenta apenas nos relacionamentos entre dois indivíduos.


“É preciso criar com urgência uma nova palavra que diga o que eu senti toda vez que ele me olha nos olhos. Não existe nada para isso. Amor é meu braço arrepiado. Toda vez que ele chega perto. O resto. Ainda não inventaram.” p. 82






A diagramação está ótima, a capa é muito interessante e o livro está repleto de ilustrações que nos prendem a atenção. A narrativa é leve e alterna estilos, ora engraçada, ora melancólica.

“Porque a vida não existe sem você. E se existe, eu não quero saber mais como é.” p. 88


O livro não me prendeu completamente e a escrita despretensiosa não conseguiu me agradar. São pequenos relatos de relacionamentos e sentirmos empatia é inevitável. No entanto, apesar de tudo, não vi um verdadeiro propósito no livro e isso me incomodou um pouco. Terminei de ler e percebi que eu não absorvi nada.


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...