Blogger Widgets

[Resenha #667] Supernova - A Estrela dos Mortos - Renan Carvalho @Novo_Conceito


Supernova - A estrela dos mortos
Supernova # 2
Renan Carvalho
ISBN-13: 9788581637914
ISBN-10: 8581637914
Ano: 2015
Páginas: 480
Editora: Novas Páginas
Skoob
Classificação: 3 estrelas
Compre: Submarino

Após deixar sua cidade natal, Leran está perdido em busca de uma pessoa que possa ajudar sua irmã Luana a controlar seus poderes. Enquanto foge de caçadores colocados em seu encalço, o arqueiro conhecerá novos lugares e aliados para sua jornada. Ao mesmo tempo, Tlavi, a jovem Estrela da Cura, tenta desvendar os mistérios de um criminoso capaz de erguer as forças das trevas no território pacificado do Reino Central. O caminho desses personagens está ligado pelo destino. Será que poderão lutar juntos para descobrir como vencer os novos inimigos? Conseguirá Luana despertar sua verdadeira força? Como Leran agirá diante da evolução dos poderes da irmã? É o que você vai descobrir em Supernova: A Estrela dos Mortos.

Vou começar falando que pra mim é muito difícil fazer essa resenha. Como vocês puderam conferir na resenha do primeiro livro dessa série Supernova simplesmente não fluiu pra mim. Não envolveu, não encantou e enfim. Porém, ao receber o segundo de livro de parceria do blog da Michele resolvi dar mais uma chance de gostar da série lendo o segundo volume. O que aconteceu foi que esse livro pareceu ainda mais arrastado pra mim. Não consegui me envolver em nenhum capítulo e custou muito ler tudo até o fim. Pensei diversas vezes em largar. Mas por que Cyh o livro é ruim? Não, o livro não é ruim. A história é bacana porém não me convenceu nem me encantou. Na verdade, com isso tudo ficou meio que chato já que a leitura se arrastou. Neste livro em particular, eu me perdi, fiquei confusa com quem era quem dos personagens e entendi pouca coisa da história. As narrações alternadas por personagens diferentes me irritaram resultando em uma fluência menor do que a do primeiro livro. Eu queria muito, tipo muito mesmo ter gostado do livro do Renan, um livro que leio muitas críticas positivas porém essa série não foi pra mim. O universo que o autor criou é baseado em games, quadrinhos e afins que não me interessam nem um pouco. A única personagem que simpatizei um pouco foi Luanda, irmã de Leran.



















Neste livro especificamente, vemos como é dada a continuação do livro 1, onde Leran deixou a cidade em busca de alguém que possa ajudar sua irmã e seus poderes. Mas nem tudo é fácil, quando ele tem caçadores atrás deles e enfrenta diversos acontecimentos. Os pontos que misturam lendas de Acigam, magia e tópicos descritos para entendimento na história durante o mesmo não se encaixam. A narrativa não flui, e muitas vezes me vi perdida no livro sem saber quem era tal personagem. Isso me irritou muito. A leitura ficou chata, arrastada e custei a ir até a página final. Sinto muito, Renan mas se você ler isso devo te dizer que Supernova não agradou pra mim. Eu até tentei, porém não consegui me identificar nem me entreter com nada. É uma pena. Devido a isso e algumas outras coisinhas que deixaram a história arrastada dei nota 3 a esse livro, só não dou 2, pois quem curte HQs e fantasia irá gostar do livro. As ilustrações continuam incríveis e reforço aos amantes de games, HQs, quadrinhos e histórias fantásticas que essa série é completamente a cara de vocês. Espero poder ler outras coisas do autor e mudar minha opinião em breve. Não vou dizer muito mais de uma historia que não é ruim porém não caiu nas minhas graças. Recomendo para os amantes do assunto em que o livro é baseado.


"Para mim as pessoas são iguais às plantas. Se você as rega com carinho, colhe felicidade. E eu sempre tive certeza de que, para ser feliz, era necessário ter pessoas felizes ao meu redor."

"Não existe sucesso sem dor. Não existe vitórias sem perdas.
Para vencer, o que você está disposto a sacrificar?"
Meu pai dizia que eu era altruísta demais, que me preocupava tanto com os outros que acabava me esquecendo de cuidar de mim mesmo. Não sei até onde ele estava certo, mas acho que aprendi a viver assim por causa das plantas. Nada me alegrava mais do que um jardim bem cuidado. Quando transmitia meu carinho e atenção para as mudas, elas cresciam mais belas e isso me deixava feliz."


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...