Blogger Widgets

[Resenha #686] A Menina da Neve – Eowyn Ivey @Novo_Conceito @EowynIvey


A Menina da Neve
Eowyn Ivey
ISBN-13: 9788581638010
ISBN-10: 8581638015
Ano: 2015
Páginas: 352
Editora: Novo Conceito
Classificação: 4 estrelas
Skoob
Compre: Saraiva

Sinopse:
Alasca, 1920: um lugar especialmente difícil para os recém-chegados Jack e Mabel. Sem filhos, eles estão se afastando cada vez mais um do outro. Em um dos raros momentos juntos, durante a primeira nevasca da temporada, eles constroem uma criança feita de neve. Na manhã seguinte, a criança de neve some. Dias depois, eles avistam uma criança loira correndo por entre as árvores. Uma menina que parece não ser de verdade, acompanhada de uma raposa vermelha e que, de alguma formam consegue sobreviver sozinha no frio e rigoroso inverno do Alasca. Enquanto Jack e Mabel se esforçam para entender esta criança que parece saída das páginas de um conto de fadas, eles começam a amá-la como se fosse sua própria filha. No entanto, nesse lugar bonito e sombrio, as coisas raramente são como aparentam, e o que eles aprenderão sobre essa misteriosa menina irá transformar a vida de todos.



    A Menina da Neve é um livro sobre dor e esperança, sobre sonhos e fantasias e, especialmente, sobre amor. Mabel e Jack nunca tiveram filhos e isso tornou a vida na cidade insuportável, todos os julgamentos e os olhares fizeram com que Mabel decidisse que ela e o marido deveriam se mudar para o Alasca, longe da família, dos amigos e das demandas da sociedade.

“O sol sumira atrás de uma montanha e a luz diminuíra. Os galhos estavam nus, a grama, amarelada. Nenhum floco de neve. Era como se tudo de bom tivesse sido varrido do mundo como pó.” p. 8





    Mabel é uma mulher doce e dedicada. Infelizmente, um acontecimento recente fez com que ela se fragilizasse. Seu sofrimento é tão latente que, ao longo da leitura, é como se pudéssemos tocar sua dor. Jack também é um homem bom e muito trabalhador. Ele também sofre, mas, sua forma de lidar com esse sofrimento é diferente. Enquanto Mabel se fragilizou, Jack se solidificou.


“Podemos fazer isso, não, Mabel? Inventar nossos finais e optar pela felicidade em vez da dor?” p. 121




    Durante uma nevasca, em um dos raros momentos descontraídos entre o casal, eles constroem uma menina de neve, com cabelos de capim amarelo e lábios feitos com amoras silvestres, além de luvas e um cachecol feitos com lã vermelha. Ao fim de sua criação, o casal se orgulhou de terem construído uma bela menina.

    Nos dias que se seguiram, a aparição de uma menina correndo pela floresta intrigou Jack e Mabel, que se preocupavam com a segurança da criança que, aparentemente, estava sozinha e sem um lar em pleno inverno. Mas de onde a menina tinha vindo? Será que ela tinha família? Vivia sozinha? Ou ainda, será que ela era apenas fruto da imaginação deles?


“Ali, com a criança na floresta, tudo parecia possível e real.” p. 134





    A Menina da Neve é um livro incrível, com uma escrita envolvente e tocante. Dividido em três partes e com a narrativa em terceira pessoa, esse é um livro que, com certeza, emociona. Os capítulos são curtos e a história é realmente encantadora. Um dos pontos fortes do livro é a evolução dos personagens ao longo da história.


Para fechar com chave de ouro, a capa é lindíssima, delicada e se relaciona totalmente com a história. As cores usadas parecem ter sido atentamente escolhidas, o azul sereno e o vermelho quente traduzem a atmosfera do livro que oscila entre a paz e o desespero, a serenidade e a desesperança.

“Ela não conseguia entender o milagre hexagonal dos flocos de neve que se formavam nas nuvens, os ramos leves como pena que caíam na manga do casaco, estrelas brancas se derretendo ao mesmo tempo que brilhavam. Como tal força e beleza existiam em algo tão pequeno, fugaz e desconhecido?” p. 191

O único ponto que considero negativo é que, em certos momentos, a leitura se torna cansativa e a livro parece se prolongar além do necessário. No entanto, com um pouco de paciência, a leitura nos proporciona uma grande experiência.

1 comentários:

  1. Um dos livros mais encantadores que eu já li esse ano. O enredo é fascinante e a capa é lindíssima.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com/2015/11/resenha-do-filme-esperanca-o-final.html

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...