Blogger Widgets

[Resenha #692] Predestinadas - Jessica Spotswood @editoraarqueiro @jessica_shea


Predestinadas
As Crônicas das Irmãs Bruxas - Livro 03
Jessica Spotswood
ISBN-13: 9788580413977
ISBN-10: 8580413974
Ano: 2015
Páginas: 288
Editora: Arqueiro
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Submarino

SINOPSE:
Cate Cahill acabou de ser apagada da memória de Finn, o grande amor de sua vida. A responsável por essa traição foi Maura, uma de suas irmãs, e Cate está certa de que nunca vai conseguir perdoá-la. Enquanto isso, Tess, a caçula, está às voltas com visões cada vez mais assustadoras. Como se não bastasse, a Nova Inglaterra vem sendo tomada por uma febre mortal sem precedentes. Preocupada, Cate quer ajudar a todos, mas é impossível fazer isso sem revelar seus poderes e, assim, aumentar a fúria dos Irmãos da Fraternidade, os implacáveis caçadores de bruxas. Em meio a desavenças com suas aliadas em potencial, Cate terá que se desdobrar para conseguir prestar o auxílio que deseja, proteger Tess e Finn e lutar por uma nova ordem que permita que as bruxas sejam representadas no governo de sua cidade e não precisem mais se esconder. Predestinadas é o desfecho de uma saga permeada de delicadeza, cores, magia e fortes emoções. As irmãs Cahill terão que enfrentar os maiores desafios de sua vida, e o amor que sentem uma pela outra será fundamental nessa jornada.



Atenção: essa resenha pode conter spoilers do livro anterior.

Predestinadas é o terceiro e último (que pena) volume das Crônicas das Irmãs Bruxas. Repleto de emoções, intrigas e sentimentos, esse foi um desfecho que trouxe à tona o poder das alianças, da confiança e do amor fraterno.


Após Maura apagar Finn da memória de Cate, o clima de tensão entre as duas se torna cada vez maior. Na Irmandade, todas já sabem que Tess é o oráculo e a mesma tem visões constantemente. Com o ataque ao Conselho Titular, a busca pelas bruxas de Nova Londres torna-se cada vez mais implacável, inclusive algumas das garotas que conseguiram ser resgatadas do Hospício de Harwood foram recapturadas com a ajuda de alguém de dentro da Irmandade. Para impedi-las de serem enforcadas, Cate e algumas garotas do convento se unem para salvá-las, mesmo expondo sua magia em público.




Cate agora está ainda mais engajada na busca de uma forma de dar poder as bruxas e derrubar os Irmãos. Para isso, ela toma o lugar de Cora na Resistência, um grupo formado por alguns homens que vão de contra as obras dos Irmãos e que é liderado pelo tão famoso Alistair Merriweather, editor da Gazeta.



Já Irmã Inez se torna implacável na sua busca por poder, depois do ataque aos Irmãos, ela se infiltra na Fraternidade e cabe à Cate detê-la, já que ninguém mais se atreve e Maura está muito cega pela atenção de Inez para fazer algo a respeito.

Um dos pontos altos do livro acontece quando Cate perde o controle da sua magia e se expõe a um Irmão, o que leva à incansável busca por Cate e suas irmãs em toda Nova Londres. Por falar na cidade, um surto de febre está tirando muitas vidas na região do rio e os hospitais estão muito cheios para aceitar todos, principalmente os pobres. Os Irmãos encontram uma forma a mais de voltar a população contra as bruxas, dizendo que elas são as culpadas pelo surto.


Devido à situação de emergência da cidade e segurança das bruxas, Cate precisa tomar medidas extremas e a lealdade das pessoas próximas a ela – inclusive Finn – foi essencial para que o plano seguisse seu curso.

Além disso, a profecia se encontra cada vez mais próxima se de realizar. Ao fim do livro, descobrimos se esta será uma nova era na magia ou um segundo Terror e qual das irmãs Cahill não viverá para ver a virada do século.


Por falar no final, foi esplendoroso, mesmo que um pouco corrido. Todo o enredo foi ótimo e bastante coerente com todas as informações, o que é um dos pontos positivos na narrativa da Spotswood: ela não deixa pontas soltas. Garanto que a vontade de pular para a última página para ver o que acontece é grande! A conexão de Cate, Maura e Tess é uma das coisas mais bonitas que a série traz, então eu fiquei conformada pela forma como acabou, mesmo que algo tão trágico tenha acontecido.


"Amar a pessoa certa, saber que ela corresponde... isso deixa a gente mais forte. Você tem vontade de ser melhor para elas, quer ser a mulher que a pessoa enxerga quando olha para você: bonita, corajosa e inteligente. Você quer se equiparar àquela visão, mesmo que a pessoa não a enxergue mais assim."

Assim, finalizamos uma trilogia que mostra a força do amor em todas as suas formas; a coragem para lutar pelo que é certo, mesmo que isso te custe alguma dor ou sofrimento; e a bondade para com aqueles que merecem. Recomendo a leitura, parabenizo a autora pelas obras cheias de autenticidade, vida, cores e valores, bem como a editora Arqueiro, pela edição impecável. 

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...