Blogger Widgets

[Resenha #736] 172 horas na Lua - Johan Harstad @Novo_Conceito


172 horas na Lua
Johan Harstad
ISBN-13: 9788581637099
ISBN-10: 8581637094
Ano: 2015
Páginas: 288
Editora: Novo Conceito
Skoob
Classificação: 3 estrelas
Compre: Amazon


O ano é 2018. Quase cinco décadas desde que o homem pisou na Lua pela primeira vez.
Três adolescentes comuns vencem um sorteio mundial promovido pela NASA. Eles vão passar uma semana na base lunar DARLAH 2 - um lugar que, até então, só era conhecido pelos altos funcionários do governo americano.
Mia, Midore e Antoine se consideram os jovens mais sortudos do mundo. Mal sabem eles que a NASA tinha motivos para não ter enviando mais ninguém à Lua.Eventos inexplicáveis e experiências fora do comum começam a acontecer...Prepara-se para a contagem regressiva.





O ano é 2018, e a NASA precisa de um financiamento para poder investigar um sinal que está vindo da lua. Em 1970, a NASA criou um centro de investigação na base lunar chamado de DARLAH 2, que somente era de conhecimento do alto escalão do governo americano. Devido aos cortes no orçamento, as tensões internacionais e uma falta geral de interesse público em missões ao espaço, para poder assegurar um financiamento para investigar mais profundamente o mistério lunar, um pequeno contingente de funcionários da NASA inventa um plano brilhante que vai alavancar o programa espacial: eles vão enviar adolescentes para a lua. Então, decide-se que irá se realizar uma loteria internacional, onde três adolescentes sortudos serão escolhidos aleatoriamente para ir com uma equipe de astronautas à Lua e passar 172 horas na base lunar. A chance de uma vida! Uma experiência inesquecível! Uma aventura que é fora deste mundo!

Os três adolescentes que ganham na loteria, todos têm suas próprias razões para querer ir para a lua. Mia, de 16 anos da Noruega, não queria ir para a lua, mas seus pais a inscreveram para a lotaria sem o seu consentimento ou conhecimento, mas ela está determinada em ir por uma questão de fama e fortuna para sua banda. Midori Yoshida, de 15 anos de Yokohama, Japão entrou na loteria para escapar de seu futuro em seu país de origem. Uma menina de Harajuku com ambições muito maiores do que os de seus colegas de classe ou família, Midori vê a missão para a lua como sua chance de deixar o Japão para trás e viver seu sonho boêmio em um loft no Brooklyn com seus melhores amigos. E Antoine Devereux, de 17 anos de Paris, França, acaba de ter seu coração partido quando sua amada Simone termina com ele por causa de outro homem. Assim, aqui na Terra não detém nada mais para Antoine, e a lua representa um novo começo.

Após um ano de intenso treinamento e preparação, os três adolescentes deixam a Terra em julho de 2019, e vão para a Lua e DARLAH 2, sua casa temporária por um pouco mais de uma semana. Mas algo mais espera lá, no frio do espaço.


Misturando ficção científica e elementos de terror sobrenatural, 172 horas na Lua é um bom suspense, eu gostei desse livro, embora com algumas ressalvas. Primeiramente, eu adorei a premissa central do romance e da ideia de usar uma loteria e adolescentes como forma de encarecer a opinião pública e financiamento para a NASA. O conceito de tudo isso é um golpe publicitário, mas faz sentido, em um mundo onde as celebridades e reality shows reinam supremos.

Da mesma forma, eu gostei que os protagonistas adolescentes desta história realmente são como adolescentes reais - cada um deles está indo para a Lua por razões diversas. Na verdade, nenhum deles está indo para a Lua por causa da Lua. Os personagens são falhos, às vezes egoístas, e imaturos. Nos termos gerais, Mia é egoísta, Midori é uma sonhadora sem esperança, e Antoine emocionalmente instável. Dito isto, eles são todos, protagonistas acreditáveis em seus próprios caminhos, e Mia especialmente cresce de forma impressionante ao longo da história.



Adorei a ideia da missão à lua e todo o conceito central da história envolvendo um sinal que vem da lua, e uma base lunar que poucos sabiam da existência, mas faltou um melhor desenvolvimento dos personagens de Midori e de Antoine, e também do desenvolvimento da história do meio em diante e também não gostei muito do final, confesso que estava esperando algo completamente diferente.

A capa ficou bem legal, e a diagramação está ótima, assim como a tradução e revisão.

"172 horas na Lua" é um thriller clássico, na medida em que proporciona momentos de terror e calafrios. Ele vai assustar pessoas que são sensíveis aos filmes de terror. Se você gosta desse tipo de história, e não se importar com as pontas soltas, este livro irá agradar. Muitos leitores serão atraídos pela história inovadora e a premissa bacana.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...