Blogger Widgets

[Resenha #771] A Filha do Sangue - Anne Bishop @SdE_Brasil


Livro: A Filha do Sangue
Título original: The Daughter of Blood
Autor (a): Anne Bishop
Editora: Saída de Emergência Brasil
Páginas: 432
ISBN: 9788567296104
Skoob
Classificação: 4 estrelas
Compre: Submarino


O Reino Distorcido se prepara para o cumprimento de uma antiga profecia: a chegada de uma nova Rainha, a Feiticeira que tem mais poder que o próprio Senhor do Inferno. Mas ela ainda é jovem, e por isso pode ser influencidade e corrompida. Quem a controlar terá domínio sobre o mundo. Três homens poderosos, inimigos viscerais - sabem disso. Saetan, Lucivar e Daemon logo percebem o poder que se esconde por trás dos olhos azuis daquela menina inocente. Assim começa um jogo cruel, de política e intriga, magia e traição, no qual as armas são o ódio e o amor. E cujo preço pode ser terrível e inimaginável.



A Filha do Sangue, primeiro livro da Trilogia das Jóias Negras da autora Anne Bishop conta a história de uma jovem garota Jaenelle Angelline, que vai crescer e se tornar a bruxa mais poderosa que o mundo já conheceu.

Não acho que seja um livro voltado para o mundo juvenil. É uma história muito complexa com um universo criado pela autora realmente grandioso. É um livro de fantasia dark, criado em um mundo próprio e no começo tive uma certa dificuldade em me ambientar nesse universo de cultura, política, costumes e linguajar tão diferente do que estava acostumada a ler. É um livro bem sombrio, pesado mesmo moçada. Embora a narrativa seja rápida e fluída a ausência de informações da autora a respeito desse mundo te deixa a ver navios em algumas partes da história, pois ela joga a narrativa sem qualquer explicação prévia de como as coisas funcionam. É um grande quebra cabeças no final das contas, mas que se torna maravilhoso juntar as peças.


A história se passa em um mundo alternativo onde quem domina são as mulheres, ou seja, temos um sistema matriarcal e as mulheres mais poderosas se tornam Rainhas e dependendo do poder que trazem são chamadas de Feiticeiras. Os homens são subservientes, tendo como único propósito de vida guerrilhar e produzir filhos. Os homens mais poderosos tornam-se escravos sexuais e são controlados por um anel de obediência, anel esse colocado em suas partes íntimas. 


O mundo criado por Bishop é divido em três reinos por assim dizer, temos o reino natural onde os humanos e outros seres moram, o reino sobrenatural onde quem lá mora são os mortos e o reino do mundo psíquico onde as pessoas escondem seus pensamentos e vivem quase como loucas.

Existe uma profecia que uma grande feiticeira, a Jóia Negra iria surgir e colocar tudo nos eixos. Tirar os homens dessa escravidão. Essa feiticeira aparece e é apenas uma criança e ela é Angelline. Ela é realmente poderosa, mesmo com tão pouca idade, mas infelizmente ainda não sabe controlar todo aquele poder dentro de si, e ela acaba procurando Saetan para treiná-la.

Saetan, o Senhor Supremo do inferno possuem dois filhos, os príncipes Daemon e Lucivar, que são escravos sexuais controlados pelas duas Rainhas mais influentes de Terreile e as mais maldosas e cruéis também. Saetan, intrigado com o seu vasto poder e inocência, espera trazê-la para o seu reino, já que ela ainda é altamente influenciável devida a sua pouca idade e com certeza quando ela crescer, se encaminhada de maneira correta vai estar do seu lado. Só que ele não é o único interessado em Angelline e é nesse momento meus amigos que a confusão começa!

Lentamente, a narrativa feita em terceira pessoa começa a tomar forma. A história é narrada pelos olhos de Saetan e Daemon. Isso torna tudo sobre Jaenelle um mistério; o que ela conhece, locais que ela frequenta, por que ela faz as coisas que faz. Ela tem mais poder do que qualquer outra pessoa, incluindo o próprio Senhor Supremo. Ela está constantemente surpreendendo-o e a todos os outros com tudo aquele poder que carrega dentro de si. Ela é diferente, mas tem algo de muito escuro dentro dela e não é até o final deste livro que a gente vai poder entender o motivo de tanta escuridão.


A Filha do Sangue é um livro diferente e surpreendente e aborda temas bem fortes como a prostituição, incesto, pedofilia, escravidão, estupro... É um livro para estômagos fortes e para quem mantém a mente aberta. A narrativa vai deixar muitas pontas soltas, já que a história de Jaenelle vai continuar no segundo livro A Herdeira das Sombras.

A capa é linda com cores fortes e ousadas. A diagramação e fontes mega agradáveis. Excelente trabalho da Saída de Emergência. Ansiosa pelo próximo volume.

8 comentários:

  1. Nossa, adoro livros de Fantasia e quando possuem feiticeiras e magos então... Nunca li nenhum livro em que o sistema Matriarcal prevalecesse então já quero ler essa Trilogia! As capas são lindas e não conheço nenhuma pessoa que tenha se decepcionado com livros da Anne!
    Mais uma vez a sua resenha foi ótima Nádya! Parabéns! ☺

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é demais. Vale muito a pena meu amigo!

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Eu li esse e gostei. Achei bem forte mas não sei se vou continuar com a leitura. No meu ponto de vista falta alguma coisa.
    A capa é muito linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena Luana. Mas faz parte! Caso retorne espero que curta a leitura!

      Excluir
  4. Nossa! Não conhecia esse livro. Bem forte mesmo, repleto de temas polêmicos.
    Não sou a maior fã de fantasias, então, acho que a leitura não me agradaria.
    Porém, gostei da proposta do livro.
    Beijosss!! Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  5. Gostei da capa! não conhecia esse livro, parece uma boa leitura!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...