Blogger Widgets

[Resenha #786] Os cães nunca deixam de amar - Teresa Rhyne @univdoslivros @TeresaRhyne


Os cães nunca deixam de amar
Teresa J. Rhyne
ISBN-13: 9788579305368
ISBN-10: 8579305365
Ano: 2013
Páginas: 306
Editora: Universo dos Livros
Skoob
Classificação: 4 estrelas
Compre: Submarino

Sinopse:
A emocionante história de uma advogada, seu cão adorável e um diagnóstico devastador... namorado novo, casa nova... Teresa Rhyne está tentando reestruturar a sua vida depois de dois casamentos fracassados. Porém, pouco tempo depois de ter adotado Seamus, um beagle totalmente incorrigível, os veterinários atestam que o cãozinho tem um tumor maligno e menos de um ano de vida. O diagnóstico deixa Teresa devastada, mas ela decide lutar e aprender tudo que está ao seu alcance sobre o melhor tratamento para Seamus. A bem-sucedida advogada não tinha como saber, naquele momento, que estava se preparando para o próximo grande obstáculo de sua vida - um diagnóstico de câncer de mama. Na luta pela sobrevivência, batalhando contra uma doença mortal e abrindo seu coração para um relacionamento que parecia fadado ao fracasso, Teresa aprende com Seamus o verdadeiro significado da palavra amor. Uma história edificante e inspiradora sobre como um cachorro rouba nossos corações, nos mostra como viver e nos ensina a amar.


Comecei a ler esse livro com a ideia de que seria, mais uma história de cachorros fofos e levados, como “Marley & eu”; mas consegui ser surpreendida pela história, verídica, diga-se de passagem, que me envolveu e me fez ter uma leitura muito agradável.

O livro foi publicado pela editora Universo Dos Livros, gostei da edição, e de como o livro foi dividido em partes (I e II), já falei que eu adoro livros que são divididos em partes?! Além de possuir folhas amarelas e um bom tamanho de fonte, o livro também tem sumário! Amo livros com sumário! Hehehe.





Bom, nessa história conhecemos Teresa, advogada que mora na Califórnia, e depois de dois divórcios ela segue a vida de acordo com a regra do B, C e D: Livros (B vem da palavra Books, livros em inglês), café (C vem da palavra Coffee), e cachorros ( D vem da palavra Dog).


 “Como o personagem de Steve Martin no filme O panaca, tudo que eu precisava era de B, C e D: bons livros, café e dóceis cachorros” pág 17

A vida é sempre uma caixinha cheia de surpresas, e, às vezes, nem tudo sai como Teresa planeja. Ela já teve cachorros da raça beagle, que acabaram falecendo, e devido ao sofrimento que passou com a morte deles ela procura se manter longe da possibilidade de criar cachorros, por hora pelo menos; e seu esforço para ficar longe de relacionamentos sérios parece não ter muito efeito, já que ela tenta um relacionamento sem compromissos com Chris, mas gosta dele cada vez mais.





logo no início da narrativa Teresa recebe um telefonema da ONG de animais, que sabe do seu amor pela raça e lhe oferece outro beagle; ela não resiste e acaba aceitando, em casa, o cachorro que passa a se chamar Seamus, vira o Rei do pedaço, para o desespero de Chris, seu atual namorado, que não se dá muito bem com cachorros.






Achei interessante como ela descreve o dia a dia deles, e nos faz perceber a sutil aceitação que ocorre entre Chris e Seamus, e o progresso que acontece entre eles com o passar dos dias, a cada página lida achava a relação entre homem e animal cada vez mais forte e fofa! Teresa também nos permite, através da sua narrativa, acompanhar o crescimento do seu relacionamento com Chris, e nos mostra a sua relação com os familiares dele e seus próprios familiares.

Bom, mas nem tudo é felicidade nessa história, após um ano com o beagle Seamus, Teresa descobre que ele está com câncer, precisa ser operado e fazer quimioterapia, e mesmo com esses processos ele têm um prognóstico ruim segundo os veterinários, onde seu tempo de vida provavelmente está reduzido para 1 ano; Teresa luta contra esse mal prognóstico e não mede esforços para fazer tudo pelo seu amado cachorro.

 “O desconhecido, eu esperava, era mais assustador que o conhecido” pág 93

Não bastasse a luta travada contra o câncer de Seamus, Teresa descobre que está com câncer de mama. Embarcamos na jornada de descobrimento, medo e aflição junto com Teresa; a autora nos dá uma boa ideia do que ela passou, com uma ótima organização cronológica, que não deixa a gente largar um minuto o livro até saber o desfecho. Ela cita até nome de médicos que atenderam ela muito bem; eu, curiosa, fui atrás e vi que ela não usou nome fantasia para eles, colocou o nome real no livro, isso trouxe mais veracidade da história para mim.

“Eu me peguei pensando: todas essas pessoas eram pacientes que buscavam tratamento para o câncer? Todo mundo tinha uma história triste, como aqueles cachorros que eu não podia olhar naquela outra sala de espera? “ pág 179.


O livro é muito interessante, como eu já falei antes, foi a própria Teresa que o escreveu, e obteve êxito em nos envolver na sua narrativa, você termina a leitura se sentindo meio de casa e querendo o melhor para eles. A leitura foi tão boa para mim que por muitos momentos esqueci que ela era autobiográfica.
Se você gosta desse gênero de livro, e desse tipo de história, “os cães nunca deixam de amar” é uma ótima leitura! 



4 comentários:

  1. Que história fofa. Com certeza quero ler. Adoro histórias com animais!

    ResponderExcluir
  2. Oi Thaise!

    Nossa, eu vou te falar uma coisa viu.. Eu sou sensível demais, então eu sempre tento evitar livros com bichinhos. Sempre que acontece alguma coisa com eles eu sofro mais que se tivesse acontecido com os humanos, aí já viu. Mas a história parece ser bem bonita mesmo, e triste né... Que dor terrível seu bichinho estar doente e você estar doente também.

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Thaise, filmes e livros sobre cachorros sempre me agradam e pretendo ler esse livro, tipo, pra ontem! Adorei a sua resenha!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Não gosto muito de livros sobre cachorros, mas, realmente, esse livro parece ser diferente. Especialmente, por tratar de um tema tão atual e forte.
    Ótima resenha!
    Beijos!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...