Blogger Widgets

[Resenha #807] Hellraiser Renascido do Inferno - Clive Barker @DarkSideBooks


Hellraiser. Renascido do Inferno
Clive Barker
ISBN-10: 8566636694
ISBN-13: 978-8566636697
Ano: 2015
Páginas: 160
Capa Dura
Editora: DarkSide® Books
Classificação: 5 estrelas
Skoob
Compre: Submarino

Sinopse:
Escrito em 1986, Hellraiser – Renascido do Inferno apresentou ao público os demoníacos Cenobitas, personagens criados por Clive Barker que hoje figuram no seleto grupo de vilões ícones da cultura pop como Jason, Leatherface ou Darth Vader. Toda a perversidade desses torturadores eternos está presente em detalhes que estimulam a imaginação dos leitores e superam, de longe, o horror do cinema. Clive Barker escreveu o romance Hellraiser – Renascido do Inferno (The Hellbound Heart, no original) já com a intenção de adaptá-lo ao cinema. O cultuado filme de 1987 seria sua estreia na direção, e ele usou o livro para mostrar todo seu talento como contador de histórias a possíveis financiadores. Nas palavras do próprio Barker: “A única maneira foi escrever o romance com a intenção específica de filmá-lo. Foi a primeira e única vez que fiz assim, e deu resultado”. De leitura rápida e devastadora, Hellraiser – Renascido do Inferno conta a história de um homem obcecado por prazeres pouco convencionais que é tragado para o inferno. Inspirado nas afinidades peculiares do autor, o sadomasoquismo é um tema constante em sua arte. Se você é fã de Clive Barker, precisa ler sua primeira obra-prima. O mestre sombrio finalmente chegou à DarkSide. Para matar os desejos de todos os fãs, e prontos para comemorar os 30 anos de seu lançamento, Hellraiser – Renascido do Inferno chega às livrarias em uma edição caprichada como só a DarkSide Books, Limited Edition, em capa dura.



Frank não possuía interesses sexuais comuns, ele tinha sofreguidão pela degradação e sua crescente obsessão pela depravação sexual estava sem rumo, sem grandes expectativas e assim ele almejava a todo custo experimentar o desconhecido.



Ele tenta desbravar o que não era permitido, desvendando os segredos da Caixa de Lemarchand, uma caixa de quebra-cabeça enigmática que, uma vez conclusa, abre portas de um novo mundo, e permite trazer seres chamados de Cenobitas, teólogos da Ordem de Gash, personagens os quais, Frank espera que lhe tragam prazeres sexuais ilimitados. Estes seres rudes e de aparências grotescas antecedem ao Engenheiro, uma criatura que não aceita arrependimentos e nem retrocessos e que de alguma maneira está ligado à pessoa que desvenda o quebra–cabeça da Caixa de Lemarchand.


O Engenheiro e os Cenobitas mutilam o corpo de Frank sob uma aparente justificativa de prazer macabro. Frank logo constata, e não da maneira que ele sonhava que existem distintos níveis de prazer e permanece assim aprisionado no mundo dos Cenobitas, sendo o seu corpo utilizado para o total benefício dos Cenobitas, para o que parece a Frank a eternidade.

O irmão de Frank, Rory e sua esposa de Julia mudam-se para a casa maldita, a casa em que Frank sumiu prematuramente. Julia namorou Frank há tempos atrás e se ela tem um problema esse se chama Frank e sua total obsessão por ele. Quando Rory involuntariamente se machuca e sangra em um dos quartos, esse sangue desperta os restos de Frank, permitindo que ele retorne em um estado completamente repugnante.


Frank usando da obsessão de Julia a seduz novamente, pedindo-lhe que lhe traga vítimas para que como uma espécie de sangue suga possa se utilizar do sangue de tais pessoas para assim atingir a boa forma novamente. Julia completamente comandada por seu estranho e doentio amor que nutri por Frank começa então a trucidar vários homens para que Frank possa deleitar-se em cima de sua “força vital” e assim retornar de vez da sua sepultura.




Nada bom não é verdade? Mas, pertence à mocinha da história, a doce e apaixonada Kirsty, que nutre um amor pra lá de platônico por Rory, parar o retorno triunfal de Frank e lidar de uma vez por todas com os Cenobitas que agora desejam a sua alma.



A narrativa moçada é completamente angustiante e cheia de movimento, e embora seja um livro curtinho onde os personagens não possam ser melhores explorados e muitas perguntas fiquem soltas é uma leitura de gelar os ossos. Sinceramente não aconselho para as pessoas que possuam corações fracos ou estômagos sensíveis porque a narrativa é realmente macabra.


As páginas em papel pólen, com uma fonte extremamente agradável e capa dura são totalmente demais. DarkSide como sempre arrasando em seus lançamentos.


19 comentários:

  1. Oi Nadya!

    Esses livros da DarkSide são tão lindos que dá vontade de ter todos, mas por favor, que história mais depravada? HAUEHAUEHAUEHAE
    Sem contar nas cenas repugnantes, né? Ah, não sei não. Não me interessa tanto.

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. História muito louca...rsrsrs...Pena que não é sua praia! Beijos!

      Excluir
  2. Como sempre, a Darkside sendo cada vez melhor na edição dos seus livros, dá vontade de comprar/ler todos.
    Essa história é tipo aquela que deixa você com medo ou pelo menos apavorado, hahaha. Já quero!

    https://nerdbookblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  3. eu sou fã da série de filmes e quando vi que a Dark iria lançar fiquei pensando: preciso ter na estante e na vida' jajaahhahahaha
    O livro tá lindo mesmo, o trabalho da editora é impecável. <3

    ResponderExcluir
  4. A editora sempre vem com edições lindas e com essa não é diferente.
    Acho que já falei muito mas esse não é meu tipo de leitura rs
    Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  5. Oi Nádya, ainda não tinha tido a oportunidade de conferir essa obra, a capa é maravilhosa, assim como qualquer uma das obras da editora (minha queridinha nesse quesito).

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  6. Oi Nádya, a Darkside realmente tem arrasado com seus livros, não só pelo primor do acabamento, mas pela qualidade de seus enredo. Quero um pra mim!
    Bjs, rose

    ResponderExcluir
  7. Parece que essa edição está mesmo caprichadíssima, que livro lindo! Sua resenha me deixou bem dividida, por um lado, muito curiosa para ler essa história; por outro, bastante receosa quanto a essa narrativa macabra. De qualquer forma, anotei a dica, vamos ver se tenho coragem! hahaha

    Tatiana

    ResponderExcluir
  8. Pára tudo!!! Não sabia desse livro!!! Darkside, como sempre, mandando bem!!! Adorei as fotos! Já quero!!!!!!


    Bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi,
    Adoro as capadas da Dark Side. Mas até agora só tive coragem de ler a publicação deles da triologia de Star Wars hehe
    beijos
    www.prateleirasemfim.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...