Blogger Widgets

[Resenha #822] O Lado Mais Sombrio - A. G. Howard @Novo_Conceito


O Lado Mais Sombrio
A. G. Howard
ISBN-13: 9788581633381
ISBN-10: 8581633382
Ano: 2014
Páginas: 368
Editora: Novo Conceito
Classificação: 4 estrelas
Skoob
Compre: Submarino

Sinopse:
Alyssa Gardner tem uma vida conturbada, ela ouve vozes de insetos e flores. A garota mora apenas com o pai pois a mãe foi internada e considerada insana e instável, e alegava ouvir as mesmas vozes que Alyssa sabe que são verdadeiras. Em uma das visitas, ela descobre que cada dia sua mãe pior, e que o pai havia concordado com o médico em aplicar um tratamento de choque, o que não apenas poderia transformar sua mãe em outra pessoa, como também poderia matá-la. Para impedir isso, Alyssa terá que mergulhar no obscuro mundo do País das Maravilhas e consertar os erros que a verdadeira Alice deixou pra trás, dessa forma quebraria a maldição sobre sua família. Mas a verdade é que o País das Maravilhas foi totalmente distorcido por Lewis Carrol, e Alyssa vai descobrir um lado sombrio do conto de fadas.



    Alyssa Victoria Gardner está longe de ser uma garota normal. Na verdade, Alyssa é tataraneta de Alice Liddell e, por conta desse parentesco, herdou a maldição que afeta as mulheres da família: ouvir insetos e plantas. A mãe de Alyssa, Alison, já havia alertado a filha sobre os burburinhos que viriam junto com a puberdade, mas, Alyssa ignorou-a, pois pensou que isso era apenas reflexo da insanidade da mãe.


“Coleciono insetos desde os dez anos de idade; foi o único jeito que encontrei de silenciar os sussurros.” p. 7




    A mãe de Alyssa está internada em uma clínica psiquiátrica. Alyssa, por sua vez, finge não ouvir o que ouve, pois teme terminar da mesma forma que a mãe. Para conter os insetos tagarelas, Alyssa os mata e os usa em sua arte, fazendo mosaicos que ela mesma denomina como mórbidos. Para piorar, a menina sofre muito bullying na escola por conta de seu parentesco com Alice.







    Toda sexta-feira, Alyssa e o pai visitam Alison na clínica psiquiátrica. Essa rotina é massacrante para Alyssa, que se sente irritada com as conversas insanas da mãe. No entanto, quando Alyssa começa a ouvir as mesmas coisas que a mãe alega ouvir, não há mais como negar que há algo acontecendo.

“Normal é algo subjetivo. Nunca deixe que ninguém lhe diga que não é normal.” p. 12

    Para completar o cenário nada convencional que a vida de Alyssa, ela é apaixonada por seu amigo de infância, Jeb, que, por sua vez, namora Taelor, a garota que inferniza a vida de Alyssa. Para se distrair de todo esse caos que é sua vida, além dos mosaicos, Alyssa também anda de skate.




    Eu achei o livro muito interessante e a trama foi muito bem elaborada. Quem gosta do universo criado por Lewis Carroll, certamente, encontrará em O Lado Mais Sombrio uma chance única de voltar ao País das Maravilhas de uma forma diferente e convincente.

“Eu deveria estar horrorizada. Deveria estar exaurida. Mas algo acerca do intraterreno é sensual e revigorante, mais estimulante do que qualquer coisa do meu mundo.” p. 90

    Para quem nunca leu Alice no País das Maravilhas (como é o meu caso), a história pode ser muito confusa no inicio. Porém, tenham paciência, pois eu garanto que, aos poucos, a leitura se torna envolvente e muito interessante. Confesso que até fiquei com vontade de ler Alice no País das Maravilhas.

“Alice deixou perturbações em nosso mundo que só você pode reparar.” p. 158



    No entanto, apesar da trama bem elaborada, alguns pontos me incomodaram. Achei a forma como a escrita foi organizada muito confusa, especialmente, os diálogos, que não estão organizados da forma como estou acostumada, com travessões no inicio do paragrafo. Nesse livro, os diálogos estão nos meios dos parágrafos e isso me confundiu em muitos momentos. Além disso, eu achei algumas passagens do livro maçantes e tive a impressão de que o livro se prolongou além do necessário. 


    É importante mencionar ainda que o livro possui um apelo sensual e, em alguns momentos, sexual. Esse apelo sexual está principalmente ligado ao personagem Morfeu que, para mim, foi o personagem mais bem elaborado, complexo e real que o livro possui.


“Eu tantas vezes adormeci rezando para que você me olhasse desse jeito. Me tocasse desse jeito. – Não parta meu coração.” p. 192




    Morfeu também é o personagem que bagunça a vida e os sentimentos de Alyssa. A narrativa em primeira pessoa é tão envolvente que eu me senti na pele de Alyssa em alguns momentos, senti sua confusão em relação à Morfeu, o misto de raiva e paixão, de desprezo e admiração. A autora está de parabéns por conseguir envolver o leitor de forma tão magistral.

“Ninguém sabe do que é capaz até as coisas chegarem ao limite.” p. 221


    Enfim, por conta da minha “desfamiliarização” com o universo de Lewis Carroll, eu demorei para conseguir me envolver na história, mas, garanto que, mesmo para os que não conhecem o País das Maravilhas, o livro é muito interessante e, com certeza, é leitura indispensável.


6 comentários:

  1. Amo esse livro, simplesmente maravilhoso!
    Comecei a ler o Lado Mais Sombrio aós ler uma quote do Morfeu e já fiquei caidinha por ele rsrs, o livro é perfeito, a forma como reconta a história de Alice com suspense e mistérios é fenomenal, super recomendo!
    Amei sua resenha, parabéns!


    Bjs

    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Priscila!

    Eu amo Alice no País das Maravilhas, mas eu não gostei muito de O Lado Mais Sombrio. Quer dizer, o mundo criado pela A. G. é genial, mas a narrativa me irritou muito. Os personagens então, nem se fala. Só gostei mesmo do Morfeu e concordo com você que é o personagem mais bem elaborado em toda trama.

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Priscila!
    Li esse livro faz um bom tempo e não curti...
    Achei bem confuso e Morfeu ao invés de me deixar interessada, fez foi me aborrecer. E Alyssa e Jeb foram dois personagens irritantes e fracos.
    Mas confesso que seria interessante ver esse livro na telona pela simples fotografia.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  4. Já li a duologia e assim como você achei a narrativa um pouco confusa. Mas no geral gostei da história criada. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. Sou louca pra ler, acho interessante as resenhas que leio e a capa é linda.
    Acho que também vou achar confuso já que não li Alice no País das maravilhas rs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...