Blogger Widgets

[Resenha #828] Seraphina - Rachel Hartman @_rachelhartman @grupopensamento


Seraphina
A Garota Com Coração de Dragão
Seraphina # 1
Rachel Hartman
ISBN-13: 9788564850286
ISBN-10: 8564850281
Ano: 2015
Páginas: 384
Editora: Jangada
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Amazon

Sinopse:
Neste livro você vai conhecer Seraphina Dombergh, uma garota de 16 anos com grande talento para a música e que possui um terrível segredo. A história se passa no reino medieval de Goredd, onde seres humanos e dragões convivem em harmonia durante décadas, desde a assinatura do Tratado de Paz. Criaturas extremamente inteligentes que podem assumir a forma humana, os dragões frequentam a corte como embaixadores. Seraphina se torna assistente do compositor da corte justo quando um membro da família real é assassinado bem ao estilo dos dragões. O clima começa a ficar perigosamente tenso e Seraphina passa a colaborar com as investigações, ao lado do capitão da Guarda da Rainha, o Príncipe Lucian Kiggs. Durante essa jornada que pode destruir a paz entre humanos e dragões, a fachada cuidadosamente construída por Seraphina começa a desmoronar, tornando cada vez mais difícil manter seu segredo, cuja revelação seria catastrófica em sua vida.




Com apenas dezesseis anos de idade Seraphina Dombegh, a nossa protagonista e heroína nesse impávido romance é filha de um pai humano e uma mãe dragão e o grande segredo da história é justamente esse, ela tem que se manter no anonimato e esconder a todo custo sua verdadeira origem. A história nos fala de amadurecimento pessoal e principalmente o antagonismo de duas espécies – homens e dragões.





No mundo criado pela autora Rachel Hartman os dragões são seres extremamente racionais e dotados de incompreensão dos sentimentos humanos. Mas ao tomarem a forma humana (sim, eles podem fazê-lo) conseguem provar emoções e sentimentos tipicamente humanos.
Em Goredd, país de Seraphina, está acontecendo uma trégua tênue entre as duas espécies, mas trégua essa, sempre permeada de inquietude e opressão, onde a grande maioria dos dragões são forçados a usarem um sino sobre o corpo, marcando assim sua presença, salvo pequenas exceções. 






O pai de Seraphina, Claude, não sabia que sua esposa Linn era um dragão até perdê-la quando ela deu a luz. Até seus onze anos Seraphina era perfeitamente humana, mas sofreu um grande abalo, o que desencadeou recordações legadas a ela por sua mãe. Completamente transtornada ela sofre transformações onde escamas de dragão surgem em partes de seu corpo.




Por causa da discriminação imposta aos dragões Seraphina sempre esconde suas escamas sob camadas e mais camadas de roupas. Ela é muito sentimental e tem um gosto apurado pela música, coisas que um dragão normal não teria tornando-a socialmente invisível, a salvo das pessoas, sem contar que ninguém acreditava existir uma aberração, ou seja, uma pessoa que fosse metade humana, metade dragão.




Seraphina agora com 16 anos é uma música brilhante e seu pai teme que seu sucesso chame a atenção para ela e a verdade seja revelada. Por outro lado Seraphina é muito reclusa e não se atreve a se relacionar com ninguém com medo que as pessoas descubram a verdade.




Tudo começa a mudar com a morte prematura do filho da família real, o que causa um grande transtorno e medo. Ele foi decapitado, e decapitação é a forma como os dragões matam suas presas. Com a renovação de um tratado de paz surgindo, Seraphina constata que ela não pode deixar de se envolver em descobrir a verdade por trás da morte do príncipe, afinal seu pescoço também estava em jogo. 






Ela começa a ajudar o Príncipe Lucian Kiggs, também capitão da guarda. Lucian descobre em Seraphina uma determinação irredutível em ajudá-lo a encontrar a verdade sobre a morte prematura do jovem príncipe. Juntos, eles tentam descobrir a com exatidão o que aconteceu, antes que uma guerra sem precedentes se instaure entre humanos e dragões. O que Seraphina não esperava era se apaixonar pelo príncipe...




O romance é realmente brilhante. A construção do mundo é ricamente detalhada desde a política, os dragões se deslocando entre os seres humanos, as relações criadas, tudo perfeitamente orquestrado. Os personagens são intrigantes e desvenda-los torna a leitura rica e entusiasmante. A capa é incrível. A diagramação e fonte impecáveis, além das folhas em papel pólen fecharam essa fantasia com chave de ouro. Leitura mais do que recomendada.





 

18 comentários:

  1. Que livro lindo! Eu nunca tinha ouvido falar nele, mas me interessei bastante ao ler sua resenha. Amei as suas fotos também, hahaha.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  2. Geeente!! Que legal!!
    Parece ser brilhante mesmo, filha de pai humano e mãe dragão? Adooooooooorei

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha! O livro é lindo e a história parece ser maravilhosa... me convenceu! quero ler agora.... bjs

    ResponderExcluir
  4. Eu nunca tinha visto uma estória em que humanos e dragões são amigos dessa forma, afinal, eles geralmente são seres naturalmente violentos. Geralmente o que encontramos na literatura são pessoas que domesticam dragões, mas não é a mesma coisa né hahahah
    Achei a estória bem interessante, gosto muito de contos de fadas assim. É um dos meus pontos fracos, rs.

    Abraço!
    Mago e Vidro
    | Sorteio DamnedGirls | NOVE livros pra você!

    ResponderExcluir
  5. Oi Nadya, estou muito interessada nesta série, mas confesso que ainda vou esperar por outros volumes antes de começar a leitura. Não posso deixar de falar e parabenizar pela beleza das suas fotos.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Apesar de romance não ser minha praia, o que me atraiu pra ler o livro foi a fantasia em si. Amo dragões e acredito que vou curtir a história, a premissa é bacana, gostei das cores que compõem a capa tbm...

    ResponderExcluir
  7. Oi Nádya, que livro mais lindo <3
    Gostei bastante do enredo e já fiquei curiosa pra conferir. Imagens lindas como sempre :)

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  8. Nádya, não conhecia a obra, mas só de se tratar de dragões já que fiquei morrendo de vontade de ler.
    Achei a capa linda!

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia mas já adorei! Gosto muito de fantasia, e essa obra parece ser uma das mais caprichadas. Fiquei com pena dessa menina, precisando se encher de roupas para esconder os sinais de suas descendência. Já anotei para ler o mais rápido possível.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia esse livro mas adorei a resenha. E parabéns, o seu blog é lindo! Amei as fotos do livro! :*
    beijoss
    www.prateleirasemfim.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Nádya!
    Ótima resenha.
    Eu adorei a história e fiquei muito interessada em ler. Achei bacana a autora abordar os dragões de uma forma diferente, sendo capazes de assumirem formas humanas e fiquei curiosa quanto ao desenvolvimento da história.
    A edição parece estar lindíssima, já quero ler. ^^

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...