Blogger Widgets

[Resenha #853] Os Robôs da Alvorada - Isaac Asimov @editoraaleph


Os Robôs da Alvorada
Robôs # 3
Isaac Asimov
ISBN-13: 9788576572657
ISBN-10: 8576572656
Ano: 2015
Páginas: 544
Editora: Aleph
Classificação: 5 estrelas
Skoob
Compre: Submarino


Dois anos após desvendar um assassinato em Solaria, o detetive Elijah Baley é novamente convocado para uma investigação em um Mundo Exterior. Com ajuda de seu parceiro e amigo R. Daneel Olivaw, Baley terá de solucionar um crime bastante peculiar: um caso de roboticídio que coloca em xeque a reputação de um importante estudioso naquele planeta. No terceiro volume da consagrada Série dos Robôs, em meio à mais evoluída colônia humana fora da Terra, Baley está prestes a enfrentar conflitos ainda mais complexos, que envolvem a segurança de Elijah Baley, interesses interplanetários e o destino da própria humanidade.



Meu querido Elijah Baley volta com mais uma de suas investigações e essa é ainda mais importante do que as anteriores.

Depois de dois anos da sua missão em Solaria, Elijah está bastante disposto a se libertar da vida dentro da Cidade. Ele sabe que vai chegar um dia em que as Cidades não vão poder mais suprir as necessidades das pessoas. E ir para a Área Externa da Cidade é um ótimo modo de treinar sua resistência ao ficar em espaço aberto.

Depois de voltar de Solaria no livro anterior, Elijah decide que deve ir a Aurora, um dos Mundos Exteriores. Aurora foi o primeiro Mundo Exterior a ser colonizado, é o mais forte e maior entre todos. Ele quer pedi ajuda aos auroreanos para poder encontrar um modo dos terráqueos colonizarem um outro planeta, mas seus pedido são sempre negados. Mal sabe ele que está mais perto do que imagina de voltar ao espaço. Ele só não esperava que as circunstâncias de sua ida fossem tão distintas de sua intenção inicial.

Elijah é convocado para ir a Aurora para desvendar um roboticídio, – assassinato de um robô – como ele gosta de denominar. O robô em questão era humaniforme, assim como o nosso conhecido R. Daneel Olivaw, tinha a aparência de um humano e um cérebro positrônico mais desenvolvido que qualquer robô comum. Esse poderia ser um caso simples, mas o roboticídio envolve muito mais que desabilitar um robô. Envolve a reputação do auroreano dr. Han Fastolfe, – ele aparece em As Cavernas de Aço (link da resenha) e é citado em O Sol Desvelado ( link da resenha) – e seus estudos sobre os robôs humaniformes. Além desses fatos, a Terra também acaba envolvida e Elijah deve resolver esse caso, caso contrário às chances de um dia os terráqueos poderem colonizar outros planetas será extinta.

Na cidade de Eos, a maior cidade de Aurora, Elijah se vê envolvido em uma trama para desacreditar a reputação de um aureano que lhe ajudou no passado. O caso no início parece não ter solução já que a única pessoa no planeta que poderia ter os meios, as chance e os motivos de desabilitar o robô seria o próprio criador desse, o dr. Han Fastolfe, que afirma ser inocente. Ele próprio conseguiu uma autorização especial em Aurora para levar Elijah ao planeta a fim de ajudá-lo a provar sua inocência.


Terceiro livro da Série dos Robôs, Os Robôs da Alvorada é um livro bem denso. Muitas informações nos são apresentadas e trabalhadas. O livro é bem grosso, então tenha em mente que quando vier a fazer a leitura ela irá demorar um pouco para ser concluída. Apesar de Asimov não dar ponto sem nó, ou seja, tudo o que vem a ser apresentado tem um ponto para se interligar com outro e assim formar toda a sua descoberta do caso, a história poderia ter sido mais curta.


Adorei o fato desse livro se conectar com o conto Mentiroso!, que está no livro Eu, Robô. Nele sabemos que Susan Calvin é uma das pioneiras na criação dos robôs. O conto nos mostra um robô com o dom de ler mentes, essa história se passa como uma lenda sobre as histórias de robôs em Os Robôs da Alvorada. Também temos o conto O Homem Bicentenário presente aqui. A conexão dos contos que não fazem parte da mesma série, mas ainda assim do mesmo universo, é bem bacana.

Depois de finalizar a leitura, só posso dizer que estou bastante impressionada com um elemento que Asimov colocou no livro. Fico me perguntando se algo assim aparecerá no próximo e último da série dos Robôs ou em outros livros do mesmo universo do autor. Não posso deixar de me sentir ainda mais ansiosa pela leitura de outros livros do autor. :D



0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...