Blogger Widgets

[Resenha #856] Divina Vingança - Robin LaFevers @plataforma21_ @RLLaFevers


Divina Vingança
O Clã das Freiras Assassinas #2
Robin LaFevers
ISBN-13: 9788576839545
ISBN-10: 8576839547
Ano: 2016
Páginas: 400
Editora: V&R
Classificação: 5 estrelas
Skoob
Compre: Livraria da Vila


Sybella nunca soube ao certo o que era amor. Não sem segunda intenções. Desde sua infância, ela teve de confiar em si mesma para conseguir sobreviver. Ao chegar no convento de Saint Mortain, Sybella recebe o refúgio de que tanto precisava, porém isso terá o seu preço. As irmãs, que servem ao deus da Morte, percebem que a garota tem atributos e que ela pode se tornar uma arma poderosa. Ela vive durante três anos no convento e é treinada para enfrentar quem quer seja. Sybella já não é mais uma garotinha inocente, e sabe disso. Agora é uma mulher madura e totalmente preparada, uma assassina experiente, que mata a quem merece e o faz por gosto e sem piedade. Nunca se arrepende de suas decisões. Pelo contrário, ela sabe onde se encontram seus pontos fortes e como usá-los para cumprir sua missão. Porém, ela é enviada de volta para o lugar onde passou sua infância, para espionar seu pai, o cruel D'Albret. Ela começa a se lembrar de coisas horríveis que aconteceram enquanto estava sob o domínio dele e decide compartilhar com Fera, quem, fora do convento, torna-se seu companheiro. Juntos eles redescobrem a confiança e o amor. Assim, Sybella caminha por uma teia complexa de vingança e ódio, em busca de seus traidores, que levam a marca do deus da Morte. Ambientado da França medieval, Divina Vingança é o segundo livro de O clã das freiras assassinas, uma trilogia de mulheres fortes em busca de seu próprio destino.



Divina Vingança começa um pouco antes do final do livro anterior Perdão Mortal, mas agora quem narra a história é Sybella, outra assassina do convento de São Mortain. Sybella apareceu pela primeira vez no início de Perdão Mortal e foi descrita como uma rebelde, cujas experiências a deixaram à beira da loucura. O desejo de vingança é o impulso que a faz aceitar ir para o convento. 




Neste livro, detalha então a missão de Sybella e como a mesma se relaciona com a política na Bretanha. A história de Sybella tem um tom mais pessoal. Creio que foi por isso mesmo que resultou numa história diferente da de Ismae; sem o peso de centrar parte da narrativa em toda a intriga política, a autora conseguiu um melhor desenvolvimento dos personagens.


Sybella é enviada pela Abadessa em uma missão, na qual, ela terá que voltar para a própria família, lugar ao qual ela jurou jamais voltar após ter escapado daquele antro de maldade. Estar de volta, significa ter que lembrar todo o sofrimento ao qual ela passou, e reviver momentos tristes e dolorosos aos quais ela preferia nunca mais ter que lembrar. Mas, a Abadessa disse que ela teria finalmente a sua vingança contra o abominável D’Albret, seu pai, quem ela teria que matar. Claro, seu curso é alterado quando ela deve resgatar a Fera, que é prisioneiro de seu pai, novamente obedecendo aos ordens da Abadessa. Sybella embarca em uma viagem que vai mudar tudo com um homem que não só vai aceita-la, mas também a vai desafiar a aceitar a si mesma. 


Sybella é uma heroína forte, obstinada, fria, calculista, e profundamente desconfiada. Ela tem um gosto pela morte e tem seu coração focado em vingança, e ninguém vai ficar em seu caminho. Além de seus problemas paternos, Sybella também luta com sua própria consciência. Ela aprecia seu trabalho em nome do convento, mas ela começa a questionar sua autoridade e seus ensinamentos. Talvez os ensinamentos estejam errados?

Fera é um guerreiro feroz com um coração gentil. Mesmo que ele prefira que Sybella fique fora de perigo, ele a reconhece como uma assassina competente. Ele é incrivelmente compreensivo, e sua compreensão, por sua vez faz com que Sybella fique mais forte. 


Perdão Mortal foi lento em alguns pontos e também foi mais um drama político, enquanto Divina Vingança é cheio de ação e é uma história muito mais pessoal. Sybella tem um passado escuro, e às vezes, chega às raias da loucura. Cada passo ao longo do caminho revelou mais uma pista sobre o passado de Sybella e cada revelação aumentaram a tensão.


Como eu li uma cópia não finalizada do livro, só posso comentar que a capa do livro é linda. Agora, quanto a revisão, outros detalhes, só poderei comentar quando tiver a cópia finalizada do livro.

Divina Vingança é um livro mais envolvente do que o anterior. Os personagens estão mais bem desenvolvidos e são mais carismáticos. Gostei mais deste segundo livro e continuo a recomendar esta série para quem gosta de ficção histórica com fantasia, e com protagonistas fortes que buscam seu próprio destino.


3 comentários:

  1. Gostei da resenha. Não conhecia a série porém parece ser bem envolvente.
    E mesmo não sendo a copia finalizada achei a capa linda.

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia essa série, parece bem legal!

    ResponderExcluir
  3. Amei Perdão Mortal e estou louca pela continuação. E gente onde você conseguiu esse marcador lindo de caveiras? *------*

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...