Blogger Widgets

[Resenha #873] Ovelha Memórias de um Pastor Gay - Gustavo Magnani @geracaobooks


Ovelha
Memórias de um Pastor Gay
Gustavo Magnani
ISBN-13: 9788581303253
ISBN-10: 8581303250
Ano: 2015
Páginas: 232
Idioma: português
Editora: Geração Editorial
Skoob
Classificação: 5 estrelas

Sinopse:
Este livro, estreia impressionante de um jovem e talentoso escritor, é o relato pecaminoso de um decadente.  A história de um homem religioso e carismático, temente a Deus, mas amante insaciável de sua própria carne exótica, a carne de outros homens. Um pastor gay, casado com uma ex-prostituta, filho de uma fanática religiosa. Neurótico e depravado. E agora condenado. Internado num hospital, debilitado e com um segredo de uma tonelada nas costas, este personagem atormentado decide libertar-se de seus demônios e relatar seu drama. Num relato cru e sem censura, ele literalmente vomita seus trinta anos de calvário e charlatanice na cara da congregação (e de qualquer um que se interesse por um bom inferno). Sexo, paranoia, corrupção e destruição são os ingredientes tóxicos dessa obra provocante, polêmica e inovadora.
CLASSIFICAÇÃO:

Leitura proibida para menores de 18 anos, hipertensos, cardíacos e fanáticos religiosos.Quando essa belezinha chegou em minhas mãos eu já o queria a muito tempo. 


Quem me conhece e conhece meu gosto literário, sabe que não resisto a uma boa polêmica e um bom livro que irá te quebrar ao meio, testar seus conceitos e pré-conceitos.

Por favor, peço de coração que se você for muito ligado às suas virtudes religiosas, se não concorda com extremismos e homossexualismo ligado a religião por ofender suas diretrizes, peço que pare por aqui. Esse livro não é para qualquer um e principalmente, não é para alguém como você.

E para os portadores de um estômago forte, bem vindos à essa obra pitoresca. 






Confesso ter passado por uma leitura bem complicada até me soltar e me sentir "confortável" com o que estava lendo. 


A história é sobre um pastor que foi criado por uma mãe beata, fanática pela religião e que desde pequeno foi apontado como um futuro pastor. Ele cresceu com esse estigma, concretizando esse sonho da mãe. Ele sempre foi submisso e não fez muitas coisas por medo de confrontá-la e apesar de ser muito religioso e carismático, ser pastor não era o seu propósito na vida, pois ele guarda alguns segredos.


Um deles é que ele é gay, mas nunca contou isso para os familiares e muito menos para a congregação. Se você acha que ser um pastor gay já é o motivo do livro ser chocante, ainda tem mais. Ele é casado com uma ex-prostituta e tem dois filhos com ela. Isso tudo foi para manter a fachada porque ele ainda era um pastor solteiro com quase 30 anos. O casamento foi a comprovação para o mundo de que ele era hétero, apesar da esposa ter sido uma garota de programa e não agradar a sogra.





O livro, narrado em forma de um “diário de despedida” de dentro do hospital, choca com a riqueza de detalhes e a chuva de palavrões que te pegam logo nas primeiras linhas. O pastor narra nos mínimos detalhes os arabescos de sua vida dupla e turbulenta, com passagens temporais que vão e vem e com uma maestria se ligam dois ou 3 capítulos a frente. 


No livro temos estampados em letras garrafais os seus casos de amor, suas melhores trepadas, descrições eróticas minuciosas e um conhecimento vasto do corpo masculino e sua adoração por ele como uma obra em si.

É uma obra que apesar de sua tão extrema força, nos faz pensar nas mentiras que contamos para sobreviver em meio ao nosso cotidiano, uma crítica silenciosa à máquina de aparências e preconceitos que debulha milhares de novos exemplares “humanos” por ai. 


Tenho que agradecer ao autor, meu querido Gustavo, por uma obra tão distinta. Ele faz com que você acredite esta realmente lendo um diário que é verdadeiro e pertenceu a alguém que sofreu todas as dores e amores estampados ali.

Se eu posso dar algum conselho, é o de que não julgue esse livro sem antes lê-lo com os olhos do coração. Poucas obras primas foram feitas por ai com tamanha qualidade e para algumas coisas na vida, devemos abandonar os preceitos de lado para descobrir novos mundos e horizontes.

Conheçam a obra. Se surpreendam comigo!

See ya! ♥




6 comentários:

  1. Oii,
    Já conhecia o livro e acho ele bem polemico rs
    Parece ser forte mesmo, mas prefiro pular essa leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma leitura válida para criar a desconstrução. Hoje em dia quem tem cabeça aberta acaba se tornando mais forte, mais adaptável ao meio ambiente!
      Mas os exames com o cardiologista têm de estar em dia! hahaha

      Excluir
  2. ADOREIIII.
    Com certeza, quero ler.
    A crítica bem elaborada por trás de um livro acido e pesado é o que mais me faz querer tê-lo em mãos.
    Só não entendi o porquê das 3 estrelas.
    Quais foram os pontos fracos do livro????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então você vai se "deliciar" com esse, Pri!!
      Ele levou 5 estrelas, foi um erro de comunicação meu com a Mi, dona do blog! ahahaha Em breve isso será alterado. ♥

      Excluir
  3. Já quero ler! Sua resenha arrancou meu fôlego!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E vai por mim, a leitura vai acabar com o restinho de fôlego que restou!
      ahahahaha Obrigada por seu comentário ♥

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...