Blogger Widgets

[Resenha #883] After – Depois da Promessa @EditoraParalela @imaginator1dx


After – Depois da Promessa
After #5
Anna Todd
ISBN-10: 8584390006
ISBN-13: 978-8584390007
Páginas: 448
Ano: 2015
Editora: Paralela
Idioma: Português
Classificação: 5 estrelas
Skoob
compre: Submarino

 

Sinopse: Bem quando Hardin acreditava já ter enfrentado todos os fantasmas de seu passado, um terrível segredo sobre seus pais é revelado, despertando os seus piores demônios internos. Tessa sabe que só ela tem o poder de aliviar todos os sentimentos de raiva, traição e confusão que afligem seu amado badboy. Só ela sabe como salvá-lo de seu ciclo autodestrutivo. Mas dessa vez ela não pode. Porque, quando menos espera, sua vida é para sempre alterada por uma tragédia. Hardin e Tessa prometem lutar com todas as suas forças para que o destino não os separe para sempre. Mas o que acontecerá quando suas forças chegarem ao fim? Depois da promessa qual será o desfecho dessa história?


[...] Se soubesse que doeria tanto assim, se soubesse que o amor me rasgaria e me costuraria em seguida só para me deixar em pedaços de novo, eu teria ficado bem longe de Hardin Scott [...].

Verdade seja dita, a Série After da autora Anna Todd é completamente viciante. Estou aqui na reta final e só posso dizer que a narrativa me lançou por momentos agridoces, onde emoções afloraram e arrancaram momentos de reflexões, dor e alegria. Estou me sentindo um pouco órfã de Hardin e Tessa e com certeza sentirei falta desse casal que aos poucos conquistou meu coração.



Um final de Série que realmente inundou meu íntimo, me deixando satisfeita com o desfecho dos protagonistas. Hardin e Tessa amadureceram, progrediram e aprenderam a se amar primeiramente e isso foi maravilhoso. Final verdadeiramente eloquente.

Hardin finalmente mudou, depois de tantas recaídas e crises de autodestruição, enfim ele amadureceu e pude me sentir muito mais que uma leitora, pude me sentir uma mãe, que vibra e torce pelo crescimento, não de estatura de um filho, mas um crescimento do seu caráter e temperamento. Mesmo quando um acontecimento realmente desesperador surgiu eu confiei firmemente que ele conseguiria dar a volta por cima e ser aquele homem que esperei pacientemente que ele se tornasse. Sua firme decisão de se tornar uma pessoa melhor foi o ápice da história, afinal quem não conhecia Hardin, o protagonista mais frustrante, irritante, auto sabotador e apaixonante criado por Anna Todd?



Não vou mentir que sempre amei Hardin, confesso que no inicio tive gana de lançar meu livro no chão e parar de ler a série. Mas por fim, ele me subjugou e só pude torcer para que seu espírito tão quebrado pudesse de alguma maneira ser consertado.


[...] Aprendi com a dor que a vida não precisa ser uma batalha. Às vezes, você recebe coisas ruins desde o começo, e às vezes você estraga tudo no caminho, mas sempre há esperança [...].


Tessa foi uma protagonista que demorei a entender e gostar. Irritava-me profundamente sua complacência exagerada e os momentos que ela deixou de existir para se tornar um prolongamento de Hardin. Sempre a julguei mais forte que a tirania que Hardin exercia sobre ela, mas me frustrei quase sempre, quando ela deixava que ele triturasse seu coração, sua estima, seu amor próprio seguidas vezes. Nunca consegui entender o motivo de uma pessoa amar tão profundamente e completamente uma pessoa de maneira a se perder nesse processo. Mas por fim, nesse livro, Tessa se redimiu e ela foi tudo aquilo que imaginei e foi libertador. Ela chegou ao fundo do poço, a um sofrimento que pensei que ela sucumbiria, mas ela renasceu da maneira que sempre imaginei e sonhei pra ela: independente, dona de seus sentimentos, decisões e ações!

[...] Eu me enganei muito em relação ao Hardin, e isso serve para me mostrar que só as próprias pessoas podem mudar a si mesmas, por mais que tentemos. Elas precisam querer isso tanto quanto nós, ou não há esperança. É impossível mudar as pessoas que estão convictas do que são. Todo nosso apoio não basta para compensar as baixas expectativas que têm de si mesmas.É uma luta perdida, e finalmente, depois de todo esse tempo, estou pronta para desistir [...]



Nem sempre o amor se apresenta da melhor maneira ou mostra sua melhor face, relacionamentos podem ser voláteis, destrutivos até, mas se tiver dedicação, perdão e sede de um recomeço, é possível sim, o amor se superar e crescer vencendo as adversidades.


[...] Uma pessoa só sabe como tem sorte de poder passar a vida com a outra metade da sua alma quando é obrigada a viver sem ela [...].


A capa é linda, apaixonante. Fonte e diagramação perfeitas e as folhas são em papel pólen. Agradeço a oportunidade de conhecer Hardin e Tessa e ter evoluído junto com eles. Foram momentos realmente inesquecíveis.

[...] É o tipo de história de amor que lida com problemas de verdade. Não é uma história sobre perdão e amor incondicional, e mostra quanto uma pessoa consegue mudar, mudar de verdade, se tentar bastante. É o tipo de história que prova que qualquer coisa é possível quando se trata de recuperação. Mostra que, se você tem alguém com quem contar, alguém que ame você e não desista de você, pode encontrar o caminho para sair da escuridão. Mostra que, apesar dos pais que tivemos, ou dos vícios que adquirimos, é possível lidar com qualquer coisa que atrapalhe, e superar tudo para se tornar uma pessoa melhor. É esse o tipo de história que After é [...]



1 comentários:

  1. Eu reclamo do Hardin só que no fim sempre gostamos do mocinho né? Ainda mais quando ele cresce e te deixa orgulhosa.
    Fiquei curiosa pra saber o final.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...