Blogger Widgets

[Resenha #918] It – A Coisa - Stephen King @Suma_BR


It – A Coisa
Stephen King
ISBN-10: 8560280944
ISBN-13: 978-8560280940
Páginas: 1104
Ano: 2014
Editora: Suma de Letras
Idioma: Português
Classificação: 5 estrelas
Skoob
Compre: Saraiva

Sinopse:
Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e... do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry.Quase trinta anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade. Mike Hanlon, o único que permanece em Derry, dá o sinal. Precisam unir forças novamente. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry. O tempo é curto, mas somente eles podem vencer a Coisa. Em It - A Coisa, clássico de Stephen King em nova edição, os amigos irão até o fim, mesmo que isso signifique ultrapassar os próprios limites.



Os livros do Stephen King sempre me causam impacto positivo. E dos livros que tive o prazer de ler na adolescência, esse é um que coloco no rol dos inesquecíveis. Lembro que demorei quase duas semanas para devorar essa obra, devido ao volume e a complexidade da narrativa.




Quando foi anunciado o relançamento da obra, fiquei na expectativa de adquirir o mesmo, afinal quando o li na década de 90, foi por meio de um aluguel. Mas somente agora, quase dois anos após essa notícia, estou com essa obra em mãos e não paro de admirar a aparência elegante da capa, bem como a fonte e a diagramação impecáveis. Com certeza uma obra prima. 



Afirmo para vocês que o livro que não agarra o leitor apenas pelo terror psicológico. É muito mais que isso! Este é um livro que nos permite de maneira única recordar uma das fases mais importantes de nossa existência - nossa infância. A narrativa faz uma alusão a nossas amizades de criança, aquela que achamos que vamos levar para a vida adulta, que vai durar para sempre.

Simplesmente não consigo pensar em um autor mais gabaritado para apoderar-se dessa essência pueril, e nos prender ao longo das mais de mil páginas. Sua narrativa se desfaz em milhões de recordações, que nos permite reviver puras emoções, constrangimentos, alegrias e nossa incrível capacidade de rir de nós mesmos, bem como de “bobeiras” que aconteciam no nosso dia a dia. Mas a narrativa não traz somente boa nostalgia, nos remete ao medo que tínhamos das crianças mais fortes, o medo de ficarmos sozinhos e nossas dúvidas infantis.


O livro como todos sabem é enorme, mas quero que todos vocês percam esse receio de ler por causa do tamanho. A leitura é bastante fluída e garanto que se você começar a ler, não será capaz de abandonar a história. Stephen King é o autor dos detalhes, então, logo você se verá ambientado e totalmente entregue e sentindo-se até parte da turma dos sete amigos, Mike, Richie, Eddie, Stan, Beverly, Ben e Bill. 


Assim, vamos conhecer a localidade de Derry, uma cidade do Maine, onde acontecimentos bizarros acontecem e crianças estão sendo assassinadas por “A Coisa”, que nada mais é que uma espécie de “Bicho Papão”, que assume a forma do seu pior pesadelo.




O Clube dos Perdedores era então composto por sete crianças, cujo interesse principal era perseguir e aniquilar esse ser nefasto, antes que todos fossem dizimados. Eles acreditaram na época, que tinham conseguido esse intuito e a vida seguiu seu rumo. Eles se tornaram adultos e acabaram por ser mudar de Derry, ficando na época apenas Mike.




Mas infelizmente o ser não foi extinto e “A Coisa” ressurgiu. Adultos, eles acabam retornando para Derry para finalmente concluir essa pendência mesmo que isso lhes custasse á vida! O livro então interpola o passado e o presente, e o leitor tem sempre essa visão diferente dos acontecimentos, podendo constatar o quanto esse “ser” ainda interferia na vida desses sete amigos. 



É isso galera, apenas um resumo do que ocorre nessa obra estupenda, pois a partir desse esqueleto, King vai dando vida aos personagens, mostrando a personalidade de cada um, trazendo acontecimentos e conduzindo a trama de maneira fervorosa, além claro, de narrar com maestria aqueles momentos que você fica pregado na cadeira com medo até de respirar mais forte.

Recomendo demais a leitura! Mesmo que você não seja fã do gênero é aquele tipo de livro que você simplesmente não pode deixar de conhecer. 





3 comentários:

  1. Muito bom! Um dos livros mais bem construídos do KING! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem parecer clichê mas já sendo: o melhor!

      Excluir
    2. Sem parecer clichê mas já sendo: o melhor!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...