Blogger Widgets

[Resenha #926] Invocadores do Mal - Ed Warren e Lorraine Warren @grupopensamento


Invocadores do Mal
Cheryl A. Wicks com
Ed Warren e Lorraine Warren
ISBN-13: 9788531519420
ISBN-10: 853151942X
Ano: 2016
Páginas: 280
Idioma: português
Editora: Pensamento
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Saraiva


A médium clarividente Lorraine Warren e seu marido, o respeitado demonologista Ed Warren, estudaram, por mais de meio século, fenômenos paranormais ao redor do mundo. Seus casos inspiraram os filmes Invocação do Mal, Amityville e Annabelle. Esta obra reúne as cinco décadas de experiência em investigação de campo desse casal, juntamente com as suas perspectivas histórica, científica e religiosa, para revelar que até mesmo o que é considerado paranormal não pode ser ignorado, tem padrões de comportamento previsíveis e pode ser mensurado cientificamente. Por meio de milhares de palestras, estudos de caso e análise de cartas de clientes, eles revelam o que é conviver com fantasmas, poltergeists e infestações malignas, como investigá-los e solucionar seus mistérios.



Há mais de cinquenta anos, Ed e Lorraine Warren vêm investigando fantasmas e outros fenômenos paranormais ao redor do mundo. E muitos dos casos investigados por eles serviu de base para algumas adaptações cinematográficas, até o momento houve sete adaptações: Horror em Amityville (The Amityville Horror, 1979) Amityville II: The Possession (Amityville II: A Possessão,1982), A Casa das Almas Perdidas (The Haunting, 1991), Evocando Espíritos (The Haunting in Connecticut, 2009); Invocação do Mal (The Conjuring, 2013), Annabelle (2014) e a sequência Invocação do Mal 2 (The Conjuring 2, The Enfield Poltergeist, 2016).


O livro reúne as experiência de Ed e Lorraine Warren em investigação de campo, juntamente com as perspectivas histórica, científica e religiosa. Os estudos dos casos reais apresentados no livro demonstram como é vivenciar fenômenos misteriosos e investigá-los. Eles mesmo contam no livro como eles se tornaram investigadores e também da vida pessoal. Ed Warren nasceu em 1923, e quando criança ele escutava passos em casa, e depois de adulto ele interpretou o fato como sendo de um fantasma preso em sua casa. Quando Ed tinha 16 anos, ele conheceu Lorraine em um cinema Colonial em Boston. Ele trabalhava lá como lanterninha, e no dia teve um ataque aéreo, e ele convidou Lorraine e as amigas dela para se abrigarem na lanchonete por ser um local mais seguro. Mais tarde, já em casa Lorraine teve uma visão de Ed adulto e escreveu sobre isso em seu diário. Desde então, ficaram juntos.


Os Warren se casaram no ano de 1945, e tiveram uma filha. Ambos são católicos e sentem que seu trabalho e suas descobertas apenas fortaleceram suas crenças religiosas.

"Suas investigações também lhes deram o respeito sincero e a reverência por todas as religiões que encorajam o amor incondicional. Sua única objeção a ateus e agnósticos é a vulnerabilidade em potencial às forças do mal. “Se inadvertidamente convidam ou encontram uma infestação do mal, eles não têm defesas”, explica Ed, que acrescenta, “De fato, o mal visa-os especificamente, por essa razão. Dizem que não existem ateus nas trincheiras. Lorraine e eu podemos lhe garantir que tampouco há muitos ateus em casas mal-assombradas.”

A mediunidade de Lorraine surgiu quando ela tinha 9 anos quando ela frequentava uma renomada escola particular em Milford, Connecticut. Ela descobriu que nem todos tinha a mesma capacidade que ela tinha de ver auras e espíritos.


“Minhas professoras, as freiras, expressaram horror e assombro quando descrevi as luzes coloridas que eu via delineando o corpo das pessoas. Foi minha primeira experiência com a incompreensão, o medo e a exclusão com que costumo me deparar devido a minha clarividência.”

Em 1976, Lorraine ficou sabendo que na Universidade da Califórnia, em Los Angeles havia uma câmera Kirlian, que podia detectar e fotografar auras. Ela ficou curiosa e logo foi até lá para ver de perto. Chegando lá, a dra. Thelma Moss, psicóloga ficou curiosa com a clarividência de Lorraine, e ela foi testada e suas habilidades foram identificadas como sendo de uma “médium de transe leve”.


"Diferentemente de um “médium de transe profundo”, Lorraine não permite que entidades incorpóreas falem por meio dela, usando suas cordas vocais. Ed depende de seus sentidos humanos, mais mundanos, para observar o paranormal."



O casal nos conta que para conseguir entrar em locais assombrados, Ed pintava quadros de cada casa que queriam investigar. Em seguida, Lorraine oferecia a pintura de graça aos donos do lugar, desde que estivessem dispostos a compartilhar as histórias de fantasmas da casa. Assim, os moradores se sentiam aliviados em saber que não estavam sozinhos em suas estranhas experiências.


"Depois de várias entrevistas, os Warren começaram a perceber semelhanças e padrões bem definidos nos eventos estranhos relatados. Também terminaram por perceber que, embora muitos dos fenômenos fossem de natureza benigna, alguns pareciam deliberadamente destrutivos e malignos. Sua coleta de informações passou a ter um objetivo diferente – uma compreensão real, de modo que pudessem fazer algo mais do que simplesmente se solidarizar com as pessoas perturbadas pelos fenômenos. “Começamos nossas investigações em meados da década de 1940”, explica Lorraine. “Fundamos a New England Society for Psychic Research em 1950. No entanto, foi apenas no final dos anos 1960 que nosso trabalho se tornou público."




O que torna os Warren únicos em seu campo de atuação se explica que não teve nenhum outro pesquisador que teve uma atuação tão extensa até hoje. O casal Warren passou mais de cinquenta anos falaram sobre o paranormal com milhares de testemunhas de todas as classes sociais, culturas e religiões. Além de que o casal fez mais de 7 mil entrevistas dos mais de 3 mil casos estudados.


“Hoje a ciência está começando a testar, comprovar e quantificar com maior grau de precisão as capacidades de clarividência, e também a reconhecer padrões em fenômenos fora do comum”, observa Ed. “A parapsicologia, no passado uma ciência marginal, aos poucos está ganhando mais aceitação, à medida que os campos mais modernos, aceitáveis e intelectuais da física e da mecânica quânticas se unem na exploração séria da metafísica. Muitas das mentes mais brilhantes dos dias de hoje concordam que há mais coisas no mundo do que os olhos conseguem enxergar... ou que possam ser percebidas pela mais sofisticada tecnologia criada pelo homem.” Enquanto isso, qualquer um que tenha tido uma premonição, ou um “mau pressentimento”, que tenha sentido o poder da oração ou se deparado com algo miraculoso ou perturbador e fora do normal também acredita que há mais coisa no mundo do que os olhos físicos conseguem enxergar."

Hoje em sua casa, Lorraine abriga um Museu do Ocultismo, onde guardam objetos com forças malignas que pegaram dos casos estudos, tais como por exemplo: crânios, caixinhas de música, entre outros, e não posso deixar de mencionar o objeto mais famoso, a boneca de pano, Annabelle.


Os Warren mesmo quando já estavam com 70 anos, ainda viajavam pelo mundo para dar conferências e investigar casos. Toda semana, eles ministravam cursos para investigadores iniciantes e apresentavam um programa na tv a cabo. E uma vez ao ano, organizavam uma festa de Halloween que atraía centenas de pessoas do mundo todo.


A capa ficou ótima, gostei muito! a diagramação está excelente, e a revisão e tradução estão bons.

Tenho que dizer que sou fã de filmes de terror, e vi todos os filmes que foram baseados nos casos dos Warren, assim, eu já sabia algumas coisas a respeito deles, e após ler o livro pude compreender melhor a vida desse casal espetacular. Mas, imagino que, para quem não acredita ou não curte o assunto, a leitura não será interessante. Assim, digo que recomendo esse livro para quem tem interesse em fenômenos paranormais e em conhecer mais a fundo a vida dos Warren.



2 comentários:

  1. Adorei sua resenha. Estou louco para ler esse livro!
    Fui assistir Invocação do Mal 2 e até arrepiei.
    Abraços
    Blog do Ben Oliveira

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Adorei a resenha e adoro livros de terror, me deu muita vontade de ler esse livro! Vou procurar a coragem! kkk
    Bjs!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...