Blogger Widgets

[Resenha #935] Tá Todo Mundo Mal - Jout Jout @cialetras @joutfuckinjout


Tá Todo Mundo Mal
O livro das crises
Jout Jout
ISBN-13: 9788535927207
ISBN-10: 8535927204
Ano: 2016
Páginas: 200
Idioma: português
Editora: Companhia das Letras
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Saraiva


Sinopse:
Do alto de seus 25 anos, Julia Tolezano, mais conhecida como Jout Jout, já passou por todo tipo de crise. De achar que seus peitos eram pequenos demais a não saber que carreira seguir. Em tá todo mundo mal, ela reuniu as suas "melhores" angústias em textos tão divertidos e inspirados quanto os vídeos de seu canal no YouTube, "Jout Jout, Prazer". Família, aparência, inseguranças, relacionamentos amorosos, trabalho, onde morar e o que fazer com os sushis que sobraram no prato são algumas das questões que ela levanta. Além de nos identificarmos, Jout Jout sabe como nos fazer sentir melhor, pois nada como ouvir sobre crises alheias para aliviar as nossas próprias!



Primeiramente vou começar falando da Jout Jout, eu sabia sim quem era ela antes de receber esse livro porém confesso que não acompanhava seu trabalho, se tinha assistido um vídeo era muito. Ai eu pensei "Vou ler e dependendo do que achar vou lá também conhecer mais dela e do canal" e olha não foi que o livro ganhou 5 estrelinhas maravilhosas? 


 

" Mas a verdade é que no final da noite eu arranjava um lugarzinho isolado para - pasme- conversar com a lua. Eu olhava pra ela e silenciosamente dizia "Não foi dessa vez. Mas pelo menos eu tenho você. Você está ai pra para mim, não é mesmo?" E a partir dai era ladeira abaixo no drama"

Me desculpem os leitores da Tati Bernardi mas esse livro é beeem mais bacana e gostoso do que "Depois a louca sou eu" já que em muitos momentos me identifiquei com o jeito de escrever da Jout que deixa tudo de uma forma tão gostosa e familiar enquanto narra suas crises. O interessante do livro é que Jout não fez da obra sua biografia, mas sim situações que ela passou e trouxe para que os leitores pudessem se identificar E olha, me identifiquei com tanta coisa que até me assustei. O livro é fininho, super fácil de ler, e a escrita é tão gostosa e leve que você passa as páginas mais rápido do que esperava. De todos os tipos de crises, tenho certeza que você vai se identificar com alguma narrada pela autora. E olha, ela fala muitas verdades, é bem direta e não deixa o humor de lado que te faz rir em muitos trechos. Em algumas páginas eu terminava a leitura e pensava "Jout, obrigada por ter escrito isso. Achei que fosse só eu" e ai vem um conforto sabe? 

"Todos os filmes da Disney que eu havia assistido e rebobinado e visto de novo duzentas vezes me diziam que eu precisava de um namoradinho. Mas eles não estavam lá."



"É o mesmo que falar " essa menina não tem noção de ridículo". O que é noção de ridículo? Eu nunca soube. Quem define esse ridículo? Como os seres humanos todos podem ter noção do que é ridículo e do que não é? Ninguém pode definir o que é fútil para mim, ninguém decide o que posso ou não fazer. Afinal, é meu corpo. O corpo é meu, eu decido"







"Daqui de onde estou, parece que todo mundo tem um talento especial. Todos sabem alguma coisa muito bem, destacaram-se em alguma matéria, foram elogiados pelos professores ou admirados pelos amigos por algum grande feito que conquistaram com a maior naturalidade."


"Um novo problema apareceu. Todos os youtubers brasileiros do mundo lançaram livros. Para cada semana que eu não sabia o que escrever, um novo livro escrito por um youtuber era lançado e comecei a achar que fazia parte de uma seita, mas que ninguém se lembrou de me avisar."

 Apesar de estarmos na onda de livros de Youtubers, o livro da Jout traz situações reais cheias de humor e leveza pra você se identificar, rir , pensar nas coisas e perceber que tem gente por ai sentindo o mesmo que você e que não é errado se sentir de certa forma em alguns momentos da vida.  

Temos um pouco de como tudo começou, o medo das críticas, as coisas pequenas que nos preocupamos a toa e as vezes podem ser resolvidas de forma mais fácil do que imaginamos. A Jout além de descrever situações de crises, também nos deixa olhar a história de um outro modo e como podemos vencer certas coisas sem passar por tantas crises assim. Calma, o livro não é de auto ajuda, o livro não é biografia. E isso a própria Jout ressalta dizendo o motivo pelo qual ela escreveria uma biografia de si mesma, sendo que ela não fez nada de extraordinário e que era apenas uma pessoa comum? Me ganhou ainda mais. Que exemplo de mulher, passei a admirar a Jout Jout de verdade depois desse livro e ainda mais depois de ver mais vídeos. Ela fala sinceramente sobre os assuntos, cala a boca de muita gente que vem com argumentos que sabem que não são válidos. E olha, dá um banho de aprendizagem e puxão de orelha em muita gente. 

" Comecei a escrever sobre minha vida, tentei de várias formas diferentes e tudo me parecia ridículo porque lembrei tardiamente de um pequeno detalhe: tenho 25 anos e nada do que fiz até agora é importante o bastante para colocar em um livro. Não protagonizei grandes feitos, não tive ideias revolucionárias. Sou o que chamam de pessoa qualquer. De que importa como perdi minha virgindade? Como isso pode ser interessante para alguém no mundo? Escrever este livro foi uma grande crise generalizada"




Os capítulos são curtos, interativos com o leitor de uma linguagem gostosa e que te faz se identificar demais com ela. Sem falar nas partes cômicas, é claro. Um dos pontos mais interessantes do livro é pensar sobre como podemos tirar lições de situações que as vezes nem percebemos que não são tão complicadas e a Jout fez isso com uma facilidade enorme. Ela com certeza não sabe tudo da vida, mas mostra que aprendeu com suas crises a ser melhor como pessoa e continua tentando falando o que acha mesmo, sendo um pouquinho doida e arrancando risadas de seus leitores. Olha, amo a Tati Bernardi mas se a Jout investir nessa linguagem e nesse jeito ela vai longe. 



É mais que um livro de uma youtuber a mais que fala da adolescência como muitos outros do mercado. É um livro pra pensar, refletir, se identificar, rir e aprender a ser melhor como pessoa. Jout está de parabéns, a editora está de parabéns por colocar um livro bacana e útil no mercado no meio dessa onda Youtube. Vale muito a pena, não se deixe levar pelo Youtube. Afinal, a Jout Jout é dona das crises e dividiu com gente vários ensinamentos. Obrigada pelos risos, pelas coisas que senti lendo seu livro e pelos ensinamentos Jout. Recomendado.



2 comentários:

  1. Adoro os vídeos da Jout Jout, quero muito ler o livro! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Sou apaixonada pelo trabalho da Julia e não vejo a hora de ler o livro!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...