Blogger Widgets

[Resenha #950] Contos de Grimm Para Todas as Idades – Philip Pullman @alfaguara_br @cialetras


Contos de Grimm Para Todas as Idades
Philip Pullman
ISBN-13: 9788579623363
ISBN-10: 8579623367
Ano: 2013
Páginas: 416
Editora: Alfaguara
Classificação: 4 estrelas
Skoob
Compre: Submarino

Sinopse:
Em Contos de Grimm para todas as idades, considerado pelo jornal britânico Sunday Times um dos melhores livros de ficção do ano, Philip Pullman recria seus contos de fadas preferidos. Afirmando que conservar uma única versão dessas histórias é como prender um pássaro numa gaiola, o autor toma a liberdade de acrescentar e inventar detalhes que tornem a narrativa mais fluida e divertida. Ao final de cada uma delas, um breve comentário sobre personagens, curiosidades, versões semelhantes e finais alternativos traz ainda mais riqueza para essas clássicas histórias. Ao longo dos 53 contos reunidos na coletânea, belos príncipes e princesas, velhas feiticeiras, madrastas cruéis e animais falantes transitam entre o estranho e o absurdo. Estão presentes clássicos como Branca de Neve, Cinderela, João e Maria e Chapeuzinho Vermelho, e histórias menos conhecidas, mas não menos surpreendentes, como O junípero, Rumpelstiltskin e Hans Meu Ouriço. A maestria e o cuidado de Pullman conferem novo vigor à preciosa obra dos irmãos Grimm, repleta de histórias fantásticas sobre amor, amizade e coragem, que há séculos encantam leitores de todas as idades. "Tudo o que me propus a fazer neste livro foi contar as melhores e mais interessantes histórias dos irmãos Grimm, tirando do caminho qualquer coisa que pudesse impedi-las de fluir livremente. Não quis colocá-las em cenários modernos, produzir interpretações pessoais ou compor variações poéticas dos originais; tudo o que busquei foi produzir uma versão que fosse límpida como água. A questão que me orientou foi: Como eu mesmo contaria esta história, se a ouvisse de outra pessoa e quisesse passá-la adiante? Philip Pullman



Com certeza, não há sequer uma pessoa que não conheça ao menos uma história dos irmãos Grimm. Entre as mais famosas, temos: Chapeuzinho Vermelho, Cinderela, João e Maria, Branca de Neve e Rapunzel. Porém, há também aqueles contos que são poucos conhecidos, mas que são tão bons quanto os mais populares.


E foi pensando nisso que o autor, Philip Pullman, compilou mais de cinquenta contos, editados e comentados, com o objetivo de produzir um livro que permitisse que os leitores conhecessem a grande obra deixada pelos irmãos mais famosos do mundo dos contos.








O livro é uma delícia de ser lido, especialmente, se você não tiver pressa e souber saborear cada conto. É o livro perfeito para ser lido aos poucos, um ou dois contos antes de dormir. Os contos são fáceis de serem lidos e possuem climas diferentes. Alguns são mais fantásticos, outros possuem elementos do terror, alguns são mais românticos, outros carregam muitas injustiças e é claro que há aqueles que terminam com o famoso “felizes para sempre”.





Para quem conhece apenas as versões mais atuais dos contos famosos, recomendo a leitura para que conheçam as versões originais. Como por exemplo, Cinderela, que é uma história muito mais macabra do que o cinema mostra.


É claro que, em meio a um número tão grande de contos, nem todos me agradaram. Alguns são mais legais que outros e há aqueles que, ao fim, parecem não ter servido de nada, pois não nos dão uma “moral da história”. Mas isso também é interessante, pois nos mostra como era a literatura naquela época. Afinal, os irmãos Grimm, Jacob e Wilhelm, viveram entre 1785 e 1863. Ou seja, a literatura daquele tempo era muito diferente da literatura dos tempos atuais, assim como a sociedade em geral.

Ao longo das páginas, vamos conhecendo melhor as características daquele tempo. Os costumes e a cultura, as profissões, o papel do homem e da mulher, o conceito de família, os casamentos, a hierarquia social e as lendas. Realidade e fantasia se misturam formando um emaranhado de histórias encantadoras. 




Vale mencionar que, apesar do que diz o título do livro, os contos não são para todas as idades. Eu não recomendaria a leitura para as crianças, pois, além de algumas histórias serem muito assustadores, podendo deixar as crianças com medo, há também um leve teor erótico em alguns contos. Esse teor erótico é muito sutil e pode até passar despercebido, mas, eu não arriscaria.
Um dos pontos altos do livro são os comentários do autor. Além de explicar os contos, ele descreve teorias, tece críticas e elogios. Fica claro que Pullman conhece os contos dos irmãos Grimm muito bem e, por isso, possui autoridade para falar sobre eles.





É interessante notar como alguns contos são desconexos, como se fossem colchas de retalhos. Há contos que começam contando uma história e, de repente, o clima da narrativa muda e parece que estamos lendo outra história. Alguns elementos são “esquecidos” e, ao fim do conto, ficamos sem entender muito bem como se chegou àquele fim.




Um dos meus contos prediletos foi A Lua, um conto curtinho que se propõe a explicar como a lua chegou aos céus, super fofo e divertido. A capa do livro é muito linda e é impossível não se apaixonar pela belíssima edição da Alfaguara. A diagramação está ótima, as letras possuem um tamanho agradável e os contos estão muito bem distribuídos.



0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...