Blogger Widgets

[Resenha #962] Percatempos - Gregório Duvivier @cialetras


Percatempos
Tudo o que faço quando não sei o que fazer
Gregório Duvivier
ISBN-13: 9788535926583
ISBN-10: 8535926585
Ano: 2015
Páginas: 112
Idioma: português
Editora: Companhia das Letras
Skoob
Classificação: 3 estrelas
Compre: Saraiva

Sinopse:
Depois de surpreender a todos com sua verve poética, em Ligue os pontos, e de se consolidar como um dos mais inventivos cronistas brasileiros da nova geração, com Put some farofa, o aclamado ator e roteirista do Porta dos Fundos revela nova face de seu talento. Com influência de Millôr, Sempé, Steinberg e de sua avó Ivna, Gregório Duvivier nos oferece dezenas de desenhos inéditos de nanquim e aquarela, que conciliam o lirismo, a irreverência e o engenho já familiares a seus fãs. Em um passeio pelo repertório cultural do autor, vemos reinventadas vida e língua cotidianas. A originalidade e o frescor de Gregório estão de volta, dessa vez para enriquecer a tradição de nosso humor gráfico.



Resenha:

O que me chamou a atenção para esse livro foi seu formato que lembra um caderninho moleskine, que vamos confessar, é uma graça! Outra confissão é que não sabia muito a respeito do Gregório Duvivier, só que ele é ator do Porta dos Fundos, mas depois de pesquisar mais descubro que ele tem uma coluna na Folha de São Paulo, outros livros sendo Ligue os pontos e Put some farofa e que além de ator é também roteirista do Porta dos Fundos.




Gosto muito de ilustração e de humor, e este livrinho tem ambos! Se trata de coletânea de ilustrações do cotidiano, tiradas bem humoradas e críticas. Ele brinca com elementos das ferramentas digitais, tais como caps lock, negrito, itálico; nomes próprios de personalidades como Arnaldo Antunes e no desenho vira Arnaldo i-Tunes; dizeres populares como "catar coquinho"; contos de fadas, como o lobo e os três porquinhos; letras de música; sinal de trânsito; dias da semana; religião, entre outros.













Algumas ilustrações parece meras maluquices, enquanto outras remete a alguma crítica a nossa sociedade dos dias de hoje que se preocupa com o materialismo acima de tudo e vemos o seu sarcasmo da exposição das pessoas famosas. Tenho que dizer que as ilustrações são originais, criativas e engraçadas, não tem como não se divertir com esse livrinho.




A capa é um charme, a arte gráfica dele é linda, e todo o zelo que a editora teve com o projeto gráfico, o papel especial, e o formato de caderninho, ficou lindo mesmo.

Passei dez minutos muito agradáveis na leitura desse livro, que sendo mais visual do que texto, pode-se ler rapidamente. Mesmo sendo tão rápido, garanto que será uma leitura divertida. Realmente gostei de conhecer o humor e as ilustrações do autor. Minha crítica é com relação a poucas ilustrações, gostaria que fossem mais, assim quem sabe em um próximo livro? Esse livro também é uma ótima dica de presente para aquele amigo que gosta de ilustrações ou de um humor leve com ótimas sacadas.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...